A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR 2012.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR 2012."— Transcrição da apresentação:

1 FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR 2012

2 Cooperação CAPES – FAPs 1.Participação da CAPES nas Parcerias: Ações conjuntas Análise e julgamento na seleção de projetos; Idem na seleção de bolsistas; Acompanhamento e avaliação do desempenho dos projetos; Idem para os bolsistas; Participação com a FAP na elaboração de editais para aquisição de equipamentos

3 Cooperação CAPES – FAPs 2. Ações mais freqüentes indicadas pelas FAPs para apoio nas Parcerias CAPES – FAPs: RECURSOS DE CUSTEIO 1.Apoio aos cursos de pós-graduação do Estado; 2.Estímulo ao aumento da matrícula na pós-graduação; 3.Concessão de bolsas de Mestrado; 4.Concessão de bolsas de Doutorado; 5.Concessão de bolsas de Pós-Doutorado;

4 Cooperação CAPES – FAPs 2. Ações indicadas pelas FAPs (freqüência intermediária) para apoio nas Parcerias CAPES – FAPs: RECURSOS DE CUSTEIO 6.Taxas de Bancada; 7.Estímulo à cooperação acadêmica; 8.Apoio à titulação de docentes das IES do Estado; 9.Apoio a projetos MINTER e DINTER; 10.Ampliação do Programa PVNS; 11.Bolsas para contratação e fixação de doutores; 12.Apoio a programas de mobilidade acadêmica: PROCAD e Casadinho;

5 Cooperação CAPES – FAPs 2. Ações indicadas pelas FAPs (Menor Freqüência) para apoio nas Parcerias CAPES – FAPs: RECURSOS DE CUSTEIO 13.Apoio diferencial a cursos com conceitos 5, 6 ou 7 (preferencialmente); 14.Projetos de apoio a atividades na Educação Básica; 15.Apoio a editais em áreas estratégicas; 16.Programas de internacionalização da pós-graduação; 17.Formação de professores em matemática e ciências para a Educação Básica; 18.Bolsas de Inovação Tecnológica; 19.Programas de iniciação Junior em matemática e ciências; 20.Programas de apoio a novos grupos de pesquisa; 21.Programas de estímulo ao Doutorado Sanduíche no exterior (PDEE)

6 Cooperação CAPES – FAPs 3. Ações indicadas pelas FAPS para apoio nas Parcerias CAPES – FAPs: RECURSOS DE CAPITAL 1.Suporte adicional ao Programa Pro-Equipamentos; 2.Apoio à aquisição de equipamentos especiais; 3.Recursos de capital para apoio a novos grupos de pesquisa.

7 Relatório dos Acordos de Cooperação da Capes com as Fundações de Amparo a Pesquisa dos Estados

8 Capes/FAPERJ Período de Vigência: JULHO/ JUNHO/2015 Modalidades de Apoio: Bolsas de Estudo e Capital Recursos: CAPES: R$ 46,9 milhões FAPERJ: R$ 46,9 milhões TOTAL: R$ 93,8 milhões Implementação: bolsas de pós doutorado possuem vigência de cinco anos e os auxílios para compra de equipamentos de um ano. Até o momento já foram lançados e implementados os quatro editais previstos no primeiro acordo e três editais do segundo acordo (dois referentes às bolsas de pós-doc e outro referente à compra de equipamento). Atualmente estão em implementação por parte da Capes 200 bolsas das 240 concedidas nos três editais. O quarto edital acabou de ser julgado e terá 48 bolsas Capes a serem implementadas a partir de outubro. Os recursos para compra de equipamento foram integralmente repassados para os Coordenadores dos 63 projetos aprovados nos três editais lançados. O quarto Edital para aquisição de material permanente (Equipamento solidário) será lançado em 2012.

