A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Currículo para Escola de Evangelização Espírita Infanto - Juvenil Proposta DIJ - FEB - UEM 2010.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Currículo para Escola de Evangelização Espírita Infanto - Juvenil Proposta DIJ - FEB - UEM 2010."— Transcrição da apresentação:

1 Currículo para Escola de Evangelização Espírita Infanto - Juvenil Proposta DIJ - FEB - UEM 2010

2 Currículo para escolas de evangelização espírita FUNDAMENTAÇÃO:JESUS: Vos me chamais o Mestre e Senhor e dizeis bem, porque eu o sou. (João, 13:13) KARDEC: Educação: A arte de formar caracteres.Educação: A arte de formar caracteres. (L.E. 685a)

3 Currículo para escolas de evangelização espírita Sendo o Espiritismo a revivescência do Cristianismo, nada mais natural que ele tenha no seu interior uma dimensão essencialmente educativa, uma proposta de educação moral voltada para a formação do homem de bem. Sendo o Espiritismo a revivescência do Cristianismo, nada mais natural que ele tenha no seu interior uma dimensão essencialmente educativa, uma proposta de educação moral voltada para a formação do homem de bem. (Currículo FEB)

4 Currículo para escolas de evangelização espírita OBJETIVOS: a) promover a integração do evangelizando: consigo mesmo; consigo mesmo; com o próximo; com o próximo; com Deus. com Deus.

5 b) proporcionar ao evangelizando o estudo: da lei natural que rege o Universo; da lei natural que rege o Universo; da natureza, origem e destino dos Espíritos bem como de suas relações com o mundo corporal. da natureza, origem e destino dos Espíritos bem como de suas relações com o mundo corporal. Currículo para escolas de evangelização espírita

6 c) oferecer ao evangelizando a oportunidade de perceber-se como: homem integral, crítico, consciente, participativo, herdeiro de si mesmo, cidadão do Universo, agente de transformação de seu meio, rumo a toda perfeição de que é suscetível. Currículo para escolas de evangelização espírita

7 O PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM a) Caracterização: JESUS: O Mestre utilizou o exemplo e situações concretas da vivência do povo. KARDEC: O Codificador utilizou uma pedagogia baseada na pergunta, na observação, na análise, no amor.

8 O PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM b) elementos do processo ensino-aprendizagem: o evangelizando o evangelizando o evangelizador; o evangelizador; a família; a família; o meio social; o meio social; os conteúdos de ensino. os conteúdos de ensino. Currículo para escolas de evangelização espírita

9 O EVANGELIZANDO O EVANGELIZANDO ser espiritual, participa dos dois planos da vida; ser espiritual, participa dos dois planos da vida; traz sua bagagem de conhecimentos; traz sua bagagem de conhecimentos; tem como destino a perfeição de que é suscetível; tem como destino a perfeição de que é suscetível; deve ser visto de forma integral e integrado. deve ser visto de forma integral e integrado. no processo educativo de auto aperfeiçoamento, no processo educativo de auto aperfeiçoamento, se transforma e transforma a realidade em que vive; se transforma e transforma a realidade em que vive;

10 Currículo para escolas de evangelização espírita O EVANGELIZADOR ser espiritual, em processo de evolução, ser espiritual, em processo de evolução, vivenciando o auto aperfeiçoamento; vivenciando o auto aperfeiçoamento; auxiliar na construção de um Mundo auxiliar na construção de um Mundo melhor; melhor; facilitador do conhecimento espírita. facilitador do conhecimento espírita.

11 Currículo para escolas de evangelização espírita O EVANGELIZADOR Características que deverá reunir: conhecer os conteúdos doutrinários; conhecer os conteúdos doutrinários; ser um referencial de comportamento ético; ser um referencial de comportamento ético; estar convencido da importância da Evangelização; estar convencido da importância da Evangelização; ter entusiasmo pela tarefa; ter entusiasmo pela tarefa; ser flexível e receptivo à aquisição de conhecimentos; ser flexível e receptivo à aquisição de conhecimentos; saber escolher metodologia: construir, elaborar, expressar o conhecimento; saber escolher metodologia: construir, elaborar, expressar o conhecimento; ter sensibilidade para avaliar. ter sensibilidade para avaliar.

12 Currículo para as escolas de evangelização espíritas A FAMÍLIA Pais e responsáveis precisam: estar conscientes de que a Filosofia Espírita deve embasar estar conscientes de que a Filosofia Espírita deve embasar a educação dos filhos; a educação dos filhos; acompanhar de perto a atuação da Escola de Evangelização; acompanhar de perto a atuação da Escola de Evangelização; participar das reuniões de pais; participar das reuniões de pais; freqüentar grupos de estudo; freqüentar grupos de estudo; dar seu respaldo para o trabalho de Evangelização. dar seu respaldo para o trabalho de Evangelização.

