A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

LIMITES E AFETIVIDADE: COMO AGIR COM AS CRIANÇAS? Psicóloga/Psicopedagoga: Damaris Bezerra de Lima.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "LIMITES E AFETIVIDADE: COMO AGIR COM AS CRIANÇAS? Psicóloga/Psicopedagoga: Damaris Bezerra de Lima."— Transcrição da apresentação:

1 LIMITES E AFETIVIDADE: COMO AGIR COM AS CRIANÇAS? Psicóloga/Psicopedagoga: Damaris Bezerra de Lima

2 QUESTÕES FUNDAMENTAIS Saber respeitar e conviver com o outro; Papéis de pai e mãe; Até onde dar liberdade? Entender o que é ou não normal em determinada idade; O que é limite?

3 OS PRIMEIROS MODELOS Autoridade: algo natural e reconhecida por todos; Ensinar a criança as regras e limites do mundo – espera, frustração, insatisfação; Proporcionar autonomia; Explicar o porquê das decisões; Saber dizer não.

4 DESENVOLVIMENTO INFANTIL Estabelecer regras claras desde o nascimento; Aos nove meses já compreende uma proibição; 1 ano e 6 meses atividade motora intensa; 2 anos: briga pelas suas coisas; 2 anos e 6 meses: rebelde e mandão;

5 3 anos: gosta de agradar as pessoas; 4 anos muito tagarela; 6 anos: choro e riso andam juntos; 7 anos: é susceptível ao elogio e à desaprovação; acata melhor as normas; 8 anos: consegue pensar antes de fazer; 9 e 10 anos: consegue aceitar a culpa, enfatiza justiça, honestidade e verdade.

6 AS PRIMEIRAS RELAÇÕES São fundamentais para saber até onde ir; A importância da família; Não exigir que a criança entenda o que ainda não tem condições; Dosar recompensas e frustrações; Horários para comer e dormir, controle dos esfíncteres: base para regras; Manter bons relacionamentos com o filho: AMOR.

7 NA ESCOLA O aprendizado e o ensinamento das regras continuam; Família e escola: papéis diferentes; Normas coletivas e escolares; Conseqüências das atitudes; Manter bom relacionamento com o aluno.

8 ANÁLISE DE CADA CASO É importante que cada caso de falta de limites seja analisado e discutido pela família e pela escola; Comprometimento de todos; Limites=afeto e ensinamento; liberdade excessiva=abandono; Estimular a capacidade de cada um.

9 FINALIZANDO... Resolver o problema que causou a desobediência: de maneira favorável=aprendizagem,independência; desfavorável=não aprendizagem, dependência. Bom senso entre permitir e proibir; Liberdade com limites; Liberdade de palavra=comunicação familiar.

10 PARA REFLETIR... Nenhum trabalho de qualidade pode ser feito sem concentração e auto- sacrifício, esforço e dúvida. Max Beerbohm


Carregar ppt "LIMITES E AFETIVIDADE: COMO AGIR COM AS CRIANÇAS? Psicóloga/Psicopedagoga: Damaris Bezerra de Lima."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google