A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Deus para os pequenos LE – questões 1 a 16 GE – Cap. 2 Evangelização Infantil A partir de 7 anos Maio/2012.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Deus para os pequenos LE – questões 1 a 16 GE – Cap. 2 Evangelização Infantil A partir de 7 anos Maio/2012."— Transcrição da apresentação:

1 Deus para os pequenos LE – questões 1 a 16 GE – Cap. 2 Evangelização Infantil A partir de 7 anos Maio/2012

2 Aula 1 – Deus Criador Objetivo Geral - Entender o significado de "criar" (Deus é o Criador) Objetivo Específico - Montar um painel de colagens Material - folhas de cartolina ou colorset preto (A4), cola, retalhos de papéis coloridos, glitter, lápis de cor, tesouras Desenvolvimento da Aula: 1.Iniciar a aula mostrando fotos com imagens do espaço e perguntar às crianças se elas sabem o que estão vendo e onde estão aquelas paisagens. 2.Depois de terminar, peça-lhes que digam o que há no espaço. Ex.: Sóis, planetas, cometas, asteroides, naves, satélites, galáxias, estrelas, ET's... (Deixe-os falarem à vontade, enquanto relacionamos tudo no quadro.) 3.Entregar uma folha de papel cartão para cada criança, mas reservar uma para nós, sem uso. 4.Dizer às crianças que agora vamos criar um espaço do nosso jeito. Pedir para as crianças escolherem o material e criarem uma colagem bem bonita, com os itens relacionados. 5.Depois que todos terminarem, mostramos a folha de papel cartão como era antes, e como ficou depois de trabalharmos nela. Se não fosse por nós, a folha continuaria só preta, sem nada. O Universo também não seria o que é hoje, se não tivesse sido criado. E quem criou o Universo? Deus. 6.Colando todos os trabalhos lado a lado, criamos um grande painel que possa ser fixado na própria sala. 7. Enquanto todos admiram os trabalhos e põem seus nomes, colocamos a música Uma Odisseia no Espaço. Maio/2012Evangelização Infantil - Cecília e Tita2

3 O Espaço No Espaço, além do planeta que habitamos – a Terra – existem milhões de astros. Vocês já observaram o céu à noite? Que pontinhos cintilantes serão aqueles que brilham lá no alto? Esses pontinhos brilhantes são as estrelas. Mas no céu não existem só as estrelas. Também há os planetas, os cometas, os asteroides,... As estrelas têm luz própria (por exemplo, o Sol) enquanto que os planetas não possuem luz própria, por isso não os conseguimos ver. Os planetas recebem luz das estrelas - por exemplo, o planeta Terra recebe luz da estrela que está mais próxima - o Sol. 3Evangelização Infantil - Cecília e TitaMaio/2012

4 Imagens do Espaço Nebulosa NGC 6543 – Olho de GatoGaláxia de Andrômeda 4Evangelização Infantil - Cecília e TitaMaio/2012

5 Sistema Solar 5Evangelização Infantil - Cecília e TitaMaio/2012 O Sistema Solar é constituído não só por planetas, com os seus satélites, mas também por milhares de asteroides e milhões de cometas. O Sistema Solar, é o sistema dominado por uma estrela central, o Sol, e pelos corpos que se movem em órbita, à sua volta. Neste conjunto, estão incluídos nove planetas: Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão, os seus 61 satélites naturais, milhares de asteroides, cometas, meteoritos e poeira interplanetária.

6 Planetas do Sistema Solar Mercúrio Vênus Terra Marte Júpiter Saturno Urano Netuno Plutão 6Evangelização Infantil - Cecília e TitaMaio/2012

7 Aula 2 – Deus Causa Primária Objetivo Geral - Entender o significado de origem" (Deus é a origem de tudo) Objetivo Específico – Germinar uma semente de feijão para posteriormente plantar as mudinhas numa jardineira Material – copinhos de plástico de café, algodão molhado, grãos de feijão Desenvolvimento da Aula: 1.Iniciar a aula falando de um passarinho que esteja cantando no momento, ou de um inseto, levando-os a pensar no início do bichinho (ovos). Depois passar para árvores, perguntando-lhes como se origina uma árvore. Depois passar para um grande animal, depois para homem. Sempre perguntando e indagando a origem de cada tema abordado. Usar como sugestão o poema da Rita Foelker – Prá começar. 2.Depois passar para temas da natureza, fenômenos da natureza (chuva, vento, calor, frio, neve,...) com o mesmo tipo de questionamento que os faça determinar a origem. Sugestão: origem da chuva. 3.A partir daí, levá-los a determinar a origem das coisas naturais (de onde vêm?), chegando a Deus como o início de tudo, sempre através da indagação e da dedução sobre as ideias apresentadas. A natureza, o universo, os animais, as plantas têm uma mesma origem: Deus. 4.Entregar para cada criança um copinho, para que coloquem seu nome nele, e depois o algodão e o feijão. Para que cada um monte a sua sementeira. 5.Depois que todos terminarem colocar todos os copinhos em local fresco e com luz para que a semente se origine numa planta. Maio/2012Evangelização Infantil - Cecília e Tita7

