A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1. Roteiro é um texto criado para indicar uma seqüência de fatos ou acontecimentos. Geralmente apresentavam-se em um único texto, indicando as falas das.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1. Roteiro é um texto criado para indicar uma seqüência de fatos ou acontecimentos. Geralmente apresentavam-se em um único texto, indicando as falas das."— Transcrição da apresentação:

1 1

2 Roteiro é um texto criado para indicar uma seqüência de fatos ou acontecimentos. Geralmente apresentavam-se em um único texto, indicando as falas das personagens. As ações e o modo como as personagens agiam eram indicados por meio das rubricas, trechos em itálico e entre parênteses. 2

3 O Sr. Morse, zangado e hostil. Jamie pega o tabuleiro de xadrez e o joga no chão [baque]. O Sr. Morse pega o pirulito da boca de Jamie e joga no chão [baque]. Jamie pega uma caneta no bolso do Sr. Morse e a quebra ao meio e joga os pedaços no chão. O Sr. Morse fica de pé. Jamie também. Sr. Morse pega o tabuleirode xadrez, espalhando as peças e, com dificuldade, o quebra ao meio e o joga no chão. Jamie o olha com raiva. Jamie pega a caixa do jogo de xadrez, rasga-a ao meio e a joga no chão. Sr. Morse derruba a cadeira de Jamie [baque]. Agora eles se agarram, dando tapas fracos um no outro e fazendo sons incoerentes e resmungando. Dois indivíduos fracos demais tentando ferir um ao outro. Um ferimento seria impossível. Quando eles brigam, Millie se afasta. 3

4 SR. KATZ (enquanto Jamie rasga a caixa): Ei, isso não é de vocês. Parem com isso. Vocês dois. Sentem-se já e se comportem ou não poderão ficar aqui. Vamos logo. GAROTA (sobrepondo-se): Que vergonha, Jamie! Vamos, parem já com isso. Vocês parecem dois bebês. Que vergonha! O que vocês estão fazendo?(a garota estica o braço e tenta separá-los. O Sr. Morse, sentindo-se humilhado, se dirige para a única porta no seu campo de visão). 4

5 Roteiros passam a ser padronizados em formato de uma única coluna. Em partes individuais do roteiro, a descrição da cena, a ação, o movimento, os diálogos e o nome do ator. 5

6 Os primeiros roteiros eram parecidos com os do teatro. Descrição de cenas e ações + instruções para os efeitos sonoros e deixas musicais. Diálogos mais detalhados. Vantagem: a audiência tem que usar a imaginação para preencher a lacuna visual. 6

7 (filme moderno) FADE IN INT. – VAGÃO DE TREM EM MOVIMENTO – DIA 1 A paisagem do deserto do Arizona passa pela janela. Um HOMEM bêbado se aproxima segurando um copo de coquetel. Ele nota a presença de ROBIN BALLARD, uma mulher delicada com cerca de 30 anos de idade, que olha pela janela. Ele oferece o copo a ela. HOMEM (enrolando a língua) Posso lhe oferecer um drinque, senhorita? 7

8 Robin continua olhando pela janela. ROBIN (friamente) Não. O homem afasta o copo. HOMEM Bem, perdoe-me. Ele se vira e vai embora. O reflexo de Robin na janela olha fixamente para o rosto dela. 8

9 1. TEC. ALGUÉM TENTANDO LIGAR UM CARRO. O 2. MOTOR FINALMENTE PEGA. 3. BÁRBARA: Espero que o carro continue funcionando. 4. Espere… há luzes à frente. Graças a Deus 5. existem cidades fantasmas. Espero que 6. não seja o cenário de um filme. 7. TEC.: O MOTOR DO CARRO MORRE, CARRO 8. DESLIZANDO PELO CASCALHO ATÉ PARAR 9. A PORTA DO CARRO ABRE E FECHA. 10. PASSOS NO CASCALHO. 11. BARB. (HESITANTE): Olá! Tem alguém aí? Olá! Olá! 9

10 Os roteiros para filmes e rádio eram ineficientes por causa dao uso de várias câmeras. Desenvolvimento de um tipo de roteiro específico: o de duas colunas. O formato de duas colunas: descreve elementos de vídeo e de som em espaços próprios do roteiro. 10

11 Vantagens: facilita o isolamento mais preciso das partes essenciais do roteiro para o elenco, a equipe técnica e o diretor. 11

