A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Geraldo Brasileiro Filho Faculdade de Medicina XII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO BELO HORIZONTE - 21/09/12 CONCEPÇÃO E CONSOLIDAÇÃO DE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Geraldo Brasileiro Filho Faculdade de Medicina XII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO BELO HORIZONTE - 21/09/12 CONCEPÇÃO E CONSOLIDAÇÃO DE."— Transcrição da apresentação:

1 Geraldo Brasileiro Filho Faculdade de Medicina XII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO BELO HORIZONTE - 21/09/12 CONCEPÇÃO E CONSOLIDAÇÃO DE PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO

2 Natureza e finalidades da pós-graduação Dados estatísticos Modalidades de cursos Pós-graduação e pesquisa Considerações finais

3 Início – década de 1960 PÓS-GRADUAÇÃO NO BRASIL Importância para o país Formação de pessoas Investigação científica Desenvolvimento tecnológico

4 PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO NO BRASIL 1951 – CAPES 1959 – CNPq 1965 – FINEP 1980s – Fundações Estaduais de Apoio (FAPs)

5 Em nosso entender um programa eficiente de estudos pós-graduados é condição básica para se conferir à nossa universidade caráter verdadeiramente universitário, para que deixe de ser instituição apenas formadora de profissionais e se transforme em centro criador de ciência e cultura. PÓS-GRADUAÇÃO NO BRASIL Parecer Sucupira

6 Em nosso entender um programa eficiente de estudos pós-graduados é condição básica para se conferir à nossa universidade caráter verdadeiramente universitário, para que deixe de ser instituição apenas formadora de profissionais e se transforme em centro criador de ciência e cultura. PÓS-GRADUAÇÃO NO BRASIL Parecer Sucupira

7 Em nosso entender um programa eficiente de estudos pós-graduados é condição básica para se conferir à nossa universidade caráter verdadeiramente universitário, para que deixe de ser instituição apenas formadora de profissionais e se transforme em centro criador de ciência e cultura. PÓS-GRADUAÇÃO NO BRASIL Com efeito, o exame dos estatutos e regimentos nos tem mostrado que, de modo geral, falta às escolas um concepção exata da natureza e fins da pós-graduação, confundindo-se seus cursos com os de simples especialização. Parecer Sucupira

8 Em nosso entender um programa eficiente de estudos pós-graduados é condição básica para se conferir à nossa universidade caráter verdadeiramente universitário, para que deixe de ser instituição apenas formadora de profissionais e se transforme em centro criador de ciência e cultura. PÓS-GRADUAÇÃO NO BRASIL Com efeito, o exame dos estatutos e regimentos nos tem mostrado que, de modo geral, falta às escolas um concepção exata da natureza e fins da pós-graduação, confundindo-se seus cursos com os de simples especialização. Parecer Sucupira

9 Comitês REGULAÇÃO DA PÓS-GRADUAÇÃO CAPES Criação 1951 Avaliação – 1975 Regulação do sistema PG Grandes áreas Áreas

10 SISTEMA DE PÓS-GRADUAÇÃO MODALIDADES DE CURSOS Acadêmicos Mestrado Doutorado Mestrado Profissional

11 MESTRES DOUTORES RELAÇÃO M/D , , , , , , , , , , , , , , , ,2 Fonte: GEOCAPES EVOLUÇÃO NA FORMAÇÃO DE MESTRES E DOUTORES - BRASIL 1990/2010

12 CONCEPÇÃO DE CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO ONDE? Área temática PARA QUEM? Demanda NÍVEL? Mestrado Doutorado MODALIDADE? Acadêmico Profissional

13 CRIAÇÃO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO REQUISITOS GERAIS Corpo docente qualificado Infraestrutura física Experiência em investigação científica Proposta pedagógica Alunos

14 ESTRUTURA GERAL Denominação Área(s) de concentração Linhas de pesquisa Projetos de pesquisa CRIAÇÃO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO

15 CORPO DOCENTE Permanente, colaborador, visitante Mínimo 10 – doutores Pesquisa na área Experiência na área Publicações científicas e/ou técnicas Envolvimento graduação – IC CRIAÇÃO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO

16 PROPOSTA PEDAGÓGICA Disciplinas básicas Disciplinas temáticas Linhas e projetos de pesquisa Abrangência Profundidade CRIAÇÃO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO

17 Maior desafio dos programas CONSOLIDAÇÃO DA PÓS-GRADUAÇÃO Melhorar o desempenho Titulados Produtos intelectuais Exigência crescente Notas crescentes Mestrado doutorado Avaliação Autoavaliação CAPES

18 Acompanhamento anual AVALIAÇÃO DA PÓS-GRADUAÇÃO Trienal - Notas Relatórios anuais

19 Nota 1 – Insuficiente 2 – Insuficiente 3 – Regular 4 – Bom 5 – Muito bom 6 – Excelente 7 - Excelente AVALIAÇÃO DA PÓS-GRADUAÇÃO

20 2. Corpo docente (20%) AVALIAÇÃO DA PÓS-GRADUAÇÃO 3. Corpo discentes, teses e dissertações (30%) 1. Proposta do programa 4. Produção intelectual (científica e técnica) (40%) 5. Inserção social (10%) QUESITOS

21 CORPO DOCENTE AVALIAÇÃO DA PÓS-GRADUAÇÃO Categoria (permanente, colaborador, visitante) Número Envolvimento Disciplinas Orientação Produção científica e técnica Distribuição dos encargos Captação de recursos

22 CORPO DISCENTE, TESES E DISSERTAÇÕES AVALIAÇÃO DA PÓS-GRADUAÇÃO Fluxo de alunos Tempo titulação Mestrado = 24m Doutorado = 48m Qualidade Publicações Dimensão do corpo docente

23 PRODUÇÃO INTELECTUAL AVALIAÇÃO DA PÓS-GRADUAÇÃO Artigos completos em periódicos Distribuição entre docentes Participação discente Qualidade – Sistema Qualis Diretrizes Relatórios técnicos Outras Produtos técnicos Livros, capítulos de livro Patentes

24 ARTIGOS PUBLICADOS (ISI) – BRASIL E PAÍSES QUE MAIS PUBLICAM (EXCETO EUA) Número de artigos Brasil Inglaterra Japão China Alemanha Canadá França Suécia PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

25 Poland Belgium Israel Scotland Denmark Austria Finland Norway Brazil Number of Articles/Year Scientific Articles: Brazil 1.9% of Worlds Total Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Comparison with 8 Developed Countries Brazil moved up from the last in 1980 to first position in 2005 GOVERNO FEDERAL Ministério da Ciência e Tecnologia

26 MESTRES TITULADOS

27 DOUTORES TITULADOS

28 PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EXISTE CLARA ASSOCIAÇÃO TEMPORAL ENTRE O DESENVOLVIMENTO E A EXPANSÃO DA PÓS- GRADUAÇÃO E O INCREMENTO QUANTITATIVO E QUALITATIVO DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA

29 PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO NO BRASIL FATORES QUE CONTRIBUÍRAM PARA AVANÇOS Portal CAPES Plataforma Lattes Scielo Sistema de avaliação da CAPES Sistema Qualis

30 PÓS-GRADUAÇÃO PERSPECTIVAS Atividade acadêmico-universitária Oportunidades para professores e alunos (G e PG) Integração na Universidade Compromisso de todos

31 Avaliação Áreas - Páginas

32 MUITO OBRIGADO


Carregar ppt "Geraldo Brasileiro Filho Faculdade de Medicina XII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO BELO HORIZONTE - 21/09/12 CONCEPÇÃO E CONSOLIDAÇÃO DE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google