8 Prá Começar Poema de Rita Foelker Pra começar, era uma pena em minha mão... Ou, antes: Pra começar, era um passarinho que perdeu uma pena em minha mão... Quer dizer: Pra começar, era um ninho onde morava um passarinho que perdeu uma pena em minha mão Um galho onde ficava um ninho onde morava um passarinho que perdeu uma pena em minha mão... A árvore onde brotou um galho onde ficava um ninho onde morava um passarinho que perdeu uma pena em minha mão. A semente que virou a árvore onde brotou um galho onde ficava um ninho onde morava um passarinho que perdeu uma pena em minha mão. O homem que plantou a semente que virou a árvore onde brotou um galho onde ficava um ninho onde morava um passarinho que perdeu uma pena em minha mão. Bom... Pra começar, era a terra onde cresceu o homem que plantou a semente que virou a árvore onde brotou o galho onde ficava o ninho onde morava o passarinho que perdeu uma pena em minha mão. A água que molhou a terra onde cresceu o homem que plantou a semente que virou a árvore onde brotou o galho onde ficava o ninho onde morava o passarinho que perdeu uma pena em minha mão. A nuvem que choveu a água que molhou a terra onde cresceu o homem que plantou a semente que virou a árvore onde brotou o galho onde ficava o ninho onde morava o passarinho que perdeu uma pena em minha mão. O céu onde passava a nuvem que choveu a água que molhou a terra onde cresceu o homem que plantou a semente que virou a árvore onde brotou o galho onde ficava o ninho onde morava o passarinho que perdeu uma pena em minha mão. O Sol que clareava o céu onde passava a nuvem que choveu a água que molhou a terra onde cresceu o homem que plantou a semente que virou a árvore onde brotou o galho onde ficava o ninho onde morava o passarinho que perdeu uma pena em minha mão. O Universo que continha o Sol que clareava o céu em que passava a nuvem que choveu a água que molhou a terra onde cresceu o homem que plantou a semente que virou a árvore onde brotou o galho onde ficava o ninho onde morava o passarinho que perdeu uma pena em minha mão. Olha: pra começar, começar mesmo, era DEUS! 8Evangelização Infantil - Cecília e TitaMaio/2012

9 Chuva Introdução: Embora muitas pessoas não gostem das chuvas, elas são fundamentais para o nosso planeta, pois contribuem para o desenvolvimento das diversas formas de vida (animal e vegetal). A chuva é um fenômeno climático que ocorre da seguinte forma: 1º – A água, quando é aquecida (pelo Sol ou outro processo de aquecimento), evapora e se transforma em vapor de água; 2º – Este vapor de água se mistura com o ar e, como é mais leve, começa a subir; 3º – Formam-se as nuvens carregadas de vapor de água (quando mais escura é a nuvem mais carregada de vapor de água condensado) 4º – Ao atingir altitudes elevadas ou encontrar massas de ar frias, o vapor de água condensa, transformando-se novamente em água; 5º – Como é pesada e não consegue sustentar-se no ar, a água acaba caindo em forma de chuva. Existem regiões do mundo em que ocorrem poucas chuvas. Nos desertos (Saara, Atacama, Arábia), por exemplo, o índice de umidade é baixíssimo. Isto dificulta a formação de nuvens e das chuvas. Já em regiões como a Floresta Amazônica, as chuvas ocorrem em grande quantidade em função do alto índice de evaporação da água. Temporais: Muitas vezes as chuvas ocorrem em forma de temporais. Estas se caracterizam pelos ventos fortes, trovoadas e relâmpagos. Os relâmpagos são descargas elétricas provocadas pelo choque entre nuvens carregadas com muita água e energia. Já o trovão, é o som provocado por este choque. Maio/2012Evangelização Infantil - Cecília e Tita9

