A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Preservação e acesso a informação científica em saúde pública - Repositório Institucional para a Faculdade de Saúde Pública da USP Maria Imaculada da Conceição.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Preservação e acesso a informação científica em saúde pública - Repositório Institucional para a Faculdade de Saúde Pública da USP Maria Imaculada da Conceição."— Transcrição da apresentação:

1 Preservação e acesso a informação científica em saúde pública - Repositório Institucional para a Faculdade de Saúde Pública da USP Maria Imaculada da Conceição Biblioteca/CIR: Centro de Informação e Referência em Saúde Pública da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo

2 Objetivo do projeto O objetivo geral do projeto foi assegurar a preservação e tornar acessíveis as coleções da memória bibliográfica institucional, passada e futura, atuando como depositários de documentos impressos e eletrônicos, nas diversas mídias, que fossem relevantes para o desenvolvimento de pesquisas na área de saúde pública.

3 Proposta do projeto A proposta do projeto foi criar um repositório para abrigar documentos digitalizados, imagens, vídeos, áudios e demais novas mídias produzidas pelos pesquisadores e professores da FSP/USP, garantindo seu acesso universal e permanente; digitalizar teses e documentos da produção intelectual; e realocar as coleções históricas e da memória bibliográfica da FSP em estantes adequadas, visando garantir sua preservação.

4 Etapas do projeto Projeto submetido à FAPESP, Programa Centros Depositários de Informações, Documentos e/ou Coleções Biológicas. Chamada de Propostas 16/2009, sob responsabilidade da Profa. Dra. Angela Maria Belloni Cuenca. Submissão em dez/2009. Trâmites internos FAPESP e revisão da proposta – Aprovação em jan/2011. Processo n. 2009/ Valor: R$ ,85 Desenvolvimento do projeto de abr/2011 a mar/2012. Envio do relatório e prestação de contas em abr/2012 – e aprovação em maio/2012.

5 Desenvolvimento geral Atualização dos orçamentos. Atualização do cronograma. Estudo das regras FAPESP em relação às solicitações de liberação de verba, à documentação a ser enviada na prestação de contas, ao controle financeiro, justificativas etc. Definição de responsabilidades. Ações.

6 Aquisições: 2 servidores e respectivos no-breaks 1 storage (sistema de armazenamento) com capacidade de 8 terabytes 2 escâneres com design especial para acomodação de lombadas. Mobiliário para a Oficina de Digitalização Serviços de informática Serviço de digitalização de documentos Profissionais envolvidos: Analistas de sistemas Bibliotecários Designer gráfico Instalação da Oficina de Digitalização Repositório e digitalização

7 Interface padrão Interface Interface customizada

8 Na sua concepção foi previsto o uso da plataforma DSpace e o padrão de metadados Dublin Core, com adaptações. Campos do Esquema Dublin Core Campos do Esquema USP Metadados

9 Sistema de arquivos deslizantes Dimensões Comprimento – 7,53m bloco periódicos + 3,12m bloco livros Profundidade - 8,38m Altura – 2,30m Área ocupada - 63,10 m² bloco periódicos + 26,14 m² bloco livros Vão de consulta de 1 m em cada bloco Capacidade de armazenamento Anterior – 201,60 metros lineares para livros e 763,20 metros lineares para periódicos Atual – 336 metros lineares para livros (+ 67%) e metros lineares para periódicos (+47%)

10 Empresas contratadas Retirada e acondicionamento das publicações Desmontagem das estantes antigas Instalação dos arquivos deslizantes

11 Montagem dos arquivos Limpeza e recolocação do acervo Empresas contratadas

12 Envelopamento dos arquivos Empresas contratadas

13 Digitalização de documentos Empresas contratadas

14 Equipe da Biblioteca/CIR em ação

15 Equipe da Biblioteca/CIR

16 Resultados

17

18

19

20

21 páginas digitalizadas

22 Considerações finais A concepção e execução do projeto foi desafiante, sendo uma oportunidade para a equipe ampliar seus conhecimento em relação ao DSpace e às questões relacionadas à digitalização de documentos. O maior impacto do projeto é a democratização do acesso à informação, disponibilizando links para os textos completos, áudios, vídeos e imagens, para a divulgação da ciência. E o desafio continua com a próximas etapas previstas: o aprimoramento das políticas de conteúdo, de funcionamento, de preservação digital, além do povoamento do repositório.

23 Projeto de preservação e acesso a informação científica em saúde pública - Repositório Institucional para a Faculdade de Saúde Pública da USP Maria Imaculada da Conceição Obrigada!


Carregar ppt "Preservação e acesso a informação científica em saúde pública - Repositório Institucional para a Faculdade de Saúde Pública da USP Maria Imaculada da Conceição."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google