A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CVG SP – Julho 2010 Cenário Atual do Resseguro de Vida no Brasil.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CVG SP – Julho 2010 Cenário Atual do Resseguro de Vida no Brasil."— Transcrição da apresentação:

1 CVG SP – Julho 2010 Cenário Atual do Resseguro de Vida no Brasil

2 CVG SP – Julho 2010 ÍNDICE O Cenário atual e Tendências da Indústria de seguros de vida O Mercado Brasileiro de Seguros de Vida e Previdência Produtos atuais de Vida e Previdência Novos produtos e soluções para o futuro O papel do Ressegurador no Cenário Atual 2

3 CVG SP – Julho 2010 O cenário atual – No mundo 3 O seguro de Vida retomou seu crescimento no mundo? Mudou o foco e a estratégia do players Alguns fatos que mudaram o cenário mundial: AIG, os holandeses/países baixos, no Reino Unido EEUU – social security e sistema de saúde: mudanças drásticas ou suaves? Mais controle, solvência II, ERM, gerência de risco, custo de capital. Uma possível nova bolha e suas conseqüências no mundo. Entretanto a população continua a envelhecer com mais qualidade e mais longevidade

4 CVG SP – Julho 2010 Cenário atual – Brasil 4 Continua o ritmo de crescimento no seguros de vida e previdência Nada de novo no front ocidental Estabilidade política e econômica a vista Aumento oferta de crédito VS capacidade de crédito do consumidor Um pouco de inflação de novo? Entretanto a população continua a envelhecer com mais qualidade e mais longevidade

5 CVG SP – Julho 2010 Algumas tendências no mundo com relação ao seguro de vida 5 Unit links é uma tendência geral? Consolidações dos grupos com reforço de marcas fortes Busca pela distribuição Mais M&A para ganhar escala Novos participantes – ainda não estão no Brasil alguns grandes grupos Cada vez mais diversificar geograficamente é importante. Podem gerar reflexos no Brasil?A tendência mundial

6 CVG SP – Julho 2010 O Mercado de Resseguros Mercado Total Concentração de Mercado 5 Maiores : > 70 % market share USD ~180 bn, -- Vida : ~ 63 bn Vida Não Vida

7 CVG SP – Julho 2010 Br Mercado América Latina de Resseguros Vida Mex Cessão Prêmios Resseguros M $ US 1 % 2 % 3 % 4 % Ch Ar Col 5 % ?

8 CVG SP – Julho Mercado de Vida e Previdência 2010/2009 Mercado Vida e Previdência 2009 Linhas De Produtos Janeiro a Junho Janeiro a Junho / 2009 R$ Milhões % Vida em Grupo 5.012,64.517,411,0 Vida Individual 904,8788,514,7 Credit Life 1.569,01.277,022,9 Total 7.486,56.583,013,7 VGBL , ,822,2 PGBL 4.084,03.804,07,4 Trad 155,8152,02,5 Total , ,918,7 Total Mercado , ,917,3

9 CVG SP – Julho 2010 Previdência Forte Evolução da Receita de previdência 9

10 CVG SP – Julho 2010 Os impressionantes volumes de novas contribuições Crescimentos constantes há muitos anos Forte crescimento da economia permite prever maior captação de prêmios Entretanto a penetração é baixa: 1,5% Brasil tem 1% de share na indústria de Vida do mundo Contribuições de fundos fechados e outros setores da economia. 10

11 CVG SP – Julho 2010 Algumas tendências no Brasil com relação ao seguro de vida 11 Ainda mais concentração Inovação em produtos Seguros individuais Busca pela distribuição Resseguradores cada vez mais participantes Novo cenários futuros de rentabilidade e juros Algumas tendências no Brasil

12 CVG SP – Julho 2010 Produtos disponíveis no Mercado de Seguros para Aposentadoria e/ou proteção de longo prazo - benefícios fiscais 12 PRODUTOS ATUAIS C/ BENEFICIO FISCAL (*) S/ BENEFICIO FISCALS/ BENEFICIO FISCAL (S/ IR) PGBLVGBL ProdutosPAGPVAGP Voltados para PRGPVRGP AcumulaçãoPRSAVRSA PRIVRI Beneficio/Renda por Invalidez Pecúlio Morte PrevidênciaPensão por morte Pecúlio Invalidez Seguros de Vida (*) Inclusive Renuncia Fiscal (Regime Regressivo) Termo Dotal Universal Vida Inteira Acidentes Doenças Graves Renda Aleatória

13 CVG SP – Julho 2010 São estes produtos suficientes para o consumidor? Fator previdenciário veio para ficar Busca por retorno Percepção de risco de crédito Percepção de custos de Asset Management Proteção de Riscos Imediatos Proteção de Riscos Futuros 13

14 CVG SP – Julho 2010 Possíveis mudanças na seguridade social 14 Segundo pilar pode ser implantado Novos riscos podem ser adicionados a Seguridade Social - dependência longo prazo Mais incentivos e mais deferimento Saúde esta incluída na seguridade social Fator previdenciário veio para ficar ? Paternalismo vs pragmatismo