10 Aula 3 – Deus Crer e Saber 1.Escrever na lousa duas palavras: CRER e SABER. Perguntar então, qual é o significado da primeira e anotar o que as crianças forem respondendo. As palavras deverão ser parecidas: acreditar, ter fé, achar que acredita. Fazer o mesmo para SABER, onde deveremos ter algo como: conhecer, estar informado, ter certeza, ter capacidade, poder ensinar. 2.Então perguntar às crianças: quando falamos de Deus, costumamos falar creio em Deus, mas será possível saber, ter certeza de que Deus existe? Vamos ouvir às opiniões das crianças e promover uma votação para conhecer o pensamento de todos. 3.Apresentar, então, um relógio (destes de pilha, comprados de camelô) e perguntar o que é necessário para que aquele relógio exista. 4.Falar sobre os vários tipos de relógio: relógio de sol, ampulheta, relógio de pêndulo, digital. Todos estes relógios foram inventados, desenhados, fabricados por uma ou mais pessoas. Será que esta pessoa era inteligente ou não? Afinal, alguém teve que pensar, que usar a cabeça, pra construir um relógio que marcasse o tempo direitinho, que funcionasse, que não quebrasse a toda hora... Conversar sobre isto. Será que se tivéssemos todas as peças, a pilha, os ponteiros, se colocássemos dentro de uma caixa e sacudíssemos bastante, haveria alguma chance do relógio se montar sozinho lá dentro, por força do acaso? Colher opiniões, mas todos devem chegar à conclusão de que não. 5.Vamos pensar em outras coisas, nos planetas, no Sistema Solar, no corpo humano tudo que existe. Nós temos duas maneiras de imaginar como tudo isto começou a existir: (1) por ACASO ou (2) como resultado de uma INTELIGÊNCIA. O que vocês acham que foi, por ACASO ou por uma VONTADE INTELIGENTE? Dizer às crianças: pois então, esta inteligência que criou o Universo, que planejou tudo pra ser como é e pra funcionar direitinho, é Deus. 6.Colocar uma música árabe e perguntar o que ela faz lembrar. Contar então a história A Caravana Árabe, de Meimei*, ao som desta música, e perguntar o que esta história tem a ver com o assunto da nossa conversa. Deve haver uma identificação muito precisa da questão das evidências de que Deus existe, nas respostas das crianças. 7.Conversar também sobre como é possível saber coisas através de sinais. Ex.: Se seu vizinho dá uma festa, você não precisa ir lá pra saber o que está acontecendo. Se lhe entregam um recado, pela letra, dá pra saber se foi sua mãe ou seu irmão que deixou. Tudo é sinal de Deus, inclusive nós, que nos criticamos tanto, que nos achamos feios, imperfeitos, somos seres criados por Deus, com uma beleza própria e única. Maio/2012Evangelização Infantil - Cecília e Tita10

11 Caravana Árabe - Memei Conta-se que um velho árabe analfabeto orava com tanto fervor e com tanto carinho, cada noite, que certa vez, o rico chefe de grande caravana chamou-o à sua presença e lhe perguntou: Por que oras com tanta fé? Como sabes se Deus existe, quando nem ao menos sabes ler? O crente fiel respondeu: Grande senhor, reconheço a existência de Nosso Pai Celestial pelos sinais dele. Como diz? Indagou o chefe admirado. O servo humilde explicou-se: Quando o senhor recebe uma carta de uma pessoa ausente, como reconhece quem a escreveu? Pela letra. Quando o senhor recebe uma jóia, como é que se informa sobre o valor dela? Pela marca do ourives. O velho árabe sorriu e acrescentou; Quando ouve passos de animais ao redor da tenda, como sabe, depois, se foi um carneiro, um cavalo ou um boi? Pelos rastros respondeu o chefe, surpreendido. Então o servo fiel convidou-o para fora da barraca e, mostrando-lhe o céu, onde a lua brilhava, cercada por multidões de estrelas, e exclamou respeitoso: Senhor, aqueles sinais, lá em cima, não podem ser dos homens! Nesse momento, o orgulhoso caravaneiro, de olhos lacrimosos ajoelhou-se na areia e começou a orar também. Maio/2012Evangelização Infantil - Cecília e Tita11


Carregar ppt "Deus para os pequenos LE – questões 1 a 16 GE – Cap. 2 Evangelização Infantil A partir de 7 anos Maio/2012."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google