A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Técnico Subsequente Aula 02 – 2014 Thatiane de Oliveira Rosa 1 Técnicas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Técnico Subsequente Aula 02 – 2014 Thatiane de Oliveira Rosa 1 Técnicas."— Transcrição da apresentação:

1 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Técnico Subsequente Aula 02 – 2014 Thatiane de Oliveira Rosa 1 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

2 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Roteiro Tema: Apresentação da disciplina e Introdução à Engenharia de Software. Ementa; Objetivos; Introdução à Engenharia de Software; Atividade. 2 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

3 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Ementa Princípios de engenharia de software (abstração, modularização); Análise orientada a objetos utilizando a linguagem de modelagem unificada (UML); Metodologias de Projeto de Sistemas: UML. Ferramentas CASE. 3 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

4 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Objetivos Interpretar e avaliar documentação de análise e projeto de sistemas; Interpretar e analisar modelos de dados; Conhecer técnicas de modelagem de dados; Conhecer projetos de bancos de dados; Conhecer técnicas de gerência de projetos. 4 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

5 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Introdução à Engenharia de Software Sistemas: Conjunto de elementos conectados com objetivo de formar um todo organizado; Conjunto de elementos que estão dinamicamente relacionados; Conjunto de elementos dinamicamente relacionados entre si, formando uma atividade para atingir um objetivo, operando sobre entradas para fornecer saídas processadas. 5 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

6 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Introdução à Engenharia de Software Exemplos de sistemas: Sistema digestivo Sistema hidráulico 6 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

7 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Introdução à Engenharia de Software Software: Conjunto de procedimentos que controlam o funcionamento de uma máquina. Sistema == Software??? 7 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

8 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Introdução à Engenharia de Software Projeto: Esforço temporário para obtenção de um produto único. Exemplos: Construção de uma casa; Desenvolvimento de uma página da internet. 8 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

9 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Introdução à Engenharia de Software Software é um tipo de sistema: Conjunto de partes interagentes e interdependentes que, conjuntamente, formam um todo unitário com determinado objetivo e efetuam determinada função; Elementos de sistemas de computador: hardware, rede, pessoas e software. 9 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

10 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Introdução à Engenharia de Software Hierarquia de sistemas: Subsistema versus Sistema versus Supersistema: Sistema: é o objeto (foco) do estudo; Subsistemas: são suas partes que compõem o sistema; Supersistema: hierarquia imediatamente superior ao sistema estudado. 10 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

11 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Introdução à Engenharia de Software Relações entre sistemas: Geralmente a saída (output) de um sistema é a entrada (input) de outro sistema; Uma mudança em um sistema provavelmente gerará reflexos (reações) nos sistemas relacionados; É necessário o estudo dos sistemas para prever essas reações evitando surpresas. 11 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

12 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Introdução à Engenharia de Software Engenharia de software: Aplicação da disciplinada de técnicas no desenvolvimento e manutenção de software. 12 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente Contexto (Problema) E.S. Produto de Software

13 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Introdução à Engenharia de Software A disciplina de Técnicas e Projeto de Sistemas (TPS): Aborda elementos da Engenharia de Software (ES) com foco nas práticas relacionadas à análise, design e teste de Software; Trata-se de um subconjunto da ES; Visa desenvolve software por meio de técnicas que possam garantir que o software atinja seus objetivos; Não propõe o desenvolvimento de software de forma artesanal. 13 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

14 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Introdução à Engenharia de Software Por que devemos nos preocupar com o processo de desenvolvimento do software? O estudioso Pressman afirma que o software de computador é a tecnologia mais importante atualmente no mundo, pois: Alterou modelos de negócios (e-commerce); Aumentou perspectivas da ciência (genética); Potencializou as telecomunicações; Revolucionou a indústria fonográfica e cinematográfica. 14 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

15 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Introdução à Engenharia de Software As potências econômicas são dependentes de software; Como consequência, mais e mais empresas dependem de software para obter sucesso na sua área de atuação; 15 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

16 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Introdução à Engenharia de Software Além disso, cada vez mais os sistemas mundiais são controlados por SW, incluindo os de Segurança-Crítica: Uma falha pode resultar em acidentes, perdas de vidas ou perdas financeiras (ex.: usina nuclear, controle aéreo, dentre outros.). Se alguns sistemas de uso global deixarem de funcionar, 40% da população sofrerá o impacto (REED, 2000). 16 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

17 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Introdução à Engenharia de Software O software é diferente de outros produtos pois: Possui invisibilidade, uma vez que não pode ser representado por estruturas geométricas ou embutido em um espaço físico: É visto como um produto de pensamentos e de fácil alteração; Requer boa habilidade dos projetistas para extrair informações dos clientes; Necessita de boa comunicação entre os desenvolvedores para que o mesmo software seja desenvolvido por todos. 17 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

18 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Introdução à Engenharia de Software O software é diferente de outros produtos pois: É diferente, por exemplo, da escalabilidade do hardware, pois: Permite a repetição de elementos; Facilita a interação entre elementos. A maioria dos softwares é feita sob medida e é difícil utilizá-lo em contextos semelhantes. 18 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

19 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Introdução à Engenharia de Software O software é diferente de outros produtos pois: Tem necessidade de evolução constante: Lei da modificação contínua: software deve ser continuamente adaptado ou ele se torna progressivamente menos satisfatórios; Lei da complexidade crescente: à medida que o software evolui, sua complexidade aumenta (a menos que seja realizado um esforço para minimizá-la); Lei da qualidade declinante: a qualidade do software parecerá estar declinando ao longo do tempo. 19 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

20 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Introdução à Engenharia de Software A Engenharia de Software objetiva: Prover métodos (i.e.: como fazer), ferramentas e procedimentos (i.e.: sequência em que os métodos serão aplicados) para o desenvolvimento de software de maneira que ele atinja seus objetivos dentro de contextos de sistemas complexos. 20 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

21 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Introdução à Engenharia de Software Modelos de desenvolvimento de software: Ciclo de Vida Clássico (modelo Cascata); Prototipagem; Espiral; Técnicas de Quarta Geração. 21 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

22 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Atividade 1.Pressman afirma que Software de computador é a tecnologia mais importante atualmente no mundo. Você concorda com essa afirmação? Justifique sua resposta. 2.Escreva, com suas palavras, quais são as características que diferenciam o software de outros produtos? 3.Software é um tipo de sistema? Quais são os elementos do supersistema que interagem com o software em uma organização em que ele foi implantado? 4.Na sua opinião, o que é engenharia de software (ES)? Por que é importante seguir um processo de no desenvolvimento de software? 22 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

23 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Técnico Subsequente Aula 02 – 2014 Thatiane de Oliveira Rosa 23 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente


Carregar ppt "INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Técnico Subsequente Aula 02 – 2014 Thatiane de Oliveira Rosa 1 Técnicas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google