A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Newsmaking e Gatekeeper. Portanto: o jornalismo está longe de ser o espelho do real. É, antes, a construção social de uma suposta realidade. Dessa forma,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Newsmaking e Gatekeeper. Portanto: o jornalismo está longe de ser o espelho do real. É, antes, a construção social de uma suposta realidade. Dessa forma,"— Transcrição da apresentação:

1 Newsmaking e Gatekeeper

2

3 Portanto: o jornalismo está longe de ser o espelho do real. É, antes, a construção social de uma suposta realidade. Dessa forma, é no trabalho da enunciação que os jornalistas produzem os discursos, que, submetidos a uma série de operações e pressões sociais, constituem o que o senso comum das redações chama de notícia (Felipe Pena, p. 128) Ou seja, existe um newsmaking. Autores: Gaye Tuchman, Mauro Wolf, Jorge Pedro Souza.

4 A construção da notícia (Gaye Tuchman): Três obrigações: – Tornar possível o reconhecimento de um fato desconhecido como acontecimento notável; – Elaborar formas de relatar os acontecimentos que não tenham a pretensão de dar a cada fato ocorrido um tratamento idiossincrático; – Organizar, temporal e espacialmente, o trabalho de modo que os acontecimentos noticiáveis possam afluir e ser trabalhados de uma forma planificada.

5 O sentido da manipulação na teoria do Newsmaking: Não é um fato determinado simplesmente por pressões externas e fatores extrajornalísticos. Mas... Há uma distorção inconsciente, vinculada à rotina de produção e aos valores compartilhados entre jornalistas e na cultura profissional.

6 As forças que agem no newsmaking: Ação pessoal: as notícias resultam parcialmente das pessoas e suas intenções; Ação social: as notícias são fruto das dinâmicas e dos constrangimentos do sistema social; Ação ideológica: as notícias têm origem nas forças de interesse que dão coesão aos grupos; Ação cultural: as notícias são produto dos sistema cultural em que são produzidas; Ação do meio físico: as notícias dependem dos dispositivos tecnológicos que são usados na sua fabricação; Ação histórica: as notícias são um produto da história, durante a qual interagem as outras cinco forças.

7 O Gatekeeper

8 Teoria que privilegia a ação pessoal (e não social/cultural, como no newsmaking); Refere-se à pessoa que tem o poder de decidir e se deixa passar a informação ou se a bloqueia (Felipe Pena, p. 133). Jornalista como um gatekeeper (porteiro). Autores: Kurt Lewin (psicologia – hábitos alimentares), David Manning White (Universidade de Boston).

9 A pesquisa de White: Mr. Gates (um jornalista com 25 anos de carreira, numa pequena cidade), com a tarefa de selecionar o que era ou não para ser noticiado explicações para não noticiar. Maioria (833): Não havia espaço. Nelson Traquina: É interessante observar que, quanto mais tarde do dia chegavam as notícias, maior era a proporção de anotação sem espaço ou não serviria.


Carregar ppt "Newsmaking e Gatekeeper. Portanto: o jornalismo está longe de ser o espelho do real. É, antes, a construção social de uma suposta realidade. Dessa forma,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google