9 TIPO DE DESPESA METAS CAPES BOLSAS 1. Aprovação de Editais de Seleção de Projetos 2. Participar da Seleção dos bolsistas junto com a Faperj 3. Concessão de bolsas de pós-doutorado 4. Acompanhar e avaliar junto com a Faperj o desempenho dos bolsistas CAPITAL 5. Elaborar com a Faperj edital para seleção de projetos de aquisição de equipamentos 6. Liberação de recursos para aquisição de equipamentos no âmbito dos projetos aprovados FAPERJ BOLSAS 1. Elaboração de Editais de Seleção dos Projetos de Pós-Doutoramento junto com a Capes 2. Concessão de taxas de bancada para todas as bolsas de pós-doutorado previstas 3. Concessão de bolsas de pós-doutorado 4. Acompanhar e avaliar junto com a Capes o desempenho dos bolsistas CAPITAL 5. Elaborar com a Capes edital para seleção de projetos de aquisição de equipamentos 6. Efetuar a seleção das propostas de aquisição de equipamentos junto com a Capes ACORDO DE COOPERAÇÃO: Capes/FAPERJ

10 Capes/FAPEMIG Período de Vigência: OUTUBRO/ OUTUBRO/2017 Modalidades de Apoio: Bolsas de Estudo, Custeio e Capital Recursos:CAPES: R$ 46,0 milhões FAPEMIG: R$ 24,0 milhões TOTAL: R$ 70,0 milhões Implementação: foram lançados editais para seleção de bolsistas de pós-doutorado e projetos para a Educação Básica.

11 ACORDO DE COOPERAÇÃO: Capes/FAPEMIG TIPO DE DESPESAMETAS CAPES CUSTEIO 1. Apoio aos Cursos com Conceitos, preferencialmente, 5,6 e 7 2. Projeto de Apoio à Pesquisa em Educação Básica BOLSAS 3. Bolsas de pós-doutorado CAPITAL 4. Recursos para equipamentos FAPEMIG CUSTEIO 1. Taxas de bancada 2. Apoio aos Cursos com Conceitos, preferencialmente, 5,6 e 7 3. Projeto de Apoio à Pesquisa em Educação Básica BOLSAS 4. Bolsas de pós-doutorado CAPITAL 5. Recursos para equipamentos

12 Capes/Fundação Araucária Período de Vigência: JUNHO/2012 – JUNHO/2017 Modalidades de Apoio: Bolsas de Estudo e Custeio Recursos:Capes: R$ 49,0 milhões Fundação Araucária: R$ 25,0 milhões TOTAL: R$ 74,0 milhões

13 ACORDO DE COOPERAÇÃO: Capes/Fundação Araucária TIPO DE DESPESA METAS CAPES CUSTEIO 1.Apoio aos Cursos de Pós-graduação 2. Mobilidade acadêmica BOLSAS 3. Bolsas de pós-doutorado 4. Pós-doutorado nas empresas 5. Bolsa de mestrado e doutorado Fundação Araucária CUSTEIO 1.Apoio aos Cursos de Pós-graduação 2. Mobilidade acadêmica BOLSAS 3. Bolsas de pós-doutorado 4. Pós-doutorado nas empresas 5. Bolsa de mestrado e doutorado CAPITAL 6. Complemento aso Pró-equipamento

14 Capes/FACEPE Período de Vigência: DEZEMBRO/2009 – JANEIRO/2015 Modalidades de Apoio: Custeio e Bolsas de Pós-Doutorado e Pró- doutoral Recursos:CAPES: R$ 20,1 milhões FACEPE: R$ 10,0 milhões TOTAL: R$ 30,1 milhões Implementação: até o final de 2011 foram implementados R$ ,00 dos R$ ,00 previstos.

