A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Bactérias Histórico da descoberta -Antonie van Leeuwenhoek em 1673, usando um microscópio muito simples projetado por ele mesmo, foi o primeiro cientista.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Bactérias Histórico da descoberta -Antonie van Leeuwenhoek em 1673, usando um microscópio muito simples projetado por ele mesmo, foi o primeiro cientista."— Transcrição da apresentação:

1 Bactérias Histórico da descoberta -Antonie van Leeuwenhoek em 1673, usando um microscópio muito simples projetado por ele mesmo, foi o primeiro cientista a observar a existência de micro- organismos. -Em 1676, Leeuwenhoek publicou suas observações e descobertas. Na ocasião, referiu-se aos micro- organismos como "animalículos". -O termo Bacterium foi introduzido somente em 1828, ma se tornou oficialmente reconhecido como gênero apenas em 1954, de acordo com a Comissão Internacional de Nomenclatura. Antonie van Leeuwenhoek

2 Bactérias Histórico da descoberta - Esses seres microscópicos somente passaram a despertar o interesse dos cientistas no final do século XIX. -Louis Pasteur: o processo de fermentação era causado pelo crescimento de micro-organismos, e não pela geração espontânea. -Pasteur e Robert Koch: primeiros cientistas a defender que as bactérias atuam como vetores de várias doenças.

3 Bactérias Estrutura Celular Possui todos os constituintes básicos de qualquer célula: - hialoplasma. - ribossosmos. - cromatina (material genético). - membrana celular. Características exclusivas: - parede celular (proteção). - plasmídio (pequeno DNA circular). -algumas possuem cápsula (associada à virulência). - flagelos (locomoção). Microscopia

4 Bactérias Estrutura Celular Possui todos os constituintes básicos de qualquer célula: - hialoplasma. - ribossosmos. - cromatina (material genético). - membrana celular. Características exclusivas: - parede celular (proteção). - plasmídio (pequeno DNA circular). -algumas possuem cápsula (associada à virulência). - flagelos (locomoção). Observação: O plasmídio é um pequeno anel de DNA que tem duplicação independente do cromossomo. Contém genes relacionados à resistência aos antibióticos e á produção de toxinas. As bactérias podem trocar os plasmídios, fenômeno chamado conjugação (tipo de reprodução).

5 Bactérias Tipos de Células Bacterianas Forma da célula: - esférica: cocos. - bastonete: bacilo. - espiralada: espirilo. - vírgula: vibrião. Agrupamento de células: - 2 cocos: diplococo - 8 cocos formando um cubo: sarcina. - cadeia linear de cocos: estreptococo. - grupo de cocos em cacho: estafilococos. - 2 bacilos: diplobacilo. - cadeia linear de bacilos: estreptobacilo.

6 Bactérias

7 Obtenção de energia -Com relação à nutrição, as bactérias podem ser agrupadas de acordo com os seguintes critérios: -Modo de obtenção de átomos de carbono (C): Autotróficas: retiram o C do gás carbônico Heterotróficas: retiram o C de moléculas orgânicas do ambiente. -Fonte de energia utilizada para a produção de moléculas orgânicas: Fototróficas: utilizam a luz como fonte primária de energia. Quimiotróficas: utilizam a energia liberada na degradação de compostos inorgânicos ou orgânicos. - A combinação desses critérios permite classificar as bactérias em 4 grupos: fotoautotróficas, fotoheterotróficas, quimioautotróficas, quimio-heterotróficas.

8 Bactérias Tipos de Nutrição Bacteriana

9 Bactérias Tipos de Nutrição Bacteriana

10 Bactérias Tipos de Nutrição Bacteriana

11 Bactérias Tipos de Nutrição Bacteriana

12 Bactérias Tipos de Nutrição Bacteriana

13 Bactérias Relação Bactérias x Oxigênio -Bactérias aeróbias: realizam normalmente a respiração celular para a obtenção de energia contida nas moléculas orgânicas. Ex.: maioria das bactérias heterotróficas. -Bactérias anaeróbias facultativas: respiram na presença de oxigênio e, na sua ausência, realizam fermentação. Ex.: várias heterotróficas. -Bactérias anaeróbias: não vivem na presença de oxigênio, realizando apenas fermentação de compostos orgânicos para obtenção de energia. Ex.: bacilo do tétano e várias espécies de sulfobactérias.

14 Bactérias Ecologia das bactérias e sua importância para os humanos -Abundância: bactérias existem em praticamente qualquer tipo de ambiente. -Doenças: várias espécies de bactérias causam doenças em outros seres vivos. Apenas para citar, na espécie humana, doenças como a sífilis, gonorreia, cólera, tuberculose e meningite são de origem bacteriana. -Uso industrial: como exemplo citamos os lactobacilos (produção de coalhadas e outros derivados a partir da fermentação do leite); bactérias do gênero Streptomyces (produção de antibióticos); entre outras. -Ecologia: decomposição, ciclo do Nitrogênio, biorremediação. -Biotecnologia: importantes para as técnicas de produção de organismos transgênicos (ou geneticamente modificados). -Mais detalhes podem ser vistos na pg. 260 do livro-texto.

