A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Protocolo de identificação precoce dos problemas de leitura: Proposta de avaliação para escolares em fase inicial de alfabetização. Simone Aparecida.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Protocolo de identificação precoce dos problemas de leitura: Proposta de avaliação para escolares em fase inicial de alfabetização. Simone Aparecida."— Transcrição da apresentação:

1 1 Protocolo de identificação precoce dos problemas de leitura: Proposta de avaliação para escolares em fase inicial de alfabetização. Simone Aparecida Capellini, Maria Nobre Sampaio, Maryse Tomoko Matsuzawa Fukuda, Cíntia Cristina Fadini, Daniele de Campos Refundini, Maíra Anelli Martins Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista – FFC/UNESP - Marília – SP/Brasil Apoio: CNPq

2 2 Objetivos Elaborar protocolo de identificação precoce dos problemas de leitura e caracterizar o desempenho dos escolares do 1º ano no procedimento elaborado Material e Método Sujeitos: 172 escolares de 6 a 7 anos e 11 meses de idade do 1º ano do Ensino Fundamental Municipal na cidade de Marilia-SP, de ambos os gêneros, de nível socioeconômico médio-inferior Procedimento: Para a realização deste estudo foi elaborado o Protocolo de Identificação precoce dos problemas de leitura, composto por sete habilidades cognitivo-linguísticas divididas em subtestes, descritos a seguir: conhecimento do alfabeto, consciência fonológica (produção de rima, identificação de rima, segmentação silábica, produção de palavras a partir do fonema dado, síntese fonêmica, análise fonêmica e identificação de som inicial), memória de trabalho, nomeação automática rápida, atenção visual, leitura de palavras e pseudopalavras e compreensão de frases a partir de figuras apresentadas.

3 3 Resultados Ocorreu diferença estatisticamente significante para todos os subtestes do protocolo, indicando que os escolares do 1º ano deste estudo obtiveram desempenho inferior do escore obtido em relação ao escore esperado em todos os subtestes do protocolo. Ocorreu coeficiente de correlação positivo, ou seja, quanto maior o desempenho no subteste de memória de trabalho fonológica e análise visual, maior o desempenho na prova de leitura de palavras e não palavras e quanto maior o desempenho no subteste de análise visual, maior o desempenho em nomeação automática rápida de figuras e memória de trabalho fonológica. No entanto, quando correlacionada a habilidade de nomeação automática rápida de figura com memória de trabalho fonológica, análise visual e leitura de palavras e pseudo-palavras ocorreu a obtenção de coeficiente de correlação negativo, apresentando comportamento contrário, isto é, quanto menor o desempenho no subteste de nomeação automática rápida de figuras, maior o desempenho em leitura de palavras e pseudopalavras, análise visual e memória de trabalho fonológica. Conclusão Os resultados permitem concluir que os escolares do 1º ano do ensino fundamental avaliados neste estudo apresentaram desempenho inferior em habilidades que são consideradas nas literaturas nacional e internacional como preditoras para a alfabetização. Assim, resultados de estudos como estes podem auxiliar tanto professores como profissionais no melhor conhecimento do perfil cognitivo-linguístico de escolares em fase inicial de alfabetização e, desta forma, detectar precocemente os problemas de leitura.


Carregar ppt "1 Protocolo de identificação precoce dos problemas de leitura: Proposta de avaliação para escolares em fase inicial de alfabetização. Simone Aparecida."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google