15 ACORDO DE COOPERAÇÃO: CAPES / FACEPE TIPO DE DESPESA METAS CAPES CUSTEIO 1. Estímulo à Cooperação Acadêmica 2. Estímulo ao Aumento de Matrículas na Pós-Graduação BOLSAS 3. Quota de Bolsas de Pós-Doutorado 4. Quota de Bolsas de Professor Visitante Sênior FACEPE CUSTEIO 1. Apoio a Projetos DINTER/MINTER 2. Complementação do Pró-Equipamentos 3. PRODOUTORAL para IES Estaduais ou Municipais BOLSAS 4. Complementação das Bolsas de Pós-Doutorado

16 Capes/FAPEMAT Período de Vigência: DEZEMBRO/ DEZEMBRO/2015 Modalidades de Apoio: Bolsas de Mestrado (incluindo MINTER), Doutorado (incluindo DINTER) Recursos:CAPES: R$ 7,5 milhões FAPEMAT: R$ 3,3 milhões TOTAL: R$ 10,8 milhões Implementação: Aditivo a ser assinado com novas metas e cronograma de execução.

17 ACORDO DE COOPERAÇÃO: Capes/FAPEMAT TIPO DE DESPESA METAS CAPES CUSTEIO 1. Bolsas de Doutorado 2. Bolsas de Mestrado 3. Bolsas para docente (doutorado) 4. Bolsas docente (mestrado) FAPEMAT CUSTEIO 5. Apoiar Projetos Dinter/Minter

18 Capes/FUNCAP Período de Vigência: AGOSTO/ AGOSTO/2015 Recursos:CAPES: R$ 19,3 milhões FUNCAP: R$ 8,4 milhões TOTAL: R$ 27,7 milhões Implementação: Acordo reativado após avaliação das metas. A FUNCAP lançou, em 2011, editais para implementação das ações, com a concordância da Capes, cujas propostas foram selecionadas em junho de 2012.

19 ACORDO DE COOPERAÇÃO: Capes/FUNCAP TIPO DE DESPESAMETAS CAPES CUSTEIO 1. Apoio a Projetos DINTER/MINTER 2. Estímulo a Cooperação Acadêmica 3. Editais em áreas estratégicas 4. Custeio de bolsas de Pró-Doutorado BOLSAS 5. Quota de bolsas de Pós-Doutorado 6. Bolsas de PNVS FUNCAP CUSTEIO 1. Apoio a Projetos DINTER/MINTER 2. Passagens para os Bolsistas de PNVS 3. Editais em áreas estratégicas 4. Cooperação no Exterior BOLSAS 5. Complementação de Bolsas Pós-Doutorado CAPITAL 6. Complementação do Edital Pró-Equipamentos

20 Capes/FAPESPA Período de Vigência: AGOSTO/ AGOSTO/2015 Modalidades de Apoio: Bolsas de Pós-Doutorado e PVNS, Custeio e Capital Recursos:CAPES: R$ 16,8 milhões FAPESPA: R$ 4,5 milhões TOTAL: R$ 21,3 milhões Implementação: Até o final de 2011 foram implementados R$ ,00 referente à descentralização de recursos para as IES publicas do Estado visando o fortalecimento de seus Programas de Pós Graduação. Acordo suspenso sendo negociada revisão com a Capes.

21 ACORDO DE COOPERAÇÃO: Capes/FAPESPA TIPO DE DESPESA METAS CAPES CUSTEIO 1. Ampliação da Oferta DINTER 2. Complementação ao Pró-Equipamentos 3. Apoio a Contratação de Doutores BOLSAS 4. Ampliação da oferta de Bolsas de Pós-Doutorado 5. Ampliação da utilização da bolsas PNVS CAPITAL 6. Apoio a Contratação de Doutores FAPESPA CUSTEIO 1. Ampliação da Oferta DINTER 2. Complementação ao Pró-Equipamentos 3. Ampliação da utilização da bolsas PNVS 4. Apoio a Contratação de Doutores BOLSAS 5. Ampliação da oferta de Bolsas de Pós-Doutorado CAPITAL 6. Apoio a Contratação de Doutores

22 Capes/FAPERGS Período de Vigência: AGOSTO/ AGOSTO/2016 Modalidades de Apoio: Bolsas de Mestrado, Doutorado, Pós- doutorado, Custeio e Capital Recursos:CAPES R$ 102,7 milhões FAPERGS R$ 51,2 milhões TOTAL R$ 153,9 milhões Implementação: as ações do Acordo se iniciaram em 2012 e estão sendo acompanhadas diretamente pela Capes.