12 ESQUERDA Lista toda a parte visual: instruções de câmera, enquadramento, seleção de tomadas e transições, tudo em caixa alta. DIREITA Lista todo o áudio, incluindo música, efeitos sonoros, narração e diálogo. O texto a ser lido é escrito em caixa alta e baixa. Demais instruções: caixa alta. 12

13 TÍTULO: PÁGINA: ESCRITOR: TAMANHO: CLIENTE: DATA: VÍDEOÁUDIO 13

14 VÍDEOÁUDIO 1. ESPAÇO PARA INSTRUÇÕES DE VÍDEO 2. TRÊS ESPAÇOS ENTRE CADA TOMADA 3. CADA TOMADA DEVE SER NUMERADA NO ROTEIRO 4. TUDO O QUE O ESPECTADOR VÊ: TODA A PARTE VISUAL, VIDEOTEIPES, TOMADAS, COMPUTAÇÃO GRÁFICA, TUDO ISSO É INCLUÍDO NA COLUNA DA ESQUERDA. 5. TUDO QUE FICA NA COLUNA DE VÍDEO DEVE SER DIGITAD EM CAIXA ALTA. 1. LOC: o texto de áudio está alinhado na coluna para combinar com as orientações de vídeo. 2. Espaço dupo entre cada linha de texto. 3. O número da coluna de áudio deve combinar com o número da coluna de vídeo. 4. Tudo o que o expectador ouve: narração, música, vozes, efeitos sonoros e todas as deixas de som ficam nesta coluna. 5. Todas as falas dos artistas devem ser digitadas em caixa alta e baixa. Todas as instruções da coluna de áudio são digitadas em CAIXA ALTA (FADE UP DO SOM AMBIENTE) 14

15 6. O NOME DO ARTISTA DEVE INICIAR CADA NOVA FALA, MAS NÃO PRECISA SER REPETIDO SE A MESMA PESSOA CONTINUAR FALANDO 7. NÃO DIVIDA A TOMADA NO FINAL DA FALA 6. SAM: Veja que nome está em caixa alta, mas a fala de Sam será digitada em caixa baixa. 7. Não divida palavras ou pensamentos no final da página. Se a história continua na próxima página, informe isso aos artistas, escrevendo: (MAIS) 15

16 FADE IN: 1. EXT. RODOVIA ESCURA COM AS PRADARIAS DO KANSAS AO FUNDO NOITE 1 Um pequeno caro atravessa a escuridão de uma noite sem lua de Kansas. Uma música agourenta se mistura ao ronco do motor. SALLY (para si) Finalmente, estou livre. Posso ser eu mesma. Posso ser o que eu desejar e ir aonde desejar e quando… Sally olha pela janela. SALLY (um pouco hesitante) 16

17 Masestá muito escuro lá fora. O que aconteceu com as estrelas brilhantes do Oeste e para onde foi a lua? TEC: O motor do carro começa a falhar, e pula algumas vezes SALLY Meu Deus, o que há de errado com este carro? 17

18 1. Elementos convencionais de roteiro – elementos iguais ou semelhantes. a. Descrição de cenas e elementos visuais; diretrizes para a ação. b. Transições – tempo c. Fala dos atores – diretrizes para os atores d. Descrição de música e efeitos sonoros 2. Elementos adicionais para o roteiro – para dar suporte à interatividade a. Representação de gráficos e fontes b. Representação de textos e fontes c. Representação de links ou ligação lógica. 18

19 i. para onde o link ou ligação lógica irão ii. que respostas/escolhas/ações são certas iii.o processo de respostas, pontuação e ligação condicional. d. Representação do tipo de apresentação i. o que o vídeo faz e quando faz. ii. quando o texto aparece. iii. quando os gráficos aparecem. iv. qual é a trilha sonora e quando deve tocar. v. natureza e locação de qualquer resposta. e. nome do arquivo, ou capítulo/código de tempo do DVD. 19

20 Rádio – vozes; diretores e técnico de som; Indicar as falas, a música, os efeitos sonoros e fatores de tempo. Filmes – falas dos atores e visão para o diretor; Entendimento de cada membro da equipe técnica. Televisão e vídeo – equilíbrio entre o visual e o auditivo. Informações gerais e específicas para diretor, artistas e equipe técnica. 20


Carregar ppt "1. Roteiro é um texto criado para indicar uma seqüência de fatos ou acontecimentos. Geralmente apresentavam-se em um único texto, indicando as falas das."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google