A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Proteínas e Aminoácidos Leonardo Kenji Hirao Residente de Medicina do Esporte Orientador: Prof. Dr. Hamilton Roschel.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Proteínas e Aminoácidos Leonardo Kenji Hirao Residente de Medicina do Esporte Orientador: Prof. Dr. Hamilton Roschel."— Transcrição da apresentação:

1 Proteínas e Aminoácidos Leonardo Kenji Hirao Residente de Medicina do Esporte Orientador: Prof. Dr. Hamilton Roschel

2 Pirâmide Alimentar

3 Proteínas Recomendações diárias em adultos saudáveis: 0,8 a 1,2 g/kg/dia representando 10 a 35% das calorias totais. Manutenção do balanço de nitrogênio.

4 Proteína Fatores que influenciam o metabolismo protéico: Sexo, Idade, Intensidade, duração e tipo de exercício, Energia consumida durante a atividade física, Disponibilidade de carboidrato.

5 Proteína Posicionamento da American Dietetic Association, Dietitians of Canada e American College of Sports Medicine 2009:

6 Recomendações Atletas de Endurance: Aumento no consumo de proteína: 1,2 a 1,4 g/kg/dia. Aumento da oxidação protéica, Melhora da recuperação em treinos intensos.

7 Recomendações Atletas de Força: Aumento no consumo de proteína: 1,2 a 1,7 g/kg/dia. Aumento no consumo de aminoácidos essenciais, Aumento no consumo energético para desenvolvimento muscular.

8 CHO + Proteína Associação entre Carboidrato e Proteína (4:1): Demonstrou melhora de performance em relação a carboidrato isolado. Soluções isocalóricas: CHO + proteína = CHO isolado

9 Proteína Consumo exagerado de proteína (> 40% do consumo total) pode levar a efeitos colaterais: Aumento basal do nitrogênio renal, Gota, Perda de Cálcio, Desconforto gastrointestinal.

10 Proteínas Proteínas ingeridas são clivadas e absorvidas como aminoácidos. Existem 20 aminoácidos. 9 deles são aminoácidos essenciais.

11 Aminoácidos

12 O consumo diário recomendado de aminoácidos é de 2 a 3 g/dia. Podem ser facilmente atingidas quando consumidos alimentos: ovos, iogurte e leite. O consumo exagerado de aminoácidos pode gerar efeitos tóxicos, diarréia e cãimbras.

13 BCAA Leucina, valina e isoleucina são aminoácidos de cadeia ramificada. Previne a queda plasmática de BCAA, Atenua o aumento do triptofano livre, Reduz a probabilidade de fadiga.

14 BCAA Estudos sugerem: Minimização da degradação de proteínas, Melhora a recuperação pós-exercício. Porém, ainda existe controvérsia. O BCAA pode aumentar os níveis séricos de amônia.

15 Creatina Creatina é uma proteína derivada dos aminoácidos glicina e arginina. Encontrada em carnes e peixes, aproximadamente, 4 a 5 g de creatina por kg. Necessidade diária de 2 a 3 g/dia.

16 Creatina Ganho de massa magra, Ganho de força, Melhora de performance em sprints.

17 Glutamina Aminoácido não essencial. Função regulatória: Aumento da síntese protéica, Efeito anti-catabólico.

18 Glutamina Efeito sobre o sistema imunológico. Suplementação de 4 a 12 g/dia. Mantém concentrações séricas de glutamina durante o exercício. Diminuição na suscetibilidade de infecções de vias aéreas superiores seguidas de exercícios exaustivos. Benefícios apenas em atletas com déficit.

19 HMB Ácido β-Hidroxi β-Metilbutirato é um metabólito da clivagem da leucina. O corpo sintetiza 0,3 a 1,0 g/dia de HMB. Encontrado em alimentos como grapefruit e alguns peixes.

20 HMB Aumento de massa magra, Ganho de força. Efeito anti-proteolítico.


Carregar ppt "Proteínas e Aminoácidos Leonardo Kenji Hirao Residente de Medicina do Esporte Orientador: Prof. Dr. Hamilton Roschel."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google