13 Currículo para escolas de evangelização espírita MEIO SOCIAL MEIO SOCIAL Vivenciando os princípios espíritas, evangelizando, evangelizador e família, se integrarão com o meio social mais amplo, contribuindo para a construção de um mundo mais evangelizado. Vivenciando os princípios espíritas, evangelizando, evangelizador e família, se integrarão com o meio social mais amplo, contribuindo para a construção de um mundo mais evangelizado.

14 Currículo para escolas de evangelização espírita CONTEÚDOS DE ENSINO A linha didático - pedagógica buscou seus fundamentos em Jesus e em Kardec; A linha didático - pedagógica buscou seus fundamentos em Jesus e em Kardec; Os conteúdos estabelecidos pelo Currículo estão dispostos de tal modo que, se bem aplicados, levarão ao atendimento dos objetivos propostos; Os conteúdos estabelecidos pelo Currículo estão dispostos de tal modo que, se bem aplicados, levarão ao atendimento dos objetivos propostos;

15 Currículo para escolas de evangelização espírita O PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM c) experiências de aprendizagem: A construção do conhecimento: dimensão cognitiva dimensão cognitiva dimensão sócio-afetiva dimensão sócio-afetiva dimensão psicomotora dimensão psicomotora

16 Currículo para escolas de evangelização espírita Atividades: dinâmicas e desafiadoras; dinâmicas e desafiadoras; significativas; significativas; encadeadas; encadeadas; individuais; individuais; grupais. grupais. O PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM c) experiências de aprendizagem:

17 A expressão do conhecimento interação pensamento e linguagem interação pensamento e linguagem interação social interação social Possibilita ao Evangelizador avaliar parte dos resultados do processo ensino-aprendizagem Currículo para escolas de evangelização espírita O PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM c) experiências de aprendizagem:

18 Currículo para escolas de evangelização espírita dentre outros procedimentos didáticos, consegue, por meio de perguntas e respostas, estabelecer as bases da Codificação Espírita. METODOLOGIA: do simples para o complexo; do simples para o complexo; de situações concretas para a culminância espiritual. de situações concretas para a culminância espiritual. JESUS KARDEC

19 Currículo para escolas de evangelização espírita Participação ativa do evangelizando pesquisa; pesquisa; experimentação; experimentação; artes cênicas; artes cênicas; artes plásticas; artes plásticas; apresentação de aulas pelos alunos; apresentação de aulas pelos alunos; exposição interativo-dialogada; exposição interativo-dialogada; problematização; problematização; construção de modelos; construção de modelos; METODOLOGIA:

20 Currículo para escolas de evangelização espírita PLANO CURRICULAR a) caracterização: a) caracterização: Núcleo central Núcleo central - conteúdos doutrinários Parte complementar Parte complementar - práticas educativas

21 b) Estrutura Pedagógica: b) Estrutura Pedagógica: Juventude 3° Ciclo ( 18 a 21 anos) 2° Ciclo ( 15 a 17 anos) 1° Ciclo (13 a 14 anos) Infância 3° Ciclo (11 a 12 anos) 2° Ciclo (09 a 10 anos) 1° Ciclo (07 a 08 anos) Jardim (05 a 06 anos) Maternal (03 a 04 anos) Currículo para escolas de evangelização espírita

22 PLANO CURRICULAR PLANO CURRICULAR Módulo I : O Espiritismo Módulo I : O Espiritismo Módulo II: O Cristianismo Módulo II: O Cristianismo Módulo III: Conduta Espírita – Vivência Evangélica Módulo III: Conduta Espírita – Vivência Evangélica Módulo IV: Movimento Espírita Módulo IV: Movimento Espírita

23 Módulo I O Espiritismo I Unidade: A criação Divina II Unidade: A ligação do Homem com Deus III Unidade: Bases do Espiritismo Módulo II O Cristianismo I Unidade: Antecedentes do Cristianismo II Unidade: Jesus e sua Doutrina III Unidade: Jesus e Kardec Currículo para escolas de evangelização espírita c) Conteúdo programático:

24 Currículo para escolas de evangelização espírita c) Conteúdo programático: Módulo III Conduta Espírita e Vivência Evangélica I Unidade: O Auto-aperfeiçoamento II Unidade: Relações Familiares III Unidade: Relações Sociais IV Unidade: Relações do Homem com a Natureza Módulo IV Movimento Espírita I Unidade: Espiritismo e Movimento Espírita II Unidade: A Organização do Movimento Espírita

25 Currículo para escolas de evangelização espírita Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. (Mc. 16:15) O Semeador – Vincent Van Gogh


Carregar ppt "Currículo para Escola de Evangelização Espírita Infanto - Juvenil Proposta DIJ - FEB - UEM 2010."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google