A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Trabalho de Paulo Martins. Uma empresa não mantém apenas comunicações de carácter comercial, para-comercial socioprofissional. Seja qual for o sector.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Trabalho de Paulo Martins. Uma empresa não mantém apenas comunicações de carácter comercial, para-comercial socioprofissional. Seja qual for o sector."— Transcrição da apresentação:

1 Trabalho de Paulo Martins

2 Uma empresa não mantém apenas comunicações de carácter comercial, para-comercial socioprofissional. Seja qual for o sector da sua actividade, dirige e recebe correspondência. Essas comunicações, que têm como característica comum a redacção formal de acordo com regulamentos, normas ou legislação, têm o nome genérico de administrativas. Comunicações administrativas

3 Pedidos de informação, Ofícios e Circulares Avisos e Notificações Requerimentos, Petições e Memoriais Reclamações e Contestações Declarações e Certidões Procurações e Protocolos Anúncios e Editais Concursos, Admissões, Adjudicações e Arrematações Constituição de Sociedades e Estatutos Leilões e Hastas Públicas Principais comunicações de Carácter administrativo

4 São comunicações oficiais de carácter administrativo e têm habitualmente a estrutura da carta comercial pedido de informações e envio de elementos informativos, ou então das circulares alterações ou modificações, iniciativas ocasionais, etc. O FÍCIOS E C IRCULARES

5 De carácter oficial e muitas vezes compulsório, estas comunicações são actos processuais com que se dá conhecimento público de um facto (aviso nos jornais), ou se chama alguém a comparecer num organismo público (directamente ou pelo correio aviso-postal, carta registada, etc.). Avisos e Notificações

6 O requerimento, a petição, o memorial ou a exposição são basicamente solicitações dirigidas a uma entidade ou organismo oficial e formuladas por escrito de acordo com as normas ou as disposições legais. No requerimento, o pretendente expõe uma pretensão a um direito que lhe assiste, na petição, formula um pedido, argumentando e indicando os fundamentos com que o faz, no memorial, refere um pedido já feito, enumerando ordenadamente as comunicações havidas ou as diligências feitas sobre o assunto. REQUERIMENTOS, PETIÇÕES E MEMORIAIS

7 como estruturar Cabeçalho: destinatário/entidade/organismo/local. Identificação: firmas, indivíduos. Suplementos de identificação. Assunto: o que se quer, justificação, comprovantes.

8 Como o próprio nome indica, as reclamações e contestações são recursos interpostos a decisões ou despachos oficiais dás Finanças, dos Tribunais, etc. … RECLAMAÇÕES E CONTESTAÇÕES Estrutura básica: Identificação Objecto da reclamação Fundamentação Apelação Data e assinatura

9 Ocorre com frequência dentro ou fora da empresa, a necessidade de comprovar uma situação, um estado, um facto ou uma qualidade, bem como fazer transcrever, reproduzir ou certificar o conteúdo de um original arquivado numa repartição pública. Essa necessidade dá origem à emissão de documentos com força probatória, a que se dá o nome de declarações, certidões, certificados ou atestados, efeitos vários: DECLARAÇÕES, CERTIDÕES, CERTIFICADOS E ATESTADOS

10 ATRIBUIÇÃO DE SUBSÍDIOS EFEITOS FISCAIS CONTAGEM DE ANOS DE SERVIÇO FINS MILITARES JUSTIFICAÇÃO DE FALTAS HABILITAÇÃO A HERANÇAS ELEMENTOS DA ESTRUTURA: TÍTULO IDENTIFICAÇÃO DADOS Datas DATA, ASSINATURA CHANCELA (CARIMBO, SELO BRANCO,..,)

11 É um documento pelo qual alguém atribui a outrem poderes para o representar. Reveste-se de formas diferentes, conforme o acto ou negocio que se pretende que o procurador realize PROCURAÇÕES E PROTOCOLOS É constituída por duas partes: Identificação do representado e do representante Objecto e âmbito da procuração

