A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SARESP SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE RENDIMENTO ESCOLAR DO ESTADO DE SÃO PAULO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SARESP SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE RENDIMENTO ESCOLAR DO ESTADO DE SÃO PAULO."— Transcrição da apresentação:

1 SARESP SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE RENDIMENTO ESCOLAR DO ESTADO DE SÃO PAULO

2 CARACTERÍSTICAS DA AVALIAÇÃO DE SISTEMAS CARACTERÍSTICAS DO SARESP OBJETIVOS DESENHO DO SARESP CONDIÇÕES DE ADESÃO REQUISITOS ESPECIAIS DE ADESÃO ABRANGÊNCIA – ALUNOS E ESCOLAS EQUIPES – NÍVEL CENTRAL – NÍVEL REGIONAL – NÍVEL LOCAL ETAPAS DE TRABALHO AÇÕES DE CAPACITAÇÃO INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO INSTRUMENTOS DE ORIENTAÇÃO E CONTROLE CRONOGRAMA APLICAÇÃO E CORREÇÃO – 1ª e 2ª EF – 3ª a 8ª EF e EM DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS USO DOS RESULTADOS SUMÁRIO

3 AVALIAÇÃO DE SISTEMAS DE ENSINO Processo de acompanhamento e aprimoramento das práticas pedagógicas, tanto de escolas como de sistemas educacionais, visando à melhoria da qualidade do ensino e aprendizagem, com conseqüentes impactos no processo de transformação social Avaliação Educacional Características Aferir a qualidade da educação a importância do controle da eqüidade da educação Acompanhar as políticas públicas conhecimento e monitoramento da educação oferecida às crianças e aos jovens Avaliar o produto centrado no desempenho escolar/variáveis relativas ao contexto Ter rigor no processo utilização de procedimentos padronizados/julgamento dos resultados Contar com o compromisso dos agentes uso dos resultados/tomada de decisões Divulgar o desempenho do sistema de ensino à população

4 CARACTERÍSTICAS DO SARESP É um processo sistemático, gradativo e contínuo de avaliação, com aplicações anuais. Abrange todas as escolas e alunos da rede estadual, bem como escolas municipais e privadas que aderirem ao sistema. Propõe a adoção de uma cultura de avaliação no âmbito estadual. Fornece às escolas resultados imediatos. Estabelece um fluxo de informações entre os órgãos centrais da SEE, as Diretorias de Ensino, as escolas e as demais redes de ensino. Permite um nível ampliado de decisão – escolas, Diretorias de Ensino, órgãos centrais da SEE e Redes Municipal e Particular.

5 OBJETIVOS Fornecer um diagnóstico do desempenho dos alunos do Ensino Fundamental e Médio, em termos de aprendizagem de conteúdos e desenvolvimento de habilidades. Oferecer informações técnicas e gerenciais que permitam formular e avaliar programas de melhoria da qualidade de ensino. Subsidiar as escolas com informações e orientações que possibilitem a adoção de estratégias pedagógicas apropriadas. Identificar os fatores que influenciam os resultados obtidos na avaliação.

6 DESENHO DO SARESP 1996 a 1998: avaliação de entrada a partir de 2000: avaliação de saída início do ano letivo final do ano letivo

7 CONDIÇÕES DE ADESÃO Participação Rede Municipal Rede Particular Adesão O que é preciso para aderir: Escolas: Municipais: aplicar o Saresp em todas as escolas do Município que ofereçam Ensino Fundamental e/ou Médio Particulares: aplicar o Saresp naquelas unidades que manifestarem sua adesão ao Sistema Alunos: envolver a totalidade dos alunos que freqüentam as escolas, exceto aqueles das classes multisseriadas e de EJA Períodos: abranger os turnos da manhã, tarde e noite Séries: garantir a participação da 3ª a 8ª do EF e da 1ª ao 3ª do EM Redes de Ensino: assumir as despesas decorrentes do processo de avaliação/contrato firmado com a empresa contratada indicar representantes para atuarem como coordenadores regionais da avaliação

8 REQUISITOS ESPECIAIS DE ADESÃO Especificidade da aplicação e correção das provas Condições especiais para avaliar as 1 a e 2 a séries do Ensino Fundamental Educadores Participantes Programa de Formação de Alfabetizadores – PROFA (MEC) Projeto Letra e Vida (SEE)

9 ABRANGÊNCIA – PREVISÃO ALUNOS E ESCOLAS Alunos do Ensino Fundamental e Médio Fundamental% TotalRede Médio Fonte: CIE/SEE - julho/04 Nº de Municípios: 645 Nº de Escolas Estadual Municipal Particular Total MunicipalEstadualParticular

10 Parâmetros Instrumentos Capacitação Análise dos resultados Divulgação Implementação de ações e programas Gerenciamento: FDE Equipe Central: FDE, CENP, COGSP, CEI Contratação de Serviços: empresa externa EQUIPES DO SARESP – NÍVEL CENTRAL Coordenação Geral: SEE/CENP

11 Diretorias de Ensino Secretarias Municipais de Educação Escolas Particulares Coordenação Regional Dirigente de Ensino Coordenador Supervisores de Ensino ATPs Representante da Rede Municipal Representante da Rede Particular Divulgação do Saresp Capacitação dos Coordenadores da Aplicação (Diretores) e Professores de Língua Portuguesa Recepção e distribuição dos materiais da aplicação Zelo pelo sigilo das provas Supervisão da aplicação Divulgação dos resultados para as escolas Implementação de ações EQUIPES DO SARESP – NÍVEL REGIONAL Atribuições:

12 EQUIPES DO SARESP – NÍVEL LOCAL Escola Coordenação Local da Avaliação Coordenador de aplicação (Diretor) professor-coordenador professor/aplicador pais Divulgação do Saresp à comunidade Capacitação dos aplicadores Recepção e entrega dos materiais da aplicação Zelo pelo sigilo das provas Coordenação da realização da avaliação Garantia das condições adequadas para aplicação das provas Divulgação os resultados para a comunidade escolar Implementação de ações Atribuições:

13 ETAPAS DE TRABALHO Principais fases: mapeamento da Rede de Ensino – nº de alunos por série, turma, período, escola elaboração e validação técnica dos instrumentos da avaliação – provas, questionários dos alunos, manuais e relatórios capacitação das equipes das Diretorias de Ensino e escolas impressão e distribuição dos instrumentais da avaliação para as Diretorias de Ensino organização das escolas para o processo de avaliação – divulgação à comunidade escolar aplicação das provas e questionários aos alunos leitura das folhas óticas, consistência básica e processamento dos dados análise e interpretação dos resultados da avaliação divulgação dos resultados implementação de ações e programas a partir dos resultados

14 AÇÕES DE CAPACITAÇÃO Público-alvo: representantes das Redes Municipal e Particular Nível Central - Coordenação: SEE/CENP/FDE Videoconferência nas Diretorias de Ensino para: Apresentar o desenho metodológico do Saresp 2004 Orientar para a aplicação das provas da 1ª e 2ª séries do EF Orientar para a correção das provas da 1ª e 2ª séries do EF Nível Regional - Coordenação: Diretorias de Ensino Encontros para: Apresentar os procedimentos técnico-operacionais para aplicação da avaliação Orientar para a utilização dos critérios de correção das redações Nível Local - Coordenação: representantes das Redes Encontros destinados à equipe escolar para: Apresentar os procedimentos técnico-operacionais para aplicação da avaliação Orientar para a utilização dos critérios de correção das redações

15 INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO Caderno de Prova de Leitura e Escrita questões objetivas/redação/questionário do aluno Tipos de questões: 1ª e 2ª séries do EF - questões predominantemente abertas 3ª a 8ª séries do EF e EM - 30 questões de múltipla escolha com 4 alternativas Referenciais para elaboração das questões: Parâmentros Curriculares Nacionais - PCNs Propostas Curriculares da SEE Realidade do ensino Questionário do aluno: aspectos investigados 1ª e 2ª séries do EF – sexo, idade e pré-escola 3ª a 8ª séries do EF e EM – características pessoais, condições socioeconômicas e culturais, trajetória escolar, trabalho (Ensino Médio), visão do aluno sobre a prática pedagógica dos professores e avaliação da escola Tipos de redações: Ensino Fundamental – Narrativo-descritivo Ensino Médio – Dissertativo-argumentativo

16 INSTRUMENTOS DE ORIENTAÇÃO E CONTROLE Manuais Aplicação Correção da redação Relatórios De Aplicação/Aplicador De Ocorrências da avaliação/Representante regional De Observação/Pais Orientação

17 CRONOGRAMA DIA DA AVALIAÇÃO 25 DE NOVEMBRO DE 2004 Período da ProvaHorário de início das aulas Manhã Tarde Noite Turmas que iniciam entre 06h45 e 10h59 Turmas que iniciam entre 11h00 e 16h59 Turmas que iniciam a partir das 17h00

18 APLICAÇÃO E CORREÇÃO 1ª e 2ª séries do Ensino Fundamental Aplicação das provas: por professores de 1ª e 2ª séries, de outras turmas Correção das provas: por professores participantes do Projeto Letra e Vida ou que participaram do Programa de Formação de Alfabetizadores – PROFA 3ª a 8ª série do Ensino Fundamental e 1ª a 3ª série do Ensino Médio Aplicação das provas: por professores de outras séries Correção das provas: Objetiva: processada mediante as folhas óticas de respostas dos alunos pela empresa contratada Redação: corrigida pelos professores de Ciclo I e de Língua Portuguesa

19 DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS Regional Central Quadro Diagnóstico das Habilidades Avaliadas Resultados de cada aluno por turma – prova objetiva e redação Informe personalizado de Resultados da Escola Dados de Abrangência Estatísticas Básicas por prova/série/período Resultados por Habilidade por série/período Dados da Rede de Ensino à qual pertence Informe personalizado do Município/Particular Dados de abrangência Estatísticas Básicas por prova/série/período – conjuntos das escolas do município e da Rede Municipal ou Escolas Particulares Resultados por Habilidade por série/período – conjuntos das escolas do município e da Rede Municipal ou Escolas Particulares Relatório Quantitativo do Perfil dos Alunos – por Rede de Ensino Relatório Final da Avaliação do Saresp 2004 Obs.: serão disponibilizados os bancos de dados das provas objetiva e redação e do perfil dos alunos para as instâncias Regionais e Centrais das Redes de Ensino Local

20 USO DOS RESULTADOS Definir políticas públicas e reorientar programas e projetos educacionais Enriquecer os projetos de capacitação Reorientar o trabalho pedagógico de cada escola Subsídios para: Reorientar o trabalho pedagógico de cada Rede de Ensino, em termos de demandas de capacitação Fortalecer e disseminar uma cultura de avaliação no Estado de São Paulo


Carregar ppt "SARESP SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE RENDIMENTO ESCOLAR DO ESTADO DE SÃO PAULO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google