A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

METODOLOGIA Etapa l - Caracterização da Pesquisa (1) Do ponto de vista de sua natureza, será: Pesquisa Básica: objetiva gerar conhecimentos novos úteis.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "METODOLOGIA Etapa l - Caracterização da Pesquisa (1) Do ponto de vista de sua natureza, será: Pesquisa Básica: objetiva gerar conhecimentos novos úteis."— Transcrição da apresentação:

1 METODOLOGIA Etapa l - Caracterização da Pesquisa (1) Do ponto de vista de sua natureza, será: Pesquisa Básica: objetiva gerar conhecimentos novos úteis para o avanço da ciência sem aplicação prática prevista. Envolve verdades e interesses universais. Pesquisa Aplicada: objetiva gerar conhecimentos para aplicação prática dirigidos à solução de problemas específicos. Envolve verdades e interesses locais.

2 METODOLOGIA Etapa l - Caracterização da Pesquisa (2) Do ponto de vista da forma de abordagem do problema será: Pesquisa Quantitativa: análise de dados baseada no uso da estatística. Pesquisa Qualitativa: forma diferente de conhecer. Os pesquisadores tendem a analisar seus dados indutivamente.

3 METODOLOGIA Etapa l - - Caracterização da Pesquisa (3) Do ponto de vista de seus objetivos (Gil, 1991) será: Pesquisa Exploratória: visa proporcionar maior familiaridade com o problema com vistas a torná-lo explícito ou a construir hipóteses. Envolvem levantamento bibliográfico; entrevistas com pessoas que tiveram experiências práticas com o problema pesquisado; análise de exemplos que estimulem a compreensão. Assume, em geral, as formas de Pesquisas Bibliográficas e Estudos de caso. Pesquisa Descritiva: visa descrever as características de determinada população ou fenômeno ou o estabelecimento de relações entre variáveis. Envolvem o uso de técnicas padronizadas de coleta de dados: questionário e observação sistemática. Assume, em geral, a forma de levantamento.

4 METODOLOGIA Etapa l - - Caracterização da Pesquisa (4) Pesquisa Explicativa: visa identificar os fatores que determinam ou contribuem para a ocorrência dos fenômenos. Aprofunda o conhecimento da realidade porque explica a razão, o porquê das coisas. Assume, em geral, a formas de Pesquisa Experimental.

5 METODOLOGIA Etapa l - - Caracterização da Pesquisa (5) Do ponto de vista dos procedimentos técnicos será: Pesquisa Bibliográfica: quando elaborada a partir de material já publicado, constituído principalmente de livros, artigos de periódicos, teses e dissertações. Pesquisa Documental: quando elaborada a partir de documentos conservados no interior de órgãos públicos e privados. Ex: registros, anais, regulamentos, ofícios, memorandos, balancetes, comunicações informais, etc. Pesquisa Experimental: quando se determina um objeto de estudo, seleciona-se as variáveis que seriam capazes de influenciá-lo, define-se as formas de controle e de observação dos efeitos que a variável produz no objeto.

6 METODOLOGIA Etapa l - - Caracterização da Pesquisa (6) Levantamento: quando a pesquisa envolve a interrogação direta das pessoas cujo comportamento se deseja conhecer. Estudo de caso: quando envolve o estudo profundo e exaustivo de um ou poucos objetos de maneira que se permita o seu amplo e detalhado conhecimento. Pesquisa Participante: quando se desenvolve a partir da interação entre pesquisadores e membros das situações investigadas.

7 Etapa II – Definição da POPULAÇÃO E AMOSTRA POPULAÇÃO:é um conjunto de elementos (empresas, produtos, pessoas) que possuem as características que serão objeto de estudo. AMOSTRA: é uma parte do universo (população) escolhida segundo algum critério de representatividade.

8 EXEMPLO DE AMOSTRA

9 TIPOS DE AMOSTRAS

10 AS AMOSTRAS OPODEM SER : a) NÃO-PROBABILISTICAS : amostras acidentais: composta por acaso, com pessoas que vão aparecendo; amostras por quotas: diversos elementos constante da população/universo, na mesma proporção; amostras intencionais: escolhidos casos para a amostra que representem o bom julgamento da população/universo.

11 AS AMOSTRAS OPODEM SER : b) PROBABILISTICAS (são compostas por sorteio): amostra casual simples: cada elemento da população tem oportunidade igual de ser incluído na amostra; amostra casual estratificada: cada estrato, definido previamente, estará representado na amostra; amostra por agrupamento: reunião de amostras representativas de uma população

12 Etapa III – Definição dos instrumentos de Coleta de Dados (1) a)Observação: quando se utiliza os sentidos na obtenção de dados de determinados aspectos da realidade - pode ser: observação assistemática: não tem planejamento e controle previamente elaborados; observação sistemática: tem planejamento, realiza-se em condições controladas para responder aos propósitos pré-estabelecidos; observação não-participante: o pesquisador presencia o fato, mas não participa; observação individual: realizada por um pesquisador; observação em equipe: feita por um grupo de pessoas; observação na vida real: registro de dados à medida que ocorrem; observação em laboratório: onde tudo é controlado.