12 A de conjunto de normas de cerimonial e cortesia. A de livro onde os escrivães de um juízo fazem a anotação de uma audiência, ou onde uma empresa regista entregas de correspondência; A de acta relativa a um acordo, congresso ou conferência internacional. Mas é a terceira a que mais nos interessa. A sua redacção é feita nos moldes das actas e dos contratos. A palavra tem várias definições

13 O anúncio é uma informação ou um aviso com que se participa, faz saber ou dá conhecimento de algo ao público. Quando esse anúncio representa uma ordem oficial ou judicial, toma o nome, respectivamente, de edital ou de édito. ANÚNCIOS E EDITAIS

14 Quando um organismo público pretende fazer uma aquisição (ou uma venda), admitir pessoal, entregar um serviço ou estabelecer um contrato, abre normalmente concurso e regulamenta as condições ao seu acesso. Findo o prazo estabelecido, faz a selecção das candidaturas e comunica oficialmente a admissão (de pessoas) ou a adjudicação (entrega de empreitadas, de fornecimentos, etc.). CONCURSOS, ADMISSÕES E ADJUDICAÇÕES ELEMENTOS DO ANUNCIO: ENTIDADE FINALIDADES E OBJECTO DO CONCURSO CONDIÇÕES DO MESMO OU LOCAL ONDE PODERÃO SER OBTIDAS DATA LIMITE DA PROPOSTA OU DA CANDIDATURA

15 Um leilão é uma venda pública em que os objectos são entregues a quem fizer a oferta mais elevada. Quando o leilão decorre por efeito de mandado judicial pode também tomar o nome de hasta pública. LEILÕES E HASTAS PÚBLICAS ELEMENTOS: DATA, HORA E LOCAL. OBJECTO DO LEILÃO DESCRIÇÃO DOS ARTIGOS A LEILOAR RESPONSÁVEL PELO LEILÃO

16 Como consequência directa da necessidade de normalizar, rendibilizar e dinamizar os serviços, qualquer organismo ou empresa se serve cada vez mais de impressos e minutas, esquematizados e formatados de acordo com normas internacionais ou com as necessidades pontuais de informação. Alguns tipos: Comunicações internas Certificados Cartas-tipo Requisições Formulários e minutas Boletins Importância da utilização de impressos e minutas

17 Numa época apressada como a nossa, a abreviação da escrita de palavras surge com frequência na linguagem comercial, é portanto conveniente conhecer as mais frequentes, embora o seu uso deva ser cuidadoso, porque torna muitas vezes a frase pouco clara, ambígua e até incompreensível. A abreviação toma três formas: a de abreviatura, de sigla e de acrónimo. ABREVIATURAS, SIGLAS E CÓDIGOS

18 Como se entra no mercado de trabalho? Normalmente através de um anúncio, quer colocado pela empresa ou organismo (Precisa-se/Admissão de.../Concurso/...), quer pelo candidato a emprego (Oferece-se) TRABALHO Formas de entrar: Anúncio Oferta Referências Entrevista Contrato individual de trabalho demissão

19 Apresentação resumida e esquematizada da identificação e do percurso pessoal e profissional do candidato a um lugar. Deve considerar, em princípio, quatro aspectos: ELEMENTOS BIOGRÁFICOS HABILITAÇÕES EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL REFERÊNCIAS Curriculum Vitae

20 Como se redige a carta que acompanha o C.V.? INICIO Em resposta ao anúncio n.°..., inserido em... no Jornal..., venho apresentar a minha candidatura, para o que junto C. V. detalhado. FINAL Mantenho-me à disposição para prestar quaisquer outras informações (ou provas) consideradas convenientes, e com os melhores cumprimentos me subscrevo...


Carregar ppt "Trabalho de Paulo Martins. Uma empresa não mantém apenas comunicações de carácter comercial, para-comercial socioprofissional. Seja qual for o sector."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google