15 Batérias-filhas Estrangulamento citoplasmático Duplicação cromossônica Cromossomo Bactérias Mesossomo Tipos de Reprodução Bacteriana -Reprodução assexuada (conceito?): divisão (ou fissão) binária. A divisão binária é a forma mais comum de reprodução bacteriana mesossomo

16 Nucleóide Bactérias Tipos de Reprodução Bacteriana -Reprodução assexuada (conceito?): divisão (ou fissão) binária. esporulação. A esporulação ocorre quando a bactéria encontra uma condição ambiental adversa, capaz de levá-la à morte. Dessa forma, a esporulação, mais do que um tipo de reprodução, seria um eficiente mecanismo de defesa. Ex. Bacilo causador do tétano : Clostridium tetani.

17 Nucleóide Endósporo em formação Bactérias Tipos de Reprodução Bacteriana -Reprodução assexuada (conceito?): divisão (ou fissão) binária. esporulação. A esporulação ocorre quando a bactéria encontra uma condição ambiental adversa, capaz de levá-la à morte. Dessa forma, a esporulação, mais do que um tipo de reprodução, seria um eficiente mecanismo de defesa. Ex. Bacilo causador do tétano : Clostridium tetani.

18 Nucleóide Endósporo em formação Conteúdo celular em degeneração Bactérias Tipos de Reprodução Bacteriana -Reprodução assexuada (conceito?): divisão (ou fissão) binária. esporulação. A esporulação ocorre quando a bactéria encontra uma condição ambiental adversa, capaz de levá-la à morte. Dessa forma, a esporulação, mais do que um tipo de reprodução, seria um eficiente mecanismo de defesa. Ex. Bacilo causador do tétano : Clostridium tetani.

19 Nucleóide Endósporo em formação Conteúdo celular em degeneração Bactérias Tipos de Reprodução Bacteriana -Reprodução assexuada (conceito?): divisão (ou fissão) binária. esporulação. A esporulação ocorre quando a bactéria encontra uma condição ambiental adversa, capaz de levá-la à morte. Dessa forma, a esporulação, mais do que um tipo de reprodução, seria um eficiente mecanismo de defesa. Ex. Bacilo causador do tétano : Clostridium tetani.

20 Veja formação de endósporo em Clostridium difficile na página 259 do livro. Parede bacteriana vazia Nucleóide Endósporo em formação Conteúdo celular em degeneração Endósporo maduro Bactérias Tipos de Reprodução Bacteriana -Reprodução assexuada (conceito?): divisão (ou fissão) binária. esporulação.

21 Bactérias Tipos de Reprodução Bacteriana -Reprodução assexuada (conceito?): divisão (ou fissão) binária. esporulação. -Reprodução sexuada ou recombinação genética (conceitos)? transformação bacteriana. A transformação bacteriana ocorre quando a bactéria absorve fragmentos de DNA dispersos no ambiente. A célula bacteriana transformada passa a apresentar novas características hereditárias, condicionadas pelo fragmento incorporado. O DNA incorporado não precisa ser necessariamente de uma bactéria da mesma espécie, mas deve ser compatível com o DNA da célula receptora.

22 Bactérias Tipos de Reprodução Bacteriana -Reprodução sexuada ou recombinação genética (conceitos)? transformação bacteriana (exemplo).

23 Bactérias Tipos de Reprodução Bacteriana -Reprodução assexuada (conceito?): divisão (ou fissão) binária. esporulação. -Reprodução sexuada ou recombinação genética (conceitos)? transformação bacteriana. Transdução bacteriana. A transdução bacteriana consiste na transferência de fragmentos de DNA de uma bactéria para outra através de um vírus bacteriófago em forma de profago. O novo fragmento genético introduzido pelo Fago pode de recombinar com o cromossomo da bactéria receptora.

24 Bactérias Tipos de Reprodução Bacteriana -Reprodução assexuada (conceito?): divisão (ou fissão) binária. esporulação. -Reprodução sexuada ou recombinação genética (conceitos)? transformação bacteriana. Transdução bacteriana.

25 Bactérias Tipos de Reprodução Bacteriana -Reprodução assexuada (conceito?): divisão (ou fissão) binária. esporulação. -Reprodução sexuada ou recombinação genética (conceitos)? transformação bacteriana. Transdução bacteriana. Conjugação bacteriana. Consiste na transferência de material genético diretamente de uma bactéria para outra, por meio de um tubo chamado pili (pequena projeção citoplasmática), o qual conecta as duas células conjugantes. É comum o material genético transferido ser o que constitui o plasmídio.

26 Bactérias

27

28

29


Carregar ppt "Bactérias Histórico da descoberta -Antonie van Leeuwenhoek em 1673, usando um microscópio muito simples projetado por ele mesmo, foi o primeiro cientista."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google