A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Vegetação baiana. Características Gerais O Estado da Bahia possui uma área de 564.692,669 km², com a maior extensão territorial do Nordeste, ocupando.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Vegetação baiana. Características Gerais O Estado da Bahia possui uma área de 564.692,669 km², com a maior extensão territorial do Nordeste, ocupando."— Transcrição da apresentação:

1 Vegetação baiana

2 Características Gerais O Estado da Bahia possui uma área de ,669 km², com a maior extensão territorial do Nordeste, ocupando aproximadamente 37,7% da região. Três biomas brasileiros são identificados na região: a Caatinga, a Mata Atlântica e o Cerrado, além da Zona Costeira, com seus ecossistemas que se repetem ao longo de todo o litoral – como praias, restingas, lagunas e manguezais. A sua vegetação é caracterizada com uma grande diversidade de ecossistemas, campos rupestres, manguezal, restinga, áreas de transição, além de florestas estacionais e os ecossistemas já citados. São também identificados, no Estado, três tipos climáticos: o clima de savana, o clima super-úmido e o clima semi-árido quente

3 Para entender melhor a vegetação da Bahia é necessário que vejamos todas as características que influenciam na Região. Então vamos passar primeiro pelo clima predominante na Bahia.

4 Clima de Savana Clima tropical com estação seca (clima tropical de estação úmida e seca); Clima megatérmico O bioma típico das regiões com este tipo de climas é a savana, daí a designação comum que recebem.biomasavana

5 Clima Super-úmido Clima tropical úmido, sem estação seca, sendo a temperatura média do mês mais quente superior a 18ºC; O total das chuvas do mês mais seco é superior a 60 mm, com precipitações maiores de março a agosto, ultrapassando o total de mm anuais. Nos meses mais quentes (janeiro e fevereiro) a temperatura é de 24 a 25ºC. Esse tipo de clima predomina no noroeste do Amazonas; arredores de Belém, no Pará; litoral do Paraná, do Estado de São Paulo, parte do litoral do Rio de Janeiro, e litoral da Bahia, desde o extremo sul da Bahia até arredores de Salvador.

6 Clima semi-árido quente É caracterizado por escassez de chuvas e grande irregularidade em sua distribuição; Forte insolação; Índices elevados de evaporação, e temperaturas médias elevadas (por volta de 27ºC). A umidade relativa do ar é normalmente baixa, e as poucas chuvas - de 250 mm a 750 mm por ano - concentram-se num espaço curto de tempo, provocando enchentes torrenciais. Mesmo durante a época das chuvas (novembro a abril), sua distribuição é irregular, deixando de ocorrer durante alguns anos e provocando secas. Esse tipo de clima predomina no interior da Região Nordeste, norte de Sergipe, oeste de Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí, e centro, noroeste, norte e nordeste da Bahia.

7 Observações :. Clima temperado: no altiplano do Morro do Chapéu, na Bahia Clima subtropical: região das matas no altiplano da Chapada Diamantina Setentrional e na Micro Região do Senhor do Bonfim, na Bahia Clima tropical úmido ou sub-úmido: faixa costeira interior da Bahia Clima tropical, com inverno seco: oeste da Bahia Clima seco com chuvas no verão: encontrado mais ao sul, na Bahia, nas fronteiras com o Nordeste de Minas Gerais

8

9 Esse é o Cerrado baiano. É predominante no oeste da Bahia, mas ocupa pequenas áreas da Bahia, inclusive em Salvador.

10 Olha que final de tarde esplendoroso da nossa savana.

11 Como você pode observar há no cerrado árvores de pequeno porte, isoladas ou agrupadas, sobre tapete graminóide, serpenteada às vezes por florestas de galeria.

12 O solo é antigo e profundo, ácido e de baixa fertilidade, e tem altos níveis de ferro e alumínio. Porém foi recuperado e é utilizado na produção de algodão e soja.

13 Eis que de repente nos deparamos com essa imagem. As principais ameaças à biodiversidade do Cerrado estão relacionadas com a monocultura intensiva de grãos, a pecuária extensiva de baixa tecnologia e a utilização indiscriminada de agrotóxicos e fertilizante. E TUDO EM NOME DO PROGRESSO.

