A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

BARRAGENS PARA GERAÇÃO DE ENERGIA,CONTROLE DE CHEIAS E IRRIGAÇÃO; USOS MULTIPLOS E CONFLITOS Grupo: Anderson Rodrigues Helline Marinho Helline Marinho.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "BARRAGENS PARA GERAÇÃO DE ENERGIA,CONTROLE DE CHEIAS E IRRIGAÇÃO; USOS MULTIPLOS E CONFLITOS Grupo: Anderson Rodrigues Helline Marinho Helline Marinho."— Transcrição da apresentação:

1 BARRAGENS PARA GERAÇÃO DE ENERGIA,CONTROLE DE CHEIAS E IRRIGAÇÃO; USOS MULTIPLOS E CONFLITOS Grupo: Anderson Rodrigues Helline Marinho Helline Marinho Joeberth Joeberth Jonny Dantas Jonny Dantas

2 O que é BARRAGEM? Uma barragem, açude ou represa, é uma barreira artificial, feita em cursos de água para a retenção de grandes quantidades de água. Introdução

3 Quais os seus usos? ABASTECIMENTO DE CIDADES; IRRIGAÇÃO; GERAÇÃO DE ENERGIA; CONTROLE DE CHEIAS.

4 Quais os tipos de barragens? Uma barragem pode ser de dois tipos: rígidas e não rígidas. No caso da primeira, podem ainda pertencer ao tipo gravidade ou ao tipo arco. No caso das barragens não- rigidas, ou são de terra, ou de enrocamento. Tipos de Barragens

5 Rígidas: Gravidade – Este tipo de barragem é constituído por um paredão de betão que resiste pelo próprio peso à impulsão da água e transmite todas as forças sentidas pelo mesmo ao solo. A utilização de contrafortes a jusante permite aligeirar o paredão da barragem.

6 Arco – A barragem em arco é construída em vales mais apertados, podendo desta forma a altura ser maior que a largura. A curvatura horizontal permite que a força de impulsão da água seja transmitida no sentido albufeira-margens.

7 Não Rígidas: As barragens do tipo terra são formadas pela deposição de grandes quantidades de terra sobre os cursos de água, sendo posteriormente compactada por equipamentos mecânicos específicos. Porém, também podem ser o resultado de escavações junto aos cursos de água.

8 Enrrocamento – Este tipo de barragem é formado através da deposição de blocos de rocha de tamanho variado, sendo a sua consolidação obtida através de um cimento impermeável de origem sedimentar.

9 A energia hidrelétrica é a obtenção de energia elétrica através do aproveitamento do potencial hidráulico de um rio. Para que esse processo seja realizado é necessária a construção de usinas em rios que possuam elevado volume de água e que apresentem desníveis em seu curso. Barragens para Geração de Energia

10 A força da água em movimento é conhecida como energia potencial, essa água passa por tubulações da usina com muita força e velocidade, realizando a movimentação das turbinas. Nesse processo, ocorre a transformação de energia potencial (energia da água) em energia mecânica (movimento das turbinas). As turbinas em movimento estão conectadas a um gerador, que é responsável pela transformação da energia mecânica em energia elétrica.

11 Os usos múltiplos de reservatórios, segundo Cruz e Fabrizy (1995), são planos de aproveitamento de recursos hídricos projetados e operados para atender dois ou mais propósitos.

12 Tipos de Uso Geração de Energia Abastecimento Urbano Regularização de Enchentes

13 Brasil, maior produtor de hidroeletricidade da América Latina, possui aproximadamente 600 barragens e está planejada a construção de 432 novas barragens até 2015, principalmente na bacia do rio Tocantins, na Amazônia e na região Sul [Silva (2001)].

14 Barragens pelo Brasil Barragem da Pedra Localização: Jequié – BA Usina Hidrelétrica Água Vermelha Localização: Iturama – SP Barragem do Fogareiro Localização: Quixeramobim - CE

15 Barragens pelo Brasil (Curiosidades – Barragem Itaipú) Considerada a maior hidrelétrica do mundo em geração de energia; A barragem principal tem 196 metros de altura, o que é equivalente a um prédio de 65 andares; O comprimento total da barragem é metros.