23 ACORDODE COOPERAÇÃO: Capes/FAPERGS ACORDO DE COOPERAÇÃO: Capes/FAPERGS TIPO DE DESPESA METAS CAPES CUSTEIO 1. Programa de Internacionalização da Pós-Graduação BOLSAS 2. Concessão de Bolsas de Mestrado 3. Concessão de Bolsas de doutorado 4. Formação de Professores de Ciências, Matemática e Humanidades 5. Bolsas de Fixação de Doutores 6. Bolsas de Inovação Tecnológica FAPERGS 7. Programa de Iniciação em Ciências e Matemática CAPITAL 8. Programa Pró-Equipamentos FAPERGS CUSTEIO 1. Programa novos grupos de pesquisa 2. Programa de Internacionalização da Pós-Graduação BOLSAS 3. Concessão de Bolsas de Mestrado 4. Concessão de Bolsas de doutorado 5. Formação de Professores de Ciências, Matemática e Humanidades 6. Bolsas de Pós-Doutorado 7. Bolsas de Fixação de Doutores 8. Bolsas de Inovação Tecnológica FAPERGS 9. Programa de Iniciação em Ciências e Matemática CAPITAL 10. Programa Pró-Equipamentos

24 Capes/FAPITEC Período de Vigência: JUNHO/ JUNHO/2015 Modalidades de Apoio: Bolsas de Mestrado, Doutorado, Pós- doutorado e Custeio Recursos:CAPES R$ 16,0 milhões FAPITEC R$ 6,7 milhões TOTAL R$ 22,7 milhões Implementação: foram implementadas 54 bolsas de mestrado e 14 bolsas de doutorado. Ainda para 2012 está prevista a implementação de projetos vinculados às metas de estímulo à mobilidade e cooperação acadêmica e à efetividade dos programas de pós-graduação. Dois novos editais, referentes a bolsas de mestrado, de pós-doutorado e apoio a projetos, já foram analisados pela Procuradoria Jurídica na Capes e têm previsão de lançamento ainda em 2012.

25 ACORDO DE COOPERAÇÃO: Capes/FAPITEC TIPO DE DESPESA METAS CAPES CUSTEIO 1. Apoio ao Programa Pró-Equipamentos 2. Auxílio à Mobilidade de Professor Visitante Sênior 3. Apoio a Efetividade dos Programas de Pós-Graduação 4. Estímulo à Mobilidade e Cooperação BOLSAS 5. Bolsas de Pós-Doutorado 6. Bolsas de Mestrado 7. Bolsas de Doutorado 8. Quotas de Bolsas de Professor Visitante Sênior FAPITEC CUSTEIO 1. Apoio ao Programa Pró-Equipamentos 2. Auxílio à Mobilidade de Professor Visitante Sênior 3. Apoio a Efetividade dos Programas de Pós-Graduação 4. Estímulo à Mobilidade e Cooperação BOLSAS 5. Bolsas de Pós-Doutorado 6. Bolsas de Mestrado 7. Bolsas de Doutorado 8. Quotas de Bolsas de Professor Visitante Sênior

26 Capes/FAPEAL Período de Vigência: DEZEMBRO/ FEVEREIRO/2015 Modalidades de Apoio: Bolsas de Mestrado, Doutorado, Pós- doutorado, PVNS e Custeio Recursos:CAPES R$ 16,9 milhões FAPITEC R$ 5,3 milhões TOTAL R$ 22,2 milhões Implementação: foram implementadas 76 bolsas de mestrado e 6 bolsas de doutorado. As demais metas do Acordo, referentes a apoio a projetos, bolsas de pós-doutorado e bolsas de Professor Visitante Sênior, apesar de previstas para o ano de 2011, não tem previsão de implementação. A FAPEAL apresentou novo plano de trabalho para o Acordo de Cooperação, esse novo plano propõe a alteração de todas as metas e, portanto, dos valores totais do Acordo.

