A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FOTOGRAMETRIA E FOTOINTERPRETAÇÃO Mosar Faria Botelho.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FOTOGRAMETRIA E FOTOINTERPRETAÇÃO Mosar Faria Botelho."— Transcrição da apresentação:

1 FOTOGRAMETRIA E FOTOINTERPRETAÇÃO Mosar Faria Botelho

2 FOTOGRAMETRIA Fotogrametria deve ser definida como a arte, ciência e tecnologia de obtenção de informações sobre os objetos físicos no mundo real e o ambiente, por meio de processos de gravação, medida e interpretação de imagens fotográficas tomadas com câmaras métricas convencionais ou câmaras não métricas, além de modelos de energia eletromagnética radiante. A definição ainda inclui análise de modelos de energia acústica radiante e fenômenos magnéticos. WOLF (1974)

3 CONCEITO FOTOGRAMETRIA A ciência do processo consiste na análise das fotografias, tal como a interpretação dos dados, além do desenvolvimento de modelos matemáticos que cumprem o mister de relacionamento entre os espaços imagem e objeto envolvidos nas medidas dos dados com o uso da tecnologia ao qual se refere. Atualmente, a arte do procedimento se resvala na automação dos processos fotogramétricos. No entanto, auxilia a reconstrução dos processos analógicos para o ambiente digital. A tecnologia engloba todas as etapas no que tange os processos de automação e desenvolvimento de aplicativos, equipamentos, entre outros. Nos dias atuais as fotografias analógicas, tomadas com câmaras métricas convencionais, estão sendo substituídas por imagens digitais tomadas comcâmaras métricas digitais (ADS-40) e câmaras não métricas digitais, tais como as câmaras digitais da Sony F717 com resolução de 5.4 μm.

4 CONCEITO FOTOGRAMETRIA A resolução espacial é determinada pela capacidade do detector em distinguir objetos na superfície terrestre. Em geral, a resolução espacial de um detector é expressa em termos do seu campo instantâneo de visada ou IFOV ("instantaneous field of view"). O IFOV define a área do terreno focalizada a uma dada altitude pelo instrumento sensor. De uma forma simplificada, o IFOV representa o tamanho do pixel. A resolução geométrica de um detector é determinada pela resolução do ângulo sólido do IFOV, em mrad (milirad), e pela altitude do sistema sensor e é expressa em metros na superfície terreno. Como exemplo, um IFOV de 1 mrad (1 mrad = 0,057°) significa que o elemento de terreno abrangido pelo detector, numa altitude nadir de 1000 m, tem o tamanho de 1 m. RESOLUÇÃO ESPACIAL E GEOMÉTRICA

5 CONCEITO FOTOGRAMETRIA RESOLUÇÃO RADIOMÉTRICA A resolução radiométrica é dada pelo número de valores digitais representando níveis de cinza, usados para expressar os dados coletados pelo sensor. Quanto maior o número de valores, maior é a resolução radiométrica. Uma de 2 níveis de cinza (1 bit) e outra com 32 níveis de cinza (5 bits). O número de níveis de cinza é comumente expresso em função do número de dígitos binários (bits) necessários para armazenar, em forma digital, o valor do nível máximo. O valor em bits é sempre uma potência de 2. Assim, 5 bits significam 2 5 = 32 níveis de cinza. Os satélites LANDSAT e SPOT têm resolução radiométrica de 8 bits, o que significa o registro de imagens em 256 níveis de cinza. Fonte: Crósta, 1993, p. 27

6 CONCEITO FOTOGRAMETRIA REVISÃO Restituidores de Projeção Ótico-Mecânica Aparelho fotogramétrico que dominou de 1960 a 1998, e muitos, funcionando bem até os dias de hoje. Plotar um ponto com a precisão de 0,04% da Hv, isto é, um erro de 4cm para fotos tomadas a 1.000,0 metros sobre a cota média da área.

7 CONCEITO FOTOGRAMETRIA REVISÃO Fotogrametria Analítica Instrumental deste tipo de fotogrametria assim como os da analógica também faz uso de diapositivos fotográficos, devido sua alta precisão e estabilidade dimensional Determinar as coordenadas terrestres de qualquer ponto através de processos analíticos, principalmente através das chamadas Equações de Colinearidade e Equações de Coplanaridade, ao invés de ser uma solução mecânica, que obedecia a intercessão mecânica das barras que simulavam os feixes luminosos dos raios homólogos.

8 CONCEITO FOTOGRAMETRIA REVISÃO Fotogrametria Digital Em Fotogrametria Digital trabalha-se com fotos ou imagens no formato digital (softcopy), enquanto na Fotogrametria Analógica trabalha-se nos diafilmes fotográficos de altíssima precisão (hardcopy). A obtenção destas fotos digitais pode ser através de scanners, de alta precisão geométrica e fidelidade de cor ou, diretamente, a partir de câmeras digitais PHODIS (Zeiss/Image) SOCET- SET (Leica/Helava) 1995

9 CONCEITO FOTOGRAMETRIA REVISÃO Fotogrametria Digital Câmera digital Leica ADS-40 Câmera digital Zeiss/Image A câmera digital ADS-40 não toma uma chapa fotográfica quadrada como as câmeras convencionais de filmes, possui 7 sensores tipo CCD em linha que funcionam: 1 – de linha pancromático para trás; 2 – de linha pancromático nadiral; 3 – de linha pancromático para frente; 4 – de linha infravermelho próximo; 5, 6 e 7 linhas coloridas, azul, verde e vermelho.

10 CONCEITO FOTOGRAMETRIA REVISÃO Fotogrametria Digital

11 CONCEITO FOTOGRAMETRIA REVISÃO Fotogrametria Digital Scanners Fotogramétricos Scanner fotogramétrico Leica, DSW Alguns scanners fotogramétricos estão conseguindo precisão alta acusando erros da ordem RMSE = 1,5 a 2,3 μm; respectivamente em x e y. Expressa-se a resolução em filmes e fotos em pares de linhas/mm (lp/mm). Uma boa câmera fotogramétrica atual chega a alcançar resolução de 125lp/mm, ficando na prática entre 30-70lp/mm. 50lp/mm corresponde então a 100 linhas em um mm, logo resolução de 10μm que é um valor máximo de resolução que deve ser usado ao se escanear um filme.

12 CONCEITO FOTOGRAMETRIA REVISÃO Fotogrametria Digital Scanners Fotogramétricos Exemplo de espaço ocupado por uma foto digital Para se ter uma idéia da memória necessária para se armazenar fotografias digitais vamos ver o caso de se escanear uma foto colorida obtida por uma câmera cartográfica (23 x 23cm) : - resolução (tamanho do pixel) 25,4μm (aprox dpi) - tamanho da foto 230 x 230 mm - nº de pixels por linha total de pixels da fotografia digitalizada se esta fosse P&B 78,2 MB - se for uma foto colorida (RGB) 234,6 MB Observe que um rolo de filme utilizado pela maior parte das câmeras aéreas chega a ter 500 fotos (aprox. 114,6GB).


Carregar ppt "FOTOGRAMETRIA E FOTOINTERPRETAÇÃO Mosar Faria Botelho."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google