A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

COMPARTIMENTOS CELULARES Claudio Paris – Magrão 20/04/2010 twitter.com/profmagrao MÓDULO BC.3 ÉTICO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "COMPARTIMENTOS CELULARES Claudio Paris – Magrão 20/04/2010 twitter.com/profmagrao MÓDULO BC.3 ÉTICO."— Transcrição da apresentação:

1 COMPARTIMENTOS CELULARES Claudio Paris – Magrão 20/04/2010 twitter.com/profmagrao MÓDULO BC.3 ÉTICO

2 A Membrana Plasmática é uma bicamada fluida de fosfolipídios contendo proteínas que atravessam ou não sua estrutura. Membrana Citoplasm á tica ou Plasm á tica ou Plasmalema

3 Modelo do Mosaico Fluido

4 Envoltórios Celulares Membrana Membrana plasmática- encontrada em todas as células. A membrana celular é semelhante em todos os organismo. Parede Celular- encontrada nas bactérias e cianobactérias, nas células de alguns protistas, nos fungos em os vegetais. Ausente nas células animais.

5 Célula animal Membrana celular A fluidez da bicamada lipídica permite a movimentação das moléculas de lipídios e proteínas.

6 Permeabilidade Celular Tipos de membrana: Impermeáveis Permeáveis Semipermeáveis Seletivamente permeáveis Tamanho Carga elétrica Polaridade

7 Permeabilidade Celular

8 Processo Passivo > Difusão > Simples

9

10 Trocas entre C é lula e Meio Externo Processos Passivos Processos Ativos Difusão Simples Facilitada Osmose Bombas Vacúolos Transporte em Massa Endocitose Exocitose Transportes Diminutos Fagocitose Pinocitose Clasmocitose Sem gasto de ATP. Moléculas seguem o gradiente de concentração. Com gasto de ATP. Moléculas contra o gradiente de concentração. Necessitam da participação de proteínas.

11 TRANSPORTE PASSIVO DIFUSÃO SIMPLES, DIFUSÃO FACILITADA E OSMOSE. O Transporte passivo ocorre a favor de um gradiente de concentração, sem gasto de energia para a célula. Temos três tipos de transporte passivo: DIFUSÃO SIMPLES, DIFUSÃO FACILITADA E OSMOSE.

12 TRANSPORTE PASSIVO

13 DIFUSÃO SIMPLES Ocorre do local de maior concentração para o de menor concentração, a favor de um gradiente de concentração. Ex: difusão do oxigênio do sangue para os tecidos.

14 DIFUSÃO FACILITADA Permite o transporte de moléculas maiores como aminoácidos, monossacarídios, etc, que não conseguindo atravessar a bicamada lipídica, requerem que proteínas transportadoras facilitem sua passagem.

15 OSMOSE Transporte de solvente do local de menor concentração em soluto para o local de maior concentração em soluto.

16

17

18

19

20 Osmosis and Animal Cells

21 Osmosis and Plant Cells

22 Isotonic solution Hypotonic solution Hypertonic solution H2OH2O H2OH2O (1) Normal (2) Lysed H2OH2O H2OH2O H2OH2O H2OH2O Animal cell Plant cell (4) Flaccid(5) Turgid(6) Shriveled (plasmolyzed) (3) Shriveled Plasma membrane H2OH2O H2OH2O

23 Controle da osmolaridade celular Los metabolitos celulares generan un aumento de la presión osmótica intracelular. H2O se desplazaría al interior celular provocando la rotura de la célula Células animales y bacterias bombean iones (Na*) al exterior Las plantas soportan la presión osmótica mediante una pared rígida Muchos protozoos expulsan agua mediante vacuolas contráctiles especiales

24 TRANSPORTE ATIVO O Transporte Ativo depende de uma relação altamente especifica entre proteínas da membrana e o material a ser transportado, pois este transporte ocorre contra um gradiente de concentração, ou seja, do local de menor concentração para o local de maior concentração, utilizando uma proteína carreadora e gasto de energia.

25

26

27 ENDOCITOSE OU TRANSPORTE EM BLOCO

28 FAGOCITOSE É o processo pelo qual a célula engloba partículas sólidas, pela emissão de pseudópodos. Temos como exemplo a alimentação das amebas e a atuação dos macrófagos que fagocitam os antígenos. Após a fagocitose ocorre a formação de uma bolsa denominada de fagossomo.

29 PINOCITOSE Processo pelo qual a célula engloba gotículas de líquido por invaginações de membrana. Após a pinocitose ocorre a formação de uma bolsa denominada de pinossomo.

30 EXOCITOSE É o mecanismo pelo qual as macromoléculas contidas em vesículas citoplasmáticas são transportadas desde o interior celular até a membrana plasmática, para serem vertidas ao meio extracelular. Isto requer que a membrana da vesícula e a membrana plasmática se fundem para que possa ser vertido o conteúdo da vesícula ao meio.

31 endoplasmic reticulum Golgi body vesicle membrane fuses with plasma membrane Exocytosis of proteins

32 ESPECIALIZAÇÕES DE MEMBRANA

33 MICROVILOSIDADES Expansões semelhantes a dedos de luvas, que aumentam a superfície de absorção. Existem na mucosa intestinal e nos túbulos renais.

34 INTERDIGITAÇÕES Conjunto de saliências e reentrâncias nas membranas de células vizinhas, que se encaixam aumentando a superfície e facilitando as trocas entre elas. São observadas nas células dos tubos renais.

35 DESMOSSOMOS São placas arredondadas formadas pelas membranas de células vizinhas. O espaço entre as membranas é ocupado por um material mais eletrodenso que o glicocálix. Na superfície interna, inserem-se filamentos que mergulham no interior da célula. É o local de ancoragem dos componentes do citoesqueleto e de forte adesão entre células vizinhas.

36 COMPLEXO JUNCIONAL Presente em células epiteliais, próximo à extremidade celular livre. É constituído por uma zona de oclusão, que veda o trânsito de substâncias entre as células, uma zona de adesão, semelhante aos desmossomos, mas colocadas como um cinto ao redor das células, e por vários desmossomos. É uma estrutura de vedação e adesão.

37 Até a próxima... Claudio Paris – Magrão 20/03/2010 twitter.com/profmagrao Muito obrigado!!!


Carregar ppt "COMPARTIMENTOS CELULARES Claudio Paris – Magrão 20/04/2010 twitter.com/profmagrao MÓDULO BC.3 ÉTICO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google