27 ACORDO DE COOPERAÇÃO: Capes/FAPEAL TIPO DE DESPESA METAS CAPES CUSTEIO 1. Estímulo à Pós-Graduação 2. Passagens Aéreas para Professor Visitante Sênior 3. Apoio ao Programa Pró-Equipamentos 4. Apoio ao Desenvolvimento de Áreas Estratégicas 5. Estímulo à Mobilidade e Cooperação BOLSAS 6. Quotas de Bolsas de Pós-Doutorado 7. Bolsas de Mestrado 8. Bolsas de Doutorado 9. Quotas de Bolsas de Professor Visitante Sênior FAPEAL CUSTEIO 1. Estímulo à Pós-Graduação 2. Passagens Aéreas para Professor Visitante Sênior 3. Apoio ao Programa Pró-Equipamentos 4. Apoio ao Desenvolvimento de Áreas Estratégicas 5. Estímulo à Mobilidade e Cooperação BOLSAS 6. Quotas de Bolsas de Pós-Doutorado 7. Bolsas de Mestrado 8. Bolsas de Doutorado 9. Quotas de Bolsas de Professor Visitante Sênior

28 Capes/FAPEAM Período de Vigência: MARÇO/2010 – MARÇO/2015 Modalidades de Apoio: Bolsas de Mestrado, Doutorado, Pós- doutorado, PVNS e Custeio Recursos:CAPES R$ 17,7 milhões FAPITEC R$ 9,0 milhões TOTAL R$ 26,7 milhões Implementação: foram implementadas 6 bolsas de doutorado e 2 bolsas de pós-doutorado vinculadas a 2 projetos que recebem recurso de custeio. Estamos aguardando o envio da documentação de mais 3 projetos aprovados para efetuarmos a rescisão do Acordo (de comum acordo entre as partes).

29 ACORDO DE COOPERAÇÃO: Capes/FAPEAM TIPO DE DESPESA METAS CAPES CUSTEIO 1. Auxílio a Projetos BOLSAS 2. Bolsas de Doutorado 3. Bolsas para Estágio de Curta Duração no Exterior (PDEE/Bolsa Sanduíche) 4. Quotas de Bolsas de Pós-Doutorado FAPEAM CUSTEIO 1. Auxílio Instalação aos Bolsistas PRO-DPD/AM 2. Auxílio Instalação aos Bolsistas PVS 3. Participação no Edital Pró-Equipamentos 4. Acompanhamento do Programa 5. Avaliação do Programa 6. Auxílio Tese BOLSAS 7. Bolsas de Doutorado 8. Quotas de Bolsas de Pós-Doutorado 9. Bolsas de Professor Visitante Sênior

30 ACORDO DE COOPERAÇÃO: Capes/FAPEG VIGÊNCIA DO ACORDO: OUTUBRO/ OUTUBRO/2015 TIPO DE DESPESA METAS CAPES CUSTEIO 1.Apoio aos Cursos com Conceitos, preferencialmente, 5,6 e 7 2. Projeto de Apoio à Pesquisa em Educação Básica BOLSAS 3. Bolsas de pós-doutorado CAPITAL 4. Recursos para equipamentos FAPEMIG CUSTEIO 1. Taxas de bancada; 2.Apoio aos Cursos com Conceitos, preferencialmente, 5,6 e 7 3. Projeto de Apoio à Pesquisa em Educação Básica BOLSAS 4. Bolsas de pós-doutorado CAPITAL 5. Recursos para equipamentos

