A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1914, ano em que foi publicado este álbum Em 1914, ano em que foi publicado este álbum, o transporte das pipas de vinho do Porto era feito em carros.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1914, ano em que foi publicado este álbum Em 1914, ano em que foi publicado este álbum, o transporte das pipas de vinho do Porto era feito em carros."— Transcrição da apresentação:

1

2 1914, ano em que foi publicado este álbum

3 Em 1914, ano em que foi publicado este álbum, o transporte das pipas de vinho do Porto era feito em carros de bois. Em 1914, ano em que foi publicado este álbum, o transporte das pipas de vinho do Porto era feito em carros de bois.

4 Porto - Rua dos Clérigos

5 Porto - Praça da Ribeira

6 Carregamento de vinho em Gaia

7 Nessa época os navios entravam ainda no rio Douro para carregarem, na zona ribeirinha de Gaia, pipas de vinho.

8 Panorama do Porto

9 Vista da Barra

10 Foz do rio Douro e vista parcial de Massarelos

11 Porto de Leixões - Construído na foz do rio Leça. Foi lançada a primeira pedra em 1884, por proposta do ministro Hintze Ribeiro e aprovação de Fontes Pereira de Melo. Foi ampliado em 1962 e 1970.

12 Sé do Porto - Iniciou-se a construção no 2º quartel do século Xll, no tempo da rainha D. Tereza. - Estilo românico. Sofreu, no correr dos séculos, várias modificações. A galilé que se vê na foto é de autoria de Nasoni (1736) Sé do Porto - Iniciou-se a construção no 2º quartel do século Xll, no tempo da rainha D. Tereza. - Estilo românico. Sofreu, no correr dos séculos, várias modificações. A galilé que se vê na foto é de autoria de Nasoni (1736)

13 Ponte de D. Luís - Projectada por Teófilo Seyrig. Inaugurada a Foi benzida pelo Cardeal D. Américo. Ponte de D. Luís - Projectada por Teófilo Seyrig. Inaugurada a Foi benzida pelo Cardeal D. Américo.

14 Ponte de D. Luís – Carregamento de vinho

15 Porto - Ponte de D. Luís

16 Torre dos Clérigos - Projectada por Nicolau Nasoni (italiano). A igreja foi aberta ao culto a A torre é considerada das mais belas da Europa. Tem 75 m de altura. Torre dos Clérigos - Projectada por Nicolau Nasoni (italiano). A igreja foi aberta ao culto a A torre é considerada das mais belas da Europa. Tem 75 m de altura.

17 Jardim da Cordoaria - Construído em 1866 por proposta do Visconde de Villar de Allen. O projecto é de Emílio David (francês). A burguesia portuense, após a inauguração, passou a frequentá-lo, abandonando o Jardim de S. Lázaro. Jardim da Cordoaria - Construído em 1866 por proposta do Visconde de Villar de Allen. O projecto é de Emílio David (francês). A burguesia portuense, após a inauguração, passou a frequentá-lo, abandonando o Jardim de S. Lázaro.

18 Palácio de Cristal. Construído à semelhança do de Londres. Inaugurado a Destruído em 1951, para dar lugar ao Pavilhão dos Desportos. Palácio de Cristal. Construído à semelhança do de Londres. Inaugurado a Destruído em 1951, para dar lugar ao Pavilhão dos Desportos.

19 Nave Central do Palácio de Cristal, onde se realizaram notáveis exposições.

20 Gruta - Local romântico do extinto Palácio de Cristal, muito frequentado pelos namorados no final do século XlX., hoje destruída.

21 Aspecto do Mercado dos Anjos. Destruído para dar lugar à Praça de Lisboa. Hoje é um Cento Comercial.

22 Aspecto do Mercado dos Anjos. Destruído para dar lugar à Praça de Lisboa. Hoje é um Centro Comercial.

23 Praça da Batalha. Estátua de D. Pedro V. Inaugurada a , de autoria de Teixeira Lopes (Pai). Praça da Batalha. Estátua de D. Pedro V. Inaugurada a , de autoria de Teixeira Lopes (Pai).

24 Praça de D. Pedro – Estátua de Anotole Calmels, inaugurada a Praça de D. Pedro – Estátua de Anotole Calmels, inaugurada a

25 Porto – Praça da Batalha

26 Igreja da Lapa – Planta do arquitecto José Figueiredo Seixas. Sofreu alterações ao longo da construção. Igreja da Lapa – Planta do arquitecto José Figueiredo Seixas. Sofreu alterações ao longo da construção.

27 Rua de Santo António em 1914

28 Hospital de Santo António. Actualmente remodelado e aumentado

29 Porto – Largo e Capela de Fradelos

30 Foz. Entrada do rio Douro.

31

32 Oficina de caixotaria da Casa Constantino dAlmeida. O vinho do Porto, em garrafa, para exportação, era embalado em caixas de madeira. Oficina de caixotaria da Casa Constantino dAlmeida. O vinho do Porto, em garrafa, para exportação, era embalado em caixas de madeira.

33 Interior do Armazém - 1ª Nave (Caves Constantino dAlmeida)

34 Secção de engarrafamento dos vinhos de Constantino d Almeida. Note-se o trajo das operárias: a saia até aos pés das garrafeiras do início do séc. XX. Secção de engarrafamento dos vinhos de Constantino d Almeida. Note-se o trajo das operárias: a saia até aos pés das garrafeiras do início do séc. XX.

35 Secção de engarrafamento dos vinhos de Constantino d Almeida. Note-se o trajo das operárias: a saia até aos pés das garrafeiras do início do séc. XX. Secção de engarrafamento dos vinhos de Constantino d Almeida. Note-se o trajo das operárias: a saia até aos pés das garrafeiras do início do séc. XX.

36 Engarrafadeira. Ano de 1914 Engarrafadeira. Ano de 1914

37 Texto: Humberto Pinho da Silva Formatação: Jorge Vicente Música: Luses da Ribalta


Carregar ppt "1914, ano em que foi publicado este álbum Em 1914, ano em que foi publicado este álbum, o transporte das pipas de vinho do Porto era feito em carros."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google