A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Bronquiectasias Professor Ronaldo Rangel. Bronquiectasias Definição Definição Dilatação e distorção irreversível dos brônquios, em decorrência da destruição.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Bronquiectasias Professor Ronaldo Rangel. Bronquiectasias Definição Definição Dilatação e distorção irreversível dos brônquios, em decorrência da destruição."— Transcrição da apresentação:

1 Bronquiectasias Professor Ronaldo Rangel

2 Bronquiectasias Definição Definição Dilatação e distorção irreversível dos brônquios, em decorrência da destruição dos componentes elástico e muscular de sua parede Dilatação e distorção irreversível dos brônquios, em decorrência da destruição dos componentes elástico e muscular de sua parede

3 Bronquiectasias Epidemiologia Epidemiologia indivíduos possuem bronquiectasia; indivíduos possuem bronquiectasia; A prevalência aumenta com a idade; A prevalência aumenta com a idade; É mais comum entre as mulheres; É mais comum entre as mulheres; Pacientes portadores de bronquiectasia utilizam significativamente mais o sistema de saúde, quando comparados com indivíduos da mesma faixa etária. Pacientes portadores de bronquiectasia utilizam significativamente mais o sistema de saúde, quando comparados com indivíduos da mesma faixa etária.

4 Bronquiectasias Patogenia Patogenia Agressão infecciosa Agressão infecciosa Deficiência na depuração das secreções brônquicas. Deficiência na depuração das secreções brônquicas.

5 Bronquiectasias Patogenia Patogenia Agressão infecciosa Agressão infecciosa Deficiência na depuração das secreções brônquicas. Deficiência na depuração das secreções brônquicas.

6 Bronquiectasias EtiologiaExemplos CongênitaDeficiência de elementos da parede brônquica, seqüestro pulmonar Obstrução brônquica Corpo estranho, neoplasia, adenopatia hilar, impactação mucóide, DPOC ou asma Resposta imunológica exacerbada Aspergilose broncopulmonar alérgica, bronquiectasia pós-transplante pulmonar, artrite reumatóide Deficiência imunológica Hipogamaglobulinemia, deficiência de IGA, SIDA, neoplasia Tabela 1. Etiologia das bronquiectasias

7 Bronquiectasias EtiologiaExemplos Deficiência da depuração mucociliar Discinesia ciliar primária, fibrose cística, discinesia ciliar secundária (asma, tóxica, bactérias) Pós-infecciosaBactérias, vírus, fungos e protozoários Pneumonite inflamatória Aspiração de conteúdo gástrico ou substâncias cáusticas, inalação de gases tóxicos OutrasSíndrome sinusobronquial, idiopática Tabela 1. Etiologia das bronquiectasias

8 Bronquiectasias Discinesia ciliar primária doença hereditária doença hereditária Síndrome de Kartagener situs inversus totalis, bronquiectasias bronquiectasias sinusite recorrente ou polipose nasal sinusite recorrente ou polipose nasal Etiologia das bronquiectasias

9 Bronquiectasias Fibrose cística doença hereditária autossômica recessiva doença hereditária autossômica recessiva acometimento multissistêmico de órgãos epiteliais PulmõesVias aéreas superiores PâncreasGlândulas sudoríparas Trato biliar Intestinos Aparelho reprodutor Etiologia das bronquiectasias

10 Morfologia Morfologia Cilíndricas: brônquios uniformemente dilatados Cilíndricas: brônquios uniformemente dilatados Císticas: brônquios dilatados somente em determinado ponto de seu diâmetro Císticas: brônquios dilatados somente em determinado ponto de seu diâmetro Varicosas: dilatações que se alternam com segmentos normais Varicosas: dilatações que se alternam com segmentos normais Classificacao Bronquiectasias

11 Localização Localização Localizadas Localizadas Difusas Difusas Etiologia Etiologia Congênita Congênita Adquirida Adquirida Classificação Bronquiectasias

12 Prevalência dos sintomas em pacientes adultos com bronquiectasias Sintomas Tosse produtiva96% Expectoração na maioria dos dias da semana 87% Expectoração diária76% Fadiga73% Sintomas de rinossinusite71% Dispnéia60% Hemoptise26% Dor torácica19% King PT et al. Respir Med 2006;100:

13 Bronquiectasias Exame físico King PT et al. Respir Med 2006;100: Sinal% dos pacientes Crepitações73% Sibilos e roncos21% Baqueteamento digital2%

14 Radiografia Radiografia Tomografia computadorizada Tomografia computadorizada Broncografia Broncografia Diagnóstico Bronquiectasias

15 Opacidades lineares paralelas (trilhos de trem), Diagnóstico Bronquiectasias Radiografia

16

17

18

19 Bronquiectasias Radiografia/Tomografia

20 Bronquiectasias Tomografia

21 Bronquiectasias

22 Bronquiectasias Tomografia

23 Bronquiectasias Tratamento identificar e remover o fator causal tratar adequadamente os processos infecciosos intercorrentes tentar prevenir a ocorrência de exacerbações potencializar a higienização da árvore brônquica

24 Bronquiectasias Tratamento OpçãoComentários Mucolíticos Não há evidências para sua recomendação rotineira, e altas doses de bromexina associada a antibiótico tenha mostrado maior depuração das secreções brônquicas. Antagonistas de receptores de leucotrieno Não há estudos controlados em bronquiectasias Agentes inalados hiperosmolares O uso do manitol inalado, sob a forma de pó seco, mostrou, em um estudo, melhorar a depuração traqueobrônquica e o estado de saúde. DNAse humana recombinante inalada É uma enzima que provoca a lise do DNA secretado pelos neutrófilos nos locais de inflamação. Mostrou ser útil na terapêutica de pacientes com fibrose cística. Em estudos com portadores de bronquiectasia não relacionada à fibrose cística, essa droga promoveu piora da função pulmonar e aumento das exacerbações

25 Bronquiectasias Tratamento Vacinas Antiinfluenza anual Antipneumococica a cada 5 anos Antihaemophilus não usar

26 Bronquiectasias Tratamento Cirurgia Doença Localizada Doença difusa Transplante

27 Abscesso Pulmão Cavidade pulmonar como complicação de um processo infeccioso bacteriano geralmente com nível hidro aéreo Cavidade pulmonar como complicação de um processo infeccioso bacteriano geralmente com nível hidro aéreo

28 Abscesso Pulmão Cavidade flora mista com participação mais importante de anaeróbios Cavidade flora mista com participação mais importante de anaeróbios Dentes estragados associação com perda momentânea de consciência Dentes estragados associação com perda momentânea de consciência Alcoolismo Alcoolismo epilepsia epilepsia

29 Abscesso Pulmão Tratamento mais prolongado 21 a 28 dias Tratamento mais prolongado 21 a 28 dias Fisioterapia fundamental Fisioterapia fundamental Excluir empiema se derrame pleural associado Excluir empiema se derrame pleural associado Diagnostico diferencial com carcinoma escavado e tuberculose Diagnostico diferencial com carcinoma escavado e tuberculose

30 Etiologia das bronquiectasias

31 Obrigada !


Carregar ppt "Bronquiectasias Professor Ronaldo Rangel. Bronquiectasias Definição Definição Dilatação e distorção irreversível dos brônquios, em decorrência da destruição."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google