A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Processo de laminação – Forças atuantes. Processo de laminação Gap do cilindro, L –Onde a redução ocorre Escorregamento Relativo –À direita do ponto de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Processo de laminação – Forças atuantes. Processo de laminação Gap do cilindro, L –Onde a redução ocorre Escorregamento Relativo –À direita do ponto de."— Transcrição da apresentação:

1 Processo de laminação – Forças atuantes

2 Processo de laminação Gap do cilindro, L –Onde a redução ocorre Escorregamento Relativo –À direita do ponto de não-escorregamento, o material move mais rápido do que o rolo –À esquerda do ponto de não- escorregamento, o material se move mais lento do que o rolo.

3 Processos de Laminação Redução –Diferença entre a espessura inicial e final da tira (h o – h f ) Forças de atrito –Requirida para mover o material (peça) –Deve ser superada, aumentando as forças de laminação e potência (torque)

4 Forças de atrito Forças de atrito agindo sobre as forças da tira Max Redução h 0 -h f = µ2R Força de laminação (carga de laminação) F= W 0.L.Y avg L=̃ raiz quadrada {R(h o -h f )}

5 Distribuição da pressão no gap em função do coeficiente de atrito Distribuição da pressão no gap em função da redução máxima

6 Processo de Laminação Força de laminação –Força lateral requerida para comprimir a peça –Perpendicular ao plano da tira – Cilindros de menor diâmetro requerem forças de laminaçao menores

7 Processo de laminação Redução da força de laminação –Redução do atrito –Usando rolos de diâmetro pequeno –Realizando pequenas reduções por passe –Laminação em temperaturas altas –Aplicando tensões na tira

8 Processo de laminação Tensão (Força Longitudinal) –Tensão a ré Força aplicada a tira na zona de entrada Aplica uma ação de frenagem no cilindro quando da entrada da tira no laminador –Tensão avante Força aplicada a tira na zona de saída Aplicada pelo pelo aumento da velocidade periférica (rotacional) do rolo quando da sáida da tira do laminador

9 Processo de laminação Variáveis que limitam o valor da espessura final que pode ser obtida Diametro dos laminadores Coeficiente de atrito entre chapas e cilindros Tensão de escoamento do material dos cilindros rigidez do laminador modulo de elasticidade do material do cilindro temperatura lubrificação

10 Flat-Rolling Process

11 Processo de laminação Outras características –Tensões residuais Rolos de pequeno diâmetro tendem a deformar o metal mais na superfície do que no centro Rolos de grande diâmetro tendem a deformar o metal mais no centro do que na superfície

12

13 Lubricantes Laminação a quente de ligas ferrosas- Nenhum ou Graphite Laminação a quente de ligas não-ferrosas- Óleos, emulsões e ácidos graxos Laminação a frio- Oleos, emulsões, parafina e graxos

14 Aneis e/ou Pistas de rolamento

15 Roscas laminadas

16

17 a) Ondulação nas extremidades – resultado do curvamento do cilindro; b) trincas chevron no meio da tira; c) trincas de extremidade/aresta; d) Abertura em jacaré

18 Exercício


Carregar ppt "Processo de laminação – Forças atuantes. Processo de laminação Gap do cilindro, L –Onde a redução ocorre Escorregamento Relativo –À direita do ponto de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google