14 Esse é o Campo rupestre. Vegetação típica de ambientes montanos e altomontanos, em altitudes superiores a 900m. Encontra-se em geral distribuído no Centro da Bahia.

15 Esse é o Morro do Chapéu. Está localizado no Piemonte da Chapada Diamantina.

16 Alguém aí não está apaixonado pela Bahia. Chapada Diamantina, presente dos deuses.

17 O campos rupestres possuem estrutura arbustiva e/ou herbácea, geralmente nos cumes litólicos das serras. Caracteriza-se por uma ruptura na seqüência natural das espécies circunvizinhas, sendo comum a presença de plantas esquarosas, além de árvores e arbustos tortuosos.

18 Esse é o Manguezal baiano. Localiza-se em áreas litorâneas da Bahia.

19 É um ambiente extremamente interessante. As raízes de suas plantas são aéreas pois o solo não é oxigenado o suficiente, então elas foram procurar oxigênio fora do solo.

20 Essa é a riquíssima fauna dos manguezais baianos.

21 Neste ambiente halófito desenvolve-se uma flora especializada, ora dominada por gramíneas e amarilidáceas, que lhe confere uma fisionomia herbácea, ora dominada por espécies arbóreas.

22 Esta é a Restinga, presente ao longo do litoral baiano, também considerada por depender mais da natureza do solo do que do clima.

23 Para quem não sabe isso é Salvador.

24 A Restinga ocorre em mosaico e encontra-se em praias, cordões arenosos, dunas e depressões.

25 Vamos viajar pela Zona costeira da Bahia. Essa é Ilhéus no sul da Bahia.

26 O Estado da Bahia é aquele que tem a linha de costa mais extensa do Brasil (mais de 1000 km), sendo também uma das mais diversificadas, apresentando uma ampla gama de ecossistemas.

27 Incluem recifes de coral, dunas, praias, baías, manguezais, estuários, planícies de cordões litorâneos, restingas e terras úmidas como brejo e pântanos.

28 Ilha de Frades, em Salvador.

29 Vamos falar um pouco do Bioma das Dunas da Bahia. Essa é em Itapuã, Salvador.

30 Áreas com presença de sedimentos, de origem marítima ou fluvial, sendo classificadas como: móveis, semi-móveis ou fixas. Essa é de Capixaba.

31

32

33 Ecossistema com formação vegetal de porte elevado e grande diversidade de espécies, folhas largas, sempre verdes; podendo apresentar diversos estágios sucessionais e vários estratos, com a presença de serrapilheira, cipós, epífitas e trepadeiras.

34 Essa é Patamares em Salvador, onde ainda tem resquícios de Mata Atlântica.

35 As florestas atlânticas são ecossistemas que apresentam árvores com folhas largas e perenes.

36 A região cacaueira baiana teve no cultivo de cacau um aliado importante na conservação da Mata Atlântica. Isso porque o cacau é cultivado no sistema de cabruca, que consiste em plantá-lo sob a sombra de árvores nativas.

37 Grandes áreas foram desmatadas para dar lugar a pastagens e monoculturas.

38 Alguém aí consegue adivinhar que Bioma é esse?

39 Estende-se por mais da metade da Bahia (54%).

40 É um complexo vegetacional no qual dominam tipos de vegetação constituídos de arvoretas e arbustos decíduos durante a seca, freqüentemente armados de espinhos, e de cactáceas, bromeliáceas e ervas, estas quase todas anuais.

41 É costumeira a divisão da caatinga em duas faixas de vegetação, que também são dois tipos distintos de paisagem, com base nos graus de umidade: agreste, possuidor de maior umidade, por estar próximo ao mar, e solo mais profundo, com vegetação mais alta e densa; sertão, mais seco, com solo raso e/ou pedregoso, e vegetação mais baixa e pobre, ocupando enormes extensões para o interior.

42 Estepe = Caatinga

43 Bom, é isso aí. A Bahia é Maravilhosa não é? Não tem terra mais bonita e heterogênea que a nossa. Então vamos preservá-la e valorizá-la do jeito que ela merece. Cinde Sousa


Carregar ppt "Vegetação baiana. Características Gerais O Estado da Bahia possui uma área de 564.692,669 km², com a maior extensão territorial do Nordeste, ocupando."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google