A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Recuperação Paralela - Matemática Processos de Recuperação: Desafios e Caminhos DER- Mirante do Paranapanema Abril 2010 1.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Recuperação Paralela - Matemática Processos de Recuperação: Desafios e Caminhos DER- Mirante do Paranapanema Abril 2010 1."— Transcrição da apresentação:

1 Recuperação Paralela - Matemática Processos de Recuperação: Desafios e Caminhos DER- Mirante do Paranapanema Abril

2 A principal meta da educação é criar homens que sejam capazes de fazer criar novas, não simplesmente repetir o que outras gerações já fizeram. Homens que sejam criadores, inventores, descobridores. A segunda meta da educação é formar mentes que estejam em condições de criticar, verificar e não aceitar tudo a que ales se propõe. Jean Piaget 2

3 Objetivo Proporcionar aos professores coordenadores e professores da recuperação paralela, oficinas de estudo que subsidiam a utilização dos materiais indicados, bem como a importância dos registros durante o processo. 3

4 Proposta Curricular do Estado de São Paulo página 8...Esse processo partirá dos conhecimentos e das experiências práticas já acumulados, ou seja, da sistematização, revisão e recuperação de documentos, publicações e diagnósticos já existentes e do levantamento e análise dos resultados de projetos ou iniciativas realizados. 4

5 Registro O registro permite a sistematização de um estudo feito ou de uma situação de aprendizagem vivida. O registro é História, memória individual e coletiva eternizadas na palavra grafada. É o meio capaz de tornar o educador consciente de sua prática de ensino, tanto quanto do compromisso político que a reveste. Madalena Freire 5

6 A produção escrita do educador hoje deve estar a serviço da identificação e compreensão de todos os movimentos que interferem nas relações de ensino e aprendizagem. Edmilson de Castro 6

7 Desenvolver uma metodologia do registro pressupõe, contudo, reeducação do olhar do educador e, consequentemente, de suas interpretações acerca dos fatos escolares. Edmilson de Castro 7

8 Formas de Registro registro de uma prática desenvolvida pelo professor: anotação de observações do professor sobre os alunos, fichas e relatórios retratando um período de avaliação, anotações dos alunos sobre a sua aprendizagem, anotações da escola sobre a história escolar dos alunos. 8

9 O Professor pode trabalhar com o registro de sua prática escrevendo: o que planejou; como foi executado e o que percebeu durante as atividades realizadas (os materiais selecionados, os processos escolhidos e as intenções propiciadas); o acompanhamento das atividades e intervenções realizadas, pode ser utilizado para divulgar o seu trabalho, pode ser apresentado em congressos, publicado em revistas 9

10 A importância do registro permite a outros professores conhecerem o que cada um está fazendo (socialização); permite a ele mesmo refletir sobre o que está fazendo; possibilita ao professor ser autor na sua prática; instrumento reflexivo de investigação didática; 10

11 O registro possibilita ao professor: numa primeira fase: registrar suas reflexões sobre o próprio processo de aprendizagem; numa fase posterior: registrar o que está percebendo de mudança na sua prática; entre uma fase e outra: manter debates com colegas (revê o que está fazendo, reorganiza as atividades de ensino). 11

12 O olhar do professor sobre o aluno O que registrar: o desenvolvimento integral do aluno, considerando aspectos cognitivos, sócio-afetivos e motores; o processo do aluno na construção de conhecimentos específicos e gerais (descrição e análise); observações sobre o desenvolvimento da autonomia; a realização das atividades, o envolvimento dos alunos, os questionamentos... 12

13 Fundamento Legal: Resolução SE 93, de Dispõe sobre estudos de recuperação aos alunos do ciclo II do ensino fundamental e do ensino médio, das escolas da rede pública estadual 13

14 Artigo 6º - Aos professores das disciplinas de Língua Portuguesa e de Matemática da grade curricular do ciclo II e/ou do ensino médio, caberá: II - avaliar sistematicamente o desempenho dos alunos, registrando os avanços observados em sala de aula e na recuperação paralela, com vistas a sinalizar o tempo necessário de permanência deles na recuperação, para superação das dificuldades diagnosticadas; 14

15 Artigo 7º- Aos docentes responsáveis pelas aulas de recuperação paralela, caberá: VI - zelar pela incorporação e registro dos resultados da avaliação das atividades de recuperação, na síntese do desempenho bimestral obtido pelo aluno na respectiva disciplina; 15

16 - Compreenda os motivos das dificuldades de aprendizagem dos alunos. - Procure estabelecer vínculos positivos e de confiança com os alunos. - Valorize os saberes dos alunos. - Acolha as idéias, dúvidas e trate os erros dos alunos como sinais de saberes. O que se espera do professor que atua numa classe de recuperação (1) : 16

17 - Manifeste confiança na capacidade dos alunos, respeite às dúvidas, saberes, etc. - Seja um observador cuidadoso, capaz de antecipar o que o aluno está pensando, seus conflitos e possíveis dúvidas. O que se espera do professor que atua numa classe de recuperação (2) : 17

18 - Organize uma boa rotina, pautas de observação e registros constantes do processo de aprendizagem dos alunos. - Saiba organizar bons agrupamentos. - Saber fazer boas perguntas. - Tenha disponibilidade para entender as possíveis rejeições dos alunos às atividades, procurando investigar quais as razões. O que se espera do professor que atua numa classe de recuperação (3) : 18

19 Familiarização da coletânea de atividades: + MATEMÁTICA; Fichas de acompanhamento; Análise de registros; Vivência de atividades:Volume Especial, Volume 2 e Volume 3. 19

20 Apresentação das Fichas de Acompanhamento 20

21 21

22 22

23 Análise de registros Vivência de atividades 23

24 O professor não ensina, mas arranja modos de a própria criança descobrir. Cria situações-problemas. Jean Piaget 24


Carregar ppt "Recuperação Paralela - Matemática Processos de Recuperação: Desafios e Caminhos DER- Mirante do Paranapanema Abril 2010 1."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google