16 Barragens da Paraíba Barragem de Acauã Localização: Itatuba - PB Barragem Epitácio Pessoa Localização: Boqueirão - PB

17 Barragens da Paraíba Barragem do Açude de Santa Inês Localização: Conceição - PB Barragem Engenheiro Ávidos Localização: Cajazeiras - PB

18 Prós Geração de Energia; Abastecimento Urbano; Regularização de Enchentes; Recreação; Aqüicultura; Produção de fertilizantes; Contras Aumento da superfície de evaporação; Alteração da morfologia dos sistemas terrestres; Modificações no balanço hídrico ; Deslocamento compulsório da população para terras menos produtivas ;

19 Barragem das Três Gargantas Concluída em 20 de Maio de 2006 Localização: China Bacia do rio Yangtzé

20 Dados da Barragem Turbinas: 32 (6 subterrâneas) Potência Nominal: 700 MW (megawatts) Potência instalada: 9800 MW (2005) Potência instalada total: MW (prevista) Recorde de produção anual: 49,09 kwh/ano (2005) Concreto utilizado: 27,94 milhões m³ Comprimento da barragem: 2309 metros (só concreto) Capacidade de vazão: m³/s Reservatório:Extensão: 600 km Área: 1084 km² Armazenamento: 39,3 km³ Nível normal de operação: 175 m

21 Barragens de Terra

22 Finalidades Represamento de água que irá servir para o abastecimento humano, industrial ou mesmo para a irrigação ou para piscicultura; Controlar o regime fluvial (cheias) de um rio e seus afluentes.

23 Elementos Constituintes Fonte: Barragem de terra: Conceitos básicos e análise da estabilidade- João B. Queiroz de Carvalho.

24 Estudos Complementares à Construção Topográficos e Geológicos; Hidrológicos e Climáticos; Ecológicos e Sócio-Econômicos; Geotécnicos; Referentes à Definição da Fundação.

25 Construção da Barragem Atividades Preliminares: Limpeza e desmatamento de toda área da construção; Construção de apoio: escritório, oficinas, laboratórios e sanitários; Definição dos acessos e vias de trânsitos para as pessoas, veículos e máquinas.

26 Construção da Barragem Início à obra: Execução da fundação; Preparação e execução do sangradouro; Construção do maciço e partes constituintes.

27 Fonte:

28 Devido a grande dimensão dessas obras e à mudança do uso do solo em seu entorno, ocorrem impactos ambientais tanto durante a construção quanto após o início da operação. Barragens - Mudanças

29 Mudanças Fatores Abióticos (não-vivos); Fatores bióticos (vivos).

30 Abióticos

31 Água Velocidade; Oxigenação; Pressão Hidrostática.

32 Clima Temperatura; Umidade relativa; Insolação; Ventos; Geologia.

33 Bióticos (vivos)

34 Afogamento; Oxigenação. Vegetação

35 Fauna Terrestre Deslocamento do Habitat Natural; Afogamento; Desequilíbrio do Habitat de Mudança.

36 Fauna Aquática Mudança das espécies; Piracema.

37 Conflitos

38 Desapropriação do Local; Deslocamento da População; Ressarcimento de Valores.

39 No Brasil Cerca de um milhão de pessoas, ou duzentas mil famílias, já foram vítimas de deslocamentos forçados provocados pela construção de barragens hidrelétricas. Mais de 34 mil km2 (ou 3,4 milhões de hectares) de terras foram inundadas para a formação dos reservatórios 34 mil km2 (ou 3,4 milhões de hectares) de terras foram inundadas para a formação dos reservatórios.

40 MAB Movimento dos Atingidos pelas Barragens; Movimento Popular.

41 Alguns Casos Usina Hidrelétrica de Irapé ; Quebra da Barragem de Camará.

42 Referências Bibliográficas CRUZ, H. C.; FABRIZY, N. L. P. (1995). Impactos Ambientais de Reservatórios e Perspectivas de Uso Múltiplo. SILVA, L. M. C. (2001). Gestão sustentável de reservatórios, in Conflitos e uso sustentável dos recursos naturais. Barragens de Terra: Conceitos básicos e análise da estabilidade - Texto Técnico, João B. Queiroz de Carvalho. Disponível em: Acesso em: 12/09/2011 Disponível em: Acesso em: 12/09/2011 Disponível em: Acesso em: 15/09/2011. Disponível em: Acesso em 14/09/2011. Disponível em: Acesso em 14/09/2011 Disponível em: Acesso em: 13/09/2011


Carregar ppt "BARRAGENS PARA GERAÇÃO DE ENERGIA,CONTROLE DE CHEIAS E IRRIGAÇÃO; USOS MULTIPLOS E CONFLITOS Grupo: Anderson Rodrigues Helline Marinho Helline Marinho."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google