A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ÉTICAORGANIZACIONAL. Fundamentos de Ética Organizacional As organizações devem atentar para as suas responsabilidades econômicas e legais, mas também.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ÉTICAORGANIZACIONAL. Fundamentos de Ética Organizacional As organizações devem atentar para as suas responsabilidades econômicas e legais, mas também."— Transcrição da apresentação:

1 ÉTICAORGANIZACIONAL

2 Fundamentos de Ética Organizacional As organizações devem atentar para as suas responsabilidades econômicas e legais, mas também para as suas responsabilidades éticas e morais perante a sociedade em geral, funcionários, acionistas, clientes e fornecedores. A ética organizacional é utilizada para conceituar deveres e estabelecer regras de conduta do indivíduo no desempenho de suas atividades profissionais e em seu relacionamento com clientes e demais pessoas. Ética corporativa é a maneira de "ser" de uma organização.

3 Fundamentos de Ética Organizacional Ética Empresarial é um conceito recente e significa o estudo de como o contexto organizacional apresenta problemas morais à pessoa que atua como administrador, ou seja, como o administrador deve aplicar normas morais pessoais aos objetivos e às atividades da empresa. Altos padrões de conduta configuram-se em um ativo tão importante quanto o ponto comercial ou a clientela. Observância de princípios ética para garantir a sobrevivência da empresa no Mercado Globalizado e cada vez mais competitivo.

4 Fundamentos de Ética Organizacional Surge uma nova definição de boa empresa: aquela que possui lucro e oferece um ambiente moralmente gratificante, onde as pessoas desenvolvem tanto seus conhecimentos especializados quanto suas virtudes.

5 Fundamentos de Ética Organizacional A ética não pode ser usada como vitrine, seus resultados são observados a longo prazo. A credibilidade de uma instituição reflete a prática de valores como honestidade, integridade, qualidade do produto, transparência, respeito ao consumidor, respeito ao meio ambiente, eficácia, respeito aos portadores de necessidades especiais e às diferenças de etnias, gêneros, orientação sexual, religião etc entre outros. E o apoio dos administradores é fundamental para a formação da cultura organizacional que influencie o comportamento ético na empresa.

6 Fundamentos de Ética Organizacional As atitudes e atividades de uma organização devem: 1- Preocupar-se com atitudes éticas e moralmente corretas que afetam a sociedade em geral, funcionários, acionistas, clientes e fornecedores. 2- Promoção de valores e comportamentos morais que respeitem os padrões universais de direitos humanos e de cidadania e participação na sociedade. 3- Respeito ao meio ambiente e contribuição para sua sustentabilidade em todo o mundo. 4- Maior envolvimento nas comunidades em que se insere a organização, contribuindo para o desenvolvimento econômico e humano dos indivíduos ou até atuando diretamente na área social, em parceria com governos ou isoladamente.

7 Benefícios 1. Possibilidades de construir uma cultura ética profissional e empresarial verdadeira e apropriada aos novos tempos. 2. Harmonia e equilíbrio dos interesses individuais e institucionais. 3. Satisfação e motivação dos colaboradores e melhoria da sua qualidade de vida integral. 4. Fortalecimento das relações da empresa com todos os agentes envolvidos direta ou indiretamente com as suas atividades – clientes, fornecedores e acionistas

8 Benefícios 5. Melhoria da imagem e da credibilidade da empresa e de seus negócios. 6. Melhoria da qualidade, resultados e realizações empresariais. 7. Resulta o efetivo engajamento de pessoas com as organizações - o orgulho de pertencer ao quadro da empresa.

9 Exemplos- Banco Santander Programa Parceiros em Ação (2009) Em parceria com a Aliança Empreendedora, o Grupo Santander Brasil lança o primeiro edital para a seleção de organizações sociais sediadas em território nacional que executam projetos de apoio a microempreendimentos e grupos produtivos comunitários liderados e formados por mulheres de regiões de baixa renda. São elegíveis a participar do Edital do Programa Parceiros em Ação organizações sociais sem fins lucrativos, brasileiras, devidamente formalizadas, que tenham como foco de atuação o apoio ao empreendedorismo comunitário e à geração de trabalho e renda. Os projetos selecionados receberão apoio financeiro e metodológico para a melhoria e ampliação de seu trabalho e impacto. A Serão selecionados até 5 projetos que receberão: Aporte financeiro de até R$ (quarenta mil reais), que deverá ser utilizado em um período de 12 meses, para a execução do projeto; Treinamento e acompanhamento para implantação da metodologia Sistema de Acessos; Oficinas de gestão, produção e design; Acesso a canais de comercialização, plataformas web, parcerias e organizações no Brasil dedicadas à causa da inclusão empreendedora.