31 ACORDO DE COOPERAÇÃO: Capes/FAPEPI VIGÊNCIA DO ACORDO: SETEMBRO/ SETEMBRO/2017 TIPO DE DESPESA METAS CAPES BOLSAS 1. Quotas de bolsas de Doutorado 2. Quotas de bolsas de Mestrado 3. Quotas de bolsas de Doutorado para Docente FAPEMIG CUSTEIO 1. Quotas de bolsas de Doutorado 2. Quotas de bolsas de Mestrado 3. Quotas de bolsas de Doutorado para Docente

32 ACORDO DE COOPERAÇÃO: Capes/FAPESB VIGÊNCIA DO ACORDO: OUTUBRO/ OUTUBRO/2017 TIPO DE DESPESA METAS CAPES CUSTEIO 1.Apoio a Minter e Dinter 2. Projeto de Área Estratégica 3. Apoio aos programas de pós-graduação das IES da BA BOLSAS 4. Bolsas de pós-doutorado 5. Bolsa de Mestrado 6. Bolsa de Doutorado FAPESB CUSTEIO 1.Apoio a Minter e Dinter 2. Projeto de Área Estratégica 3. Apoio aos programas de pós-graduação das IES da BA BOLSAS 4. Bolsas de pós-doutorado 5. Bolsa de Mestrado 6. Bolsa de Doutorado

33 Acordos a serem assinados no evento do CONFAP: Capes/FAPESB Capes/FAPEPI Capes/FAPERN Além dos acordos acima citados, a Capes está em negociação com as Fundações do Estado do Mato Grosso do Sul (FUNDECT), do Maranhão (FAPEMA), de Santa Catarina (FAPESC) e do Espírito Santo (FAPES).

34 Coopera ç ão CAPES - FAP's: Recursos Financeiros FAP Recursos Financeiros (R$ Milhões) CAPES (A)FAP (B)Rel A:BTotal 1FAPERJ46,9 1:193,8 2FAPEMIG46,024,01,9:170,0 3 Fund. ARAUC Á RIA 49,025,02:174,0 4FACEPE20,110,02:130,1 5FAPEMAT7,53,32,3:110,8 6FUNCAP19,38,42,3:127,7 7FAPESPA16,84,53,7:121,3 8FAPERGS102,751,22:1153,9 9FAPITEC16,06,72,4:122,7 10FAPEAL16,95,33,2:122,2 11FAPEAM17,79,02:126,7 12FAPEG ASSINATURA NO EVENTO CONFAP GRAMADO 13FAPEPI ASSINATURA NO EVENTO CONFAP GRAMADO 14FAPERN ASSINATURA NO EVENTO CONFAP GRAMADO 15FAPESB FASE DE NEGOCIA Ç ÃO 16FUNDECT FASE DE NEGOCIA Ç ÃO 17FAPEMAT FASE DE NEGOCIA Ç ÃO 18FAPESC FASE DE NEGOCIA Ç ÃO 19FAPES FASE DE NEGOCIA Ç ÃO TOTAIS358,9194,31,8:1553,2

35 AÇÕES A SEREM EXPLORADAS - Programa PIBID; - Projeto Pesquisador Junior do Exterior - Projeto Pesquisador Senior do Exterior - Maior ênfase no Pós-Doutorado - Acesso ao Portal de Periódicos

36 PORTAL DE PERI Ó DICOS CAPES - INSTITUI Ç ÕES COM ACESSO Institui ç õesN ú mero Acesso 1Universidades e Institutos Federais99 Gratu í to 2 Insitutos e Centrs de Pesquisa com P ó s-Gradua ç ão 53 Gratu í to 3 Institui ç ões Estaduais e Municiapais Com pelo Menos um Curso com avalia ç ão 4 ou maior 46 Gratu í to 4 Institui ç ões Privadas com pelo Menos um Curso com avalia ç ão 5 ou maior 35 Gratu í to 5 Institui ç ões Privadas ou estaduais com cursos recomendados e sem pendência junto ao MEC 149 Gratu í to 6 Usu á rios com co-fnanciamento 25 Repasse de recursos TOTAL 407


Carregar ppt "FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR 2012."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google