A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SINAIS DE ALERTA EM CARDIOLOGIA PEDIÁTRICA Patrícia Guedes de Souza Departamento de Cardiologia SBP

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SINAIS DE ALERTA EM CARDIOLOGIA PEDIÁTRICA Patrícia Guedes de Souza Departamento de Cardiologia SBP"— Transcrição da apresentação:

1 SINAIS DE ALERTA EM CARDIOLOGIA PEDIÁTRICA Patrícia Guedes de Souza Departamento de Cardiologia SBP

2 PRINCIPAIS MANIFESTAÇÕES DE CARDIOPATIAS NA CRIANÇA

3 CIANOSE Coloração azulada em pele e mucosas Sinal Clínico Detecção clínica Hb reduzida > 4g/dl Sat O2 < 85%

4 CIANOSE CENTRAL X PERIFÉRICA Central (Hipoxemia): Shunt direita-esquerda Recém-nascido: PO 2 <45mmHg (SpO 2 <90%) Crianças maiores: PO 2 <65mmHg (SpO 2 <90%) Adultos: PO 2 <80mmHg (SpO 2 <92%) Periférica (PO 2 normal com SpO 2 ) Má perfusão periférica Hipotermia Metemoglobinemia Policitemia

5 AVALIAÇÃO DA CRIANÇA COM CIANOSE Diferenciar cianose central x periférica Verificar PO2, SpO2 e Hb Oximetria de pulso e PA nos segmentos superior e inferior Cianose diferencial: Hipertensão pulmonar persistente, Interrupção do arco aórtico com PCA e HP, TGA com CoAo ou PCA e HP Verificar sinais de desconforto respiratório Dx diferencial com pneumopatias Ausculta cardíaca Alterações nas bulhas ou presença de sopros sugerem cardiopatia Baqueteamaneto digital Cianose crônica (> 6 meses de evolução)

6 INSUFICIÊNCIA CARDÍACA Quadro clínico: Feto: Hidropisia fetal RN e lactentes Taquipnéia e alteração do padrão respiratório Taquicardia Cansaço às mamadas Ganho ponderal inadequado. Estatura preservada Sudorese acentuada Crianças (2-10 anos) Cansaço e intolerância ao exercício Crescimento (ponderal e estatural) inadequado Sinais de congestão venosa sistêmica (edemas)

7 INSUFICIÊNCIA CARDÍACA BAIXO DÉBITO SISTÊMICO: Cardiopatias com obstrução ao fluxo sistêmico Quadro clínico: Taquidispnéia Cansaço aos esforços (ex: mamadas) Palidez cutânea, sudorese acentuada Hipotensão arterial Síncope

8 SOPRO CARDÍACO A presença de sopro cardíaco nem sempre está acompanhada de doença cardíaca! Várias cardiopatias congênitas não apresentam sopro cardíaco! Hiperfonese da 2ª bulha na área pulmonar às vezes é mais importante que a presença de sopro cardíaco!

9 SOPRO CARDÍACO Vibrações semelhantes às das bulhas, porém de longa duração, que surgem com a turbulência do fluxo sanguíneo velocidade turbulência λ de pressão

10 APRESENTAÇÃO CLÍNICA DAS CARDIOPATIAS NA CRIANÇA Exame cardiovascular Inspeção e palpação precordial Ausculta Cardíaca Bulhas 1ª bulha AT e AM 2ª bulha AP e AAo Sopros Palpação dos pulsos arteriais (MMSS e MMII)

11 MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS DAS CARDIOPATIAS Cianose Necessário 4 a 5g de hemoglobina reduzida para produzir cianose visível Sat O % não se evidência cianose Dificuldade de identificação na raça negra Insuficiência Cardíaca Diagnóstico diferencial com insuficiência respiratória no lactente Sopro cardíaco Diagnóstico diferencial com sopro inocente

12 CARDIOPATIAS CONGÊNITAS COM OBSTRUÇÃO ESQUERDA RN a termo, Apgar 9 e 10, alta bem no 2º dia de vida. No 5º dia de vida percebido cansaço e palidez as mamadas, procura PS. Ao exame Sat O2=90%, FR=80 inc/min, FC=170bat/min. Hiperfonese de B2, sem sopros. Creptos pulmonares. Pulsos não palpáveis, má perfusão periférica

13 CARDIOPATIAS CONGÊNITAS COM OBSTRUÇÃO ESQUERDA RN com quadro de choque Séptico ? Cardiogênico ?

14 Atresia aórtica/Hipoplasia VE Retorno venoso pulmonar direcionado para AD ( CIA) Dilatação AD e VD DC total no tronco pulmonar Fluxo pulmonar(Qp) (Artérias pulmonares) Fluxo sistêmico (Qs) (Canal arterial)

15 CARDIOPATIAS CONGÊNITAS COM OBSTRUÇÃO ESQUERDA Coarctação da Aorta grave Interrupção do Arco Aórtico Estenose Aórtica Crítica Fechamento do Canal Arterial Choque

16 ANOMALIA DE CONEXÃO VENOSA PULMONAR Lactente com 4 meses de idade, historia de dificuldade de ganho ponderal e irritabilidade atribuída de DRGE. Procura serviço de emergência por taquidispnéia, aumento da irritabilidade e recusa alimentar. Sat O2=90%, FR=70inc/min, B2 hiperfonética com desdobramento fixo, SS++/VI suave em BEE, pulsos + nos 4 membros, amplitude normal, boa perfusão periférica.

17 ANOMALIA DE CONEXÃO VENOSA PULMONAR

18 CARDIOPATIAS CONGÊNITAS CIANÓTICAS Transposição das Grandes Artérias Cianose Hiperfonese de B2 Sopro cardíaco pode ou não estar presente

19 Transposição grandes artérias, Conexão anômala de veias pulmonares SHCE, CoAo, IAAo Ventrículo único funcional sem estenose pulmonar CIV grande, Tronco arterial comum Miocardiopatias CARDIOPATIAS GRAVES QUE PODEM CURSAR SEM SOPRO CARDÍACO!

20 DADOS QUE AUMENTAM A PROBABILIDADE DE CARDIOPATIA História familiar de Marfan ou morte súbita em jovens Síndrome genética ou malformações Aumento da atividade precordial Diminuição de pulsos femurais B2 anormal

21


Carregar ppt "SINAIS DE ALERTA EM CARDIOLOGIA PEDIÁTRICA Patrícia Guedes de Souza Departamento de Cardiologia SBP"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google