13 Etapa III – Definição dos instrumentos de Coleta de Dados(2) b) Entrevista: é a obtenção de informações de um entrevistado, sobre determinado assunto ou problema - pode ser: estruturada: Roteiro previamente estabelecido; não-estruturada: Não existe rigidez de roteiro. Pode-se explorar mais amplamente algumas questões.

14 Etapa III – Definição dos instrumentos de Coleta de Dados(3) c) Questionário: é uma série ordenada de perguntas, que devem ser respondidas por escrito pelo informante - podem ser: abertas: Qual é a sua opinião?; fechadas: duas escolhas: sim ou não; múltiplas escolhas: fechadas com uma série de respostas possíveis. Obs.: Sempre deixar o entrevistado à vontade

15 Etapa III – Definição dos instrumentos de Coleta de Dados(4) d) Formulário: é uma coleção de questões perguntadas e anotadas por um entrevistador numa situação face a face com a outra pessoa/o informante. Existe a possibilidade de uso da internet, correio, malote, etc. Obs.: Tanto na entrevista como no formulário, com relação ao fornecedor da informação, deve-se: a)Definir o objetivo do questionário; b)Destacar a importância do entrevistado; c)Destacar a contribuição do entrevistado; d)Disponibilizar os resultados ao entrevistado

16 Etapa IV – Definição da forma como os dados serão tabulados e analisados A) Quanto aos meios: 1) Os métodos estatísticos; 2) Instrumentos manuais 3) Instrumentos computacionais (planilha eletrônica). B) Quanto à apresentação: 1) Gráficos 2) Tabelas 3) Quadros, etc

17 Etapa V – Descrever o objeto da perquisa INCLUIR DADOS DA ORGANIZAÇÃO Nome da organização. Endereço, telefone, fax e site. Nome do(s) proprietário(s) Ramo de atividade, tipos de produtos e serviços. Nacionalidade Faturamento Porte da empresa Número de estabelecimentos Histórico da organização: contendo a data e local da fundação, principais fases ou etapas da organização INCLUIR DADOS DA ORGANIZAÇÃO Composição da Diretoria Organograma da organização Principais concorrentes Número de empregados que a empresa possui (separar por área) e jornada de trabalho (turnos, quantos, horários dos turnos) Missão da organização Objetivos de curto prazo Objetivos de longo prazo

18 CRONOGRAMA - (As atividades que estão escritas na cor preta são obrigatórias para todos os trabalhos) MESES ATIVIDADES FE V MARMAR ABRABR M AI JU N AGOAGO SE T O UT NOVNOV DE Z Realizar levantamento bibliográficoXXX Desenvolver revisão da literaturaXXXX Entregar revisão da literaturaX Elaborar questionário Realizar pesquisa Tabular dados de pesquisa Descrever situação atual Elaborar proposta de melhorias Elaborar conclusãoX Entregar o relatório finalXX

19 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E CALENDÁRIO ETAPA DATA DE ENTREGA TÍTULOAVALIAÇÃO 1ª29/03/2012 INTRODUÇÃO - envolve: 1.Introdução 1.1 Definição do Problema da Pesquisa 1.2 Objetivos da Pesquisa 1. 3 Justificativa 10% 2ª03/05/2012REVISÃO BIBLIOGRÁFICA20% 3ª31/05/2012METODOLOGIA20% 4ª14/06/2012PROJETO DOTRABLHO DE CURSO50%

20 Sites para Pesquisar Artigos Científicos (Cadernos de Pesquisas da FEA/USP) (Seminários de Administração da FEA/USP) (procurar em eventos e em enangrad – encontro nacional de graduação em administração) (Banco de teses e dissertações da USP) (procurar em biblioteca digital e teses e dissertações) (procurar do ano atual e em edições anteriores) Revista de Administração de Empresas) (procurar em publicações) - revista eletrônica de Administração - periódicos e banco de teses banco de teses e dissertações - revista eletrônica – Fundação Escola e Comércio Álvares Penteado - revista eletrônica de administração - UFSC (Scientific Electronic Library Online) (Biblioteca da PUC-Campinas)

21 Revistas para Pesquisar Artigos Científicos Revista de Administração de Empresas – FGV (RAE) Revista de Administração da USP (RA-USP) Revista de Administração Pública (RAP) Revista de Administração Contemporânea (RAC) Revista de Gestão e Produção

22 SUMÁRIO Resumo INTRODUÇÃO Definição do Problema da Pesquisa Objetivos da Pesquisa (Objetivos Gerais e Específicos) Justificativa (Importância, Oportunidade e Viabilidade) REVISÃO BIBLIOGRÁFICA Planejamento Estratégico Gestão de Pequenas Empresas Planejamento Estratégico Situacional METODOLOGIA Caracterização da Pesquisa Técnicas de Coleta e Análise de Dados Descrição do Objeto de Estudo CRONOGRAMA REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS APÊNDICE ANEXO V


Carregar ppt "METODOLOGIA Etapa l - Caracterização da Pesquisa (1) Do ponto de vista de sua natureza, será: Pesquisa Básica: objetiva gerar conhecimentos novos úteis."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google