A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O FASCISMO NA PENÍNSULA IBÉRICA Disponível em: historiativanet.wordpress.com.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O FASCISMO NA PENÍNSULA IBÉRICA Disponível em: historiativanet.wordpress.com."— Transcrição da apresentação:

1 O FASCISMO NA PENÍNSULA IBÉRICA Disponível em: historiativanet.wordpress.com

2 O Franquismo na Espanha Proclamação da República (1931) Falange Criação da Falange- nacionalistas com o discurso anticomunista e antiliberal Frente Popular A esquerda estava reunida na Frente Popular e venceram as eleições de Inicio do golpe da Falange

3 Guerra Civil Espanhola ( ) O General Franco liderou as tropas da Falange e contou com o apoio dos alemães e italianos A resistência ficou a cargo da Frente Popular e contou com o apoio da URSS A guerra foi marcada por uma extrema violência Destruição da cidade de Guernica (representada pelo quadro de Picasso

4 Fim do Franquismo O Franquismo acabou com a morte do general Franco em Iniciou-se um processo de transição para uma democracia parlamentar estabelecida em Em 2006 o Franquismo foi condenado por ter violado os direitos humanos

5 O Salazarismo em Portugal A consolidação da república portuguesa ( ) foi marcada por um período de instabilidade político e econômico Em 1926 ocorreu um golpe militar. Salazar foi nomeado ministro das finanças. Em 1933 Salazar acabou substituindo o general Carmona instaurando um regime ditatorial

6 Fim do Salazarismo Salazar morreu em 1970, substituído por Marcelo Caetano. O novo governo foi destituído por uma revolução movimentada por militares que colocaram fim à ditadura portuguesa. A revolução recebeu esse nome pois o cravo era visto como uma flor nacional.

7 Uma homenagem à Revolução dos Cravos por Chico Buarque Nesse período o Brasil também vivia a ditadura militar. Portanto, essa música serviu como uma forma de protesto Tanto Mar Tanto Mar Sei que está em festa, pá Fico contente E enquanto estou ausente Guarda um cravo para mim Eu queria estar na festa, pá Com a tua gente E colher pessoalmente Uma flor no teu jardim Sei que há léguas a nos separar Tanto mar, tanto mar Sei, também, que é preciso, pá Navegar, navegar Lá faz primavera, pá Cá estou doente Manda urgentemente Algum cheirinho de alecrim Foi bonita a festa, pá Fiquei contente Ainda guardo renitente Um velho cravo para mim Já murcharam tua festa, pá Mas certamente Esqueceram uma semente Nalgum canto de jardim Sei que há léguas a nos separar Tanto mar, tanto mar Sei, também, quanto é preciso, pá Navegar, navegar Canta primavera, pá Cá estou carente Manda novamente Algum cheirinho de alecrim


Carregar ppt "O FASCISMO NA PENÍNSULA IBÉRICA Disponível em: historiativanet.wordpress.com."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google