10 Exemplos- Banco Santander Prêmio Voluntário do Ano Criado pelo Santander, o Prêmio Voluntário do Ano tem como objetivo reconhecer e valorizar o trabalho espontâneo de seus colaboradores em benefício de entidades sociais. Para participar os colaboradores devem relatar o trabalho voluntário desenvolvido ao longo do ano e passar por uma seleção que é realizada por cinco ONGs parceiras do Banco: Centro de Voluntariado de São Paulo, Fundação Abrinq, GRAACC, Tertio Millenio e Instituto Voluntários em Ação. Além do reconhecimento, o Banco faz uma doação às entidades nas quais os voluntários ganhadores realizam seu trabalho. A entrega do prêmio acontece sempre no dia 5 de dezembro, Dia Internacional do Voluntário, durante a celebração do Culto Ecumênico de Ação de Graças do Santander.

11 Exemplos - Natura Projeto: Reciclar para transformar Você sabia que cerca de 30% de todo o lixo que produzimos é composto por materiais recicláveis, como papel, embalagens, vidro, plástico e latas de alumínio? Separar esses itens do nosso lixo comum é algo que não exige muito tempo nem habilidade, mas traz inúmeras vantagens para o meio ambiente, a economia e a sociedade no geral. E pode viabilizar um futuro mais saudável às futuras gerações. O processo de reciclagem ajuda a reduzir a poluição ambiental e o volume do lixo que vai para os aterros sanitários, diminuindo, inclusive, o custo de coleta pública. Com o dinheiro economizado pelo governo, sobra mais verba para outros investimentos importantes, como saúde e educação. Além disso, a reciclagem possibilita que materiais, antes considerados vilões da natureza, como o plástico, por exemplo, que demora mais de 100 anos para se decompor no meio ambiente, ganhem uma segunda vida quando convertidos em novos produtos. É o caso da garrafa PET que, ao ser transformada em fibras, dá forma a sapatos e roupas ecologicamente corretos. Juntam-se aos ganhos ambientais e econômicos os benefícios sociais da reciclagem. Isso acontece porque os materiais recicláveis são encaminhados para centros de triagem de cooperativas de catadores, que ganham mais oportunidades de trabalho e uma alternativa de renda familiar, sem precisar perambular pelas ruas vasculhando lixos.

12 Exemplos - Natura Colaboração da Natura Desde 2007, o Projeto Reciclagem de Produtos Natura incentiva nossas Consultoras a cuidar do meio ambiente e contribuir para a inclusão social de quem vive da coleta do lixo reciclável. Ele já conta com o envolvimento de mais de 13,5 mil Consultoras em Recife (PE) e algumas regiões de São Paulo (capital e interior) e vem sendo ampliado cada vez mais. Nos locais onde o projeto já existe, nossas Consultoras recolhem voluntariamente as embalagens vazias dos produtos Natura de seus clientes, separam as suas próprias embalagens, revistas antigas e caixas de produtos, e as entregam para as transportadoras locais, que também atuam de forma voluntária. Essas transportadoras encaminham o material às cooperativas de catadores parceiras, que pesam, separam, descaracterizam e vendem os materiais para a indústria de reciclagem. Ou seja, o que antes era lixo se transforma em geração de renda para muitas famílias e desenvolvimento social para todos os envolvidos. Veja o resultado do projeto em pouco mais de 2 anos de existência (até dezembro de 2008): 210 mil quilos de material arrecadado e doado para as cooperativas parceiras 70% de papel e papelão Consultoras participantes 110 entregadores das transportadoras parceiras envolvidos

13 Exemplos - Natura Você também pode fazer a diferença! Separar o lixo e encaminhá-lo para reciclagem é uma importante contribuição para melhorar o futuro do planeta. Mas há também outros hábitos de consumo consciente. Confira algumas sugestões: Doe roupas, brinquedos, livros e outros objetos que não têm mais utilidade para você, mas que podem ser úteis para outras pessoas. Compacte o lixo antes de separá-lo para a reciclagem. Amasse latinhas de alumínio, garrafas plásticas e outros tipos de lixo para que eles ocupem menos espaço. Recuse o excesso de embalagens no comércio. Compre somente a quantidade de produtos que irá consumir. No escritório, use apenas um copo de plástico por dia ou leve sua caneca de casa. Prefira consertar a substituir objetos. Leve uma sacola reutilizável às compras, para reduzir o uso de sacolas descartáveis que causam danos ao meio ambiente. Faça blocos com papel de rascunho e use sempre os dois lados da folha.

