A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO."— Transcrição da apresentação:

1 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO COMPONENTE: SISTEMA DE DRENAGEM

2 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO 1) METODOLOGIA Descrição do Sistema de Drenagem Existente: macrodrenagem; microdrenagem. Identificação das Deficiências no Sistema Natural de Drenagem (para os sistema de Micro e Macrodrenagem), a partir das informações obtidas; Pontos Críticos Caracterização e descrição das áreas susceptíveis à ocorrência de inundação e/ou alagamento (Pontos Críticos), especialmente, identificadas nas áreas urbanas; Caracterização: hidrografia, pluviometria, topografia (por meio da base cartográfica - IBGE), uso e ocupação do solo. Principais unidades

3 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO 1) METODOLOGIA Base de Dados Base Cartográfica (curvas de nível); Hidrografia (rios, ribeirões, córregos, lagos); Área Urbana (sistema viário); Pontos Críticos (inundação, erosão etc.); Modelagem Hidrológica Imagem Aérea (tendência da urbanização); Condições de Impermeabilização; Aspectos da Macrodrenagem; Sub-Bacias; Diagnóstico Definição do Tempo de Concentração; Definição das Vazões Máximas para os Pontos Críticos (com TR = 100 anos); Análise de possíveis intervenções;

4 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO 1) METODOLOGIA DIAGNÓSTICO DOS PONTOS CRÍTICOS Modelagem Hidrológica INTERPRETAÇÃO DAS NECESSIDADES Proposição de Alternativas e de Solução PLANO DE AÇÕES Ações Imediatas e de Planejamento

5 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO 1) METODOLOGIA Plataforma Cabc: Análise de Cheias em Bacias Complexas Modelo baseado no método Soil Conservation Service; Para determinação de chuvas excedentes e de hidrogramas de escoamento superficial.

6 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO 1) METODOLOGIA EX: TRAVESSIA EM BUEIRO 1.VERIFICAÇÃO DA CAPACIDADE HIDRÁULICA 2. PROPOSIÇÃO

7 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO P4 – PROPOSTA DE PLANO MUNICIPAL INTEGRADO DE SANEAMENTO BÁSICO P5 – PLANO REGIONAL DE SANEAMENTO BÁSICO ETAPA DE CONSOLIDAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL INTEGRADO DE SANEAMENTO BÁSICO

8 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO 2) RECOMENDAÇÕES E ESTIMATIVA DE CUSTOS - MACRODRENAGEM MUNICÍPIO N° DE PONTOS CRÍTICOS PROBLEMAS IDENTIFICADOS RECOMENDAÇÕES SUGERIDAS ESTIMATIVA DE INVESTIMENTOS (R$) ARAÇARIGUAMA 4 Transbordamento do lago nos espaços do parque mina do ouro; travessias em ponte e em bueiro; extravasamento de calha (Rib. Araçariguama); confluência de cursos dágua Implantação de bacias de detenção (propõem-se 4 estruturas); redimensionamento de travessias; elaboração de estudos hidráulicos e das condições de escoamento dos cursos dágua que passam pela área urbana a fim de analisar a viabilidade de canalização ~ ,00 CABREÚVA 1Extravasamento do Ribeirão Piraí elaboração de estudos hidráulicos e das condições de escoamento mediante levantamento cadastral e topográfico. Entretanto, há projeto básico que trata de intervenções no local ~ ,00 ITU 10 Pontos de erosão; extravasamento de calha (em trechos dos Córregos do Brochado, Taboão e Pirapitinguí); pontos de estrangualento – singularidades provocadas por travessias em pontes Adoção do projeto existente de revitalização das canalizações existentes: implantação de estruturas em gabião dos Córregos Taboão, Brochado e Ribeirão Guaraú; bem como implantação de reservatórios de amortecimento de cheias nos Bairros Jardim Faculdade e Vila Gatti ~ ,00 SALTO 7 Extravasamento de calha em diversos trechos dos rios: Tietê, Jundiaí e do Ribeirão Buru Estudo hidráulico detalhado dos cursos dágua nos trechos em que se verificam extravasamento de calha, mediante cadastro completo de estruturas e benfeitorias ao longo das margens, e levantamento topobatimétrico ~ ,00 SÃO ROQUE 5 Extravasamento do Ribeirão Carambeí no trecho canalizado; extravasamento na confluência do Córrego Marmeleiro com o Ribeirão Guaçu; alagamento de vias públicas marginais aos cursos dágua Redimensionamento de trechos canalizados em que se verificam extravasamento de calha; estudo detalhado das condições de escoamento fluvial mediante análise hidráulica; levantamento cadastral completo e topográfico nos locais com capacidade hidráulica insuficiente ~ ,00

9 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO 2) RECOMENDAÇÕES E ESTIMATIVA DE CUSTO DE MANUTENÇÃO - MICRODRENAGEM MUNICÍPIOPROBLEMAS IDENTIFICADOSRECOMENDAÇÕES SUGERIDAS TOTAL ESTIMADO PARA MANUTENÇÃO (R$) ARAÇARIGUAMA Elementos de microdrenos subdimensionados e ausência das mesma em alguns locais da cidade; potencial inundação de vias públicas (Rua Santa Cruz, Rua Nicolau Ferreira de Souza; Bairro Rio Acima, da Lapa e Lot. Sana Ella) Proposição de Critérios de Projeto Integrado Viário – Microdrenagem levantamento de cadastro completo das estruturas hidráulicas; adoção das premissas para elaboração de projeto básico de pavimentação viária e de manejo de águas pluviais; serviço de verificação e análise de projetos de pavimentação e/ou loteamentos; estrutura de inspeção e manutenção dos elementos constituintes dos microdrenos; monitoramento de chuva e registro de eventos críticos ~ R$ ,00 CABREÚVA Não foram apontados criticidade nesse sistema ~ R$ ,00 ITU Elementos de microdrenos subdimensionados e insuficientes para captar o escoamento superficial excedente – Rua Santana, Rua Sete de Abril, Jardim Rancho Grande, Bairro da Liberdade, Jardim Santana e Jardim das Rosas ~ R$ ,00 SALTO Elementos de microdrenos insuficientes: Ruas Tunísia, Jordânia, Dr. Henrique Viscardi e algumas vias públicas no Bairro Jardim das Nações ~ R$ ,00 SÃO ROQUE Elementos de microdrenos subdimensionados e insuficientes para captar o escoamento superficial excedente – inundação das Ruas São Manoel, Santa Terezinha, Raposo Tavares ~ R$ ,00 Manutenção: reparos e limpeza do sistema de microdrenos: Manutenção: reparos e limpeza do sistema de microdrenos:

10 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO MUNICÍPIO TOTAL ESTIMADO PARA O SISTEMA DE DRENAGEM MACRO + MICRO (R$) ARAÇARIGUAMA~ R$ ,00 CABREÚVA~ R$ ,00 ITU~ R$ ,00 SALTO~ R$ ,00 SÃO ROQUE ~ R$ ,00 3) RESUMO DOS INVESTIMENTOS NECESSÁRIOS NO SISTEMA DE DRENAGEM: HORIZONTE DE PLANEJAMENTO 2011 A 2040

11 SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO


Carregar ppt "SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA DEPARTAMENTO DE ÁGUAS E ENERGIA ELÉTRICA - DAEE SECRETARIA DE SANEAMENTO E RECURSOS HÍDRICOS SECRETARIA DE SANEAMENTO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google