15 CVG SP – Julho 2010 Já existe um movimento para ampliar os produtos incentivados De forma institucional V/PGBL Educação V/PGBL Saúde Ou de forma voluntária pelas seguradoras Melhor oferta de retorno Incorporação de eventos de risco associados a longevidade e sobrevivência 15

16 CVG SP – Julho 2010 Como os resseguradores podem apoiar o desenvolvimento de novos produtos para proteção de longo prazo Com soluções de produtos inovadores e adequados à poupança de longo prazo e longevidade: Dependência de Longo Prazo Com soluções de risco: annuities, renda vitalícia Com soluções de capacidade: carteiras de benefícios atuais e futuras, solvência etc... Com soluções de serviços: TeleUnderwriting, Direct Marketing, etc.. 16

17 CVG SP – Julho O progresso de uma forte revolução demográfica -- Forte Crescimento do Mercado -- Capacidades de financiamento X 3 50 Milhões em 2050 População jovem que passa a integrar a força de trabalho Incremento da população em envelhecimento Fonte: IBGE

18 CVG SP – Julho 2010 Um exemplo de produto inovador- O ressegurador como apoio na pesquisa no desenvolvimento de um produto Dependência de Longo Prazo: Adotado por vários países Através da seguridade Social ou Incitativa privada ou ambas Um produto tangível Uma adição real de valor ao futuro aposentado Serviços adicionados 18

19 CVG SP – Julho … levando ao aumento do número de pessoas dependentes Dependência de Longo Prazo: um problema comum em países desenvolvidos Percentual da população acima dos 65 anos de idade Fonte: EUROSTAT, DREES-OFCE and U.S. Bureau of the Census, current Population Reports Itália Espanha Alemanha França EUA Brasil Inevitável envelhecimento da população: um índice crescente de pessoas acima de 65 anos de idade… 10% 15% 20% 25% 30% 5%

20 CVG SP – Julho Sugestões para o Mercado Brasileiro - LTC Simplicidade do produto: independente, risco puro, benefício em dinheiro, seleção médica simplificada Comunicação sobre LTC, (por exemplo: doença de Alzheimer) envelhecimento da população é o principal gerador de sucesso Sistema público e/ou produtos de grupo, podem ser o primeiro passo para aumentar a conscientização da população sobre o problema de dependência de longo prazo A rede de bancassurance é bem-sucedida, uma vez que o LTC é o melhor meio de proteger os bens dos idosos O apoio familiar está cada vez menos freqüente nos países desenvolvidos: Grande necessidade de redes de assistência profissional para os idosos

21 CVG SP – Julho 2010 Mais valores adicionados pelas Resseguradoras UW e Tele-Underwriting Serviços de: UW e Tele-Underwriting nos processos de venda de produtos de risco. TM/DM Serviços de: TM/DM na complementação dos produtos de longo prazo. O exemplo da ReMark no Brasil Mecanismos utilizados em Mercados de Anuidades mais avançados 21

22 CVG SP – Julho 2010 O Mercado Global de Resseguros Forte proposta de serviços agregados Desenho de produtos sob medida UW mais sofisticado Presença local –Entender as necessidades Provedor de Capital Margem de solvência Riscos da longevidades Avançada capacidade para Pesquisas e Estudos Propor soluções globais integradas Tendências para o futuroDesafios para os Resseguradores de Vida Solvency II: capital adicional Crescimento dos mercados emergentes. O envelhecimento das populações:Novas necessidades de cobertura -produtos de cuidado de longo prazo Enormes deficits públicos : O setor privado deve suprir este gap Desafio dos custos: Otimizar processos; Desenvolvimento da distribuição direta

23 CVG SP – Julho 2010 Desafios no Brasil para os Resseguradores de Vida P&D Definição do Produto Marketing do produto Controlar os riscos 23 Crescente esperança de vida Aumento da base de segurados Novas necessidades de proteção Financiamento do crescimento do mercado Distribuição e processos Dependência de longo prazo / LTC Teleunderwriting Novos produtos: doenças graves, os risco preferenciais A avaliação de riscos e maior u / w conhecimento Treinamento Soluções para Capital Teleunderwriting O marketing direto P&D Melhora a satisfação do cliente Entrega mais rápida Aumento da taxa de conversão Redução do não Melhoraria do sim Reduzir litígios

24 CVG SP – Julho 2010 Conclusões Os atuais produtos de formação de poupança de longo prazo para aposentadoria seguirão ainda por muitos anos. Os incentivos fiscais atuais e se expandidos, continuarão a ser atrativos para a poupança para aposentadoria. Os mecanismo de seguridade social serão expandidos, porem apoiados na previdência complementar. As seguradoras terão cada vez mais importância na formação da poupança de longo prazo e complementando a seguridade social. Os consumidores buscarão mais proteção e não somente acumulação. Os resseguradores serão cada vez mais atuantes e fornecedores de conhecimento, financiamento e inovação 24

25 CVG SP – Julho 2010 Muito obrigado!!!!! Scor Global Life U.S. Reinsurance Company Escritório de Representação no Brasil Ltda. 25


Carregar ppt "CVG SP – Julho 2010 Cenário Atual do Resseguro de Vida no Brasil."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google