14 Exemplos- Unibanco Instituto Moreira Salles Fundado por Walther Moreira Salles ( ) e mantido pelo conglomerado Unibanco, o Instituto Moreira Salles é uma entidade civil sem fins lucrativos, criada em 1990, que tem por finalidade exclusiva a promoção e o desenvolvimento de programas culturais. São cinco suas principais áreas de atuação: fotografia, literatura, cinema, artes plásticas e música brasileira. Algumas características diferenciam o IMS de outras instituições culturais privadas do Brasil e do exterior, tornando sua atuação única. Uma delas é sua forma direta de intervenção, a instituição prefere atuar fundamentalmente em iniciativas que ela própria concebe e executa. Outro fator de singularidade é a prioridade que confere a projetos de médio e longo prazo, desenvolvendo programas regulares voltados para a formação e o aprimoramento do público. Além disso, o Instituto Moreira Salles conta com centros culturais localizados em três estados brasileiros - Rio de Janeiro (que abriga também uma Reserva Técnica Fotográfica e uma Reserva Técnica Musical), Minas Gerais e São Paulo, lhe permitindo operar de maneira integrada. Ao mesmo tempo, o IMS também coordena atividades no "Espaço Unibanco de Cinema/Unibanco Arteplex", uma rede de salas de exibição localizadas em diversas cidades e voltadas a uma programação de alta qualidade. No total, são 19 cinemas, com mais de 60 salas de exibição, localizadas no Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Fortaleza, Juiz de Fora, Santos e Curitiba. No Arteplex de algumas delas, o Instituto conta ainda com espaços expositivos, as "Galeria IMS", animadas com mostras relacionadas à programação do cinema e à arte local.

15 Exemplos- Unibanco Clube A Diante do aumento da expectativa de vida dos brasileiros e das questões sociais relacionadas a ele, o Unibanco criou o Clube A, um clube de lazer e entretenimento para a Terceira Idade voltado para clientes aposentados e pensionistas atendidos pelas empresas do conglomerado Unibanco e empresas parceiras. O objetivo do Clube A é estimular o convívio e a valorização de seu público, através da promoção de atividades sociais, culturais, de lazer e de trabalho solidário. O Clube A oferece benefícios e descontos em locais conveniados, como hotéis, farmácias, cinemas e lojas diversas. Atualmente há dezesseis pólos de atividades nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

16 Exemplos- Unibanco Conservação de pontes Desde o início de 2007, o Unibanco vem contribuindo para tornar a maior cidade do país mais ordenada e digna de seus moradores através do patrocínio das pontes localizadas ao longo dos 22,5km da Marginal Pinheiros, em São Paulo. O Unibanco é responsável pela conservação das pontes e jardins de suas alças, cuidando do patrimônio da cidade. A iniciativa tornou-se um exemplo de parceria entre os setores público e privado. O patrocínio inclui a árvores cuidadas diariamente por uma equipe especializada, mais de 89 mil metros quadrados de áreas verdes que contam com serviços de adubação, controle de pragas, corte de grama e reconstituição de canteiros, entre outros. Tudo, sem nenhum custo para os moradores de São Paulo. O Unibanco, agindo em conformidade com a Lei da Cidade Limpa, está contribuindo para manter a cidade mais ordenada; a Prefeitura, ao ter o espaço público conservado, tem seus recursos disponíveis para a aplicação em serviços essenciais para a população de São Paulo. A organização das cidades está diretamente relacionada com o bem estar social, a economia e a cidadania, impactando na qualidade de vida dos moradores da cidade. Por isso, cuidar do patrimônio público é cuidar e praticar a sustentabilidade. Afinal, o Unibanco conserva o espaço público hoje, para que ele possa ser utilizado por nós e por todos no futuro.

17 Ética Organizacional Criação de Códigos de Ética nas empresas. Ex. Gerdau Diretrizes Éticas- A Gerdau vem consolidando seus valores éticos em mais de um século de trabalho. Organizados em um código de diretrizes que rege as práticas da companhia, esses valores têm como base a integridade, a seriedade e a coerência.

18 Código de Ética Gerdau O Código de Ética da Gerdau é dividido em: Relação com Acionistas Relação com Clientes Relação com Colaboradores Relação com Comunidade Relação com Concorrência Relação com Fornecedores Relação com Meio Ambiente Violação das Diretrizes Faça uma síntese do que seu grupo compreendeu das disposições do Código de Ética da Gerdau.


Carregar ppt "ÉTICAORGANIZACIONAL. Fundamentos de Ética Organizacional As organizações devem atentar para as suas responsabilidades econômicas e legais, mas também."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google