A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A limentação e Distúrbio do Sono Apneia Obstrutiva do Sono A limentação e Distúrbio do Sono Apneia Obstrutiva do Sono Dra. Simone Luisa Berti.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A limentação e Distúrbio do Sono Apneia Obstrutiva do Sono A limentação e Distúrbio do Sono Apneia Obstrutiva do Sono Dra. Simone Luisa Berti."— Transcrição da apresentação:

1 A limentação e Distúrbio do Sono Apneia Obstrutiva do Sono A limentação e Distúrbio do Sono Apneia Obstrutiva do Sono Dra. Simone Luisa Berti

2 Apneia Obstrutiva do Sono A síndrome da apneia obstrutiva do sono é caracterizada pela obstrução completa ou parcial recorrente das vias aéreas superiores durante o sono, resultando em períodos de apneia, dessaturação de oxiemoglobina e despertares frequentes com consequente sonolência diurna.

3 Apneia Obstrutiva do Sono

4 Fisiopatologia Oclusão da faringe com cessação do fluxo aéreo. Hipoventilação alveolar: hipoxemia e hipercapnia. Despertares: fragmentação do sono ativação SNS. Esforços inspiratórios alterações cardiovasculares. Sonolência diurna e alterações cognitivas.

5 Prevalência Variável de acordo com: idade da amostra, sexo, país, metodologia aplicada e critério empregado para diagnóstico (5 ou 10 ou 15 eventos/hora). Fonte: Drager et al, AutorAnoPaísTotalSAOS% Young et al1993EUA3513H=4 M=2 Bearpack et al1991Austrália 400H=10 M=7 Martinez et al1994Brasil (RS)1027H=1,2 M=0,4 Cirignotta et al1989Itália1510H=2,7 Ancoli-Israel et al 1991EUA(San Diego) +65 anos= 24

6 Fatores de Risco Gênero:1,25 homens/1 mulher (Young et al., 1997; Larson et al., 2003) gordura na parte superior do corpo: VAS menor. (Whizle et al., 1999) colapsabilidade da VAS (Mohsenn, 2003) resistência durante o sono (Rowley et al., 2001) Testosterona (Cistull et al., 1994) Progesterona (Bixler et al., 2001)

7 Fatores de Risco Idade: flacidez da musculatura, ganho de peso. (Young et al., 2002) Obesidade: quanto maior IMC, maior o índice de apneia do sono (IMC> 30kg/m 2 ). 10% peso = 32% IAH= 6X risco de SAOS moderada a grave. 10% peso = 26% IAH (Peppard et al., 2000)

8 Outros Fatores Associados História familiar Aumento da circunferência cervical ( 43cm nos homens e 38cm nas mulheres) Aumento da relação cintura/quadril Hipotireoidismo Diabetes Acromegalia Insuficiência Renal Crônica Gravidez ( Dealberto et al., 1994)

9 Sinais e Sintomas SAOS (Guia Prático para Diagnóstico e Tratamento da SAOS) SINTOMAS NOTURNOSSINTOMAS DIURNOS Ronco Sonolência Excessiva Pausas respiratórias no sono Sono não reparador Episódios de sufocação Cefaleia matutina Despertares frequentes Alterações de humor Noctúria Dificuldade de concentração Sudorese excessiva Alteração de memória Pesadelos Diminuição da libido Insônia Fadiga Pirose e regurgitação Engasgos

10 Diagnóstico Parâmetros clínicos e polisonográficos (manifestação de, pelo menos um sintoma clínico, associado registro de PSG com mais de 5 eventos obstrutivos/hora. Ausência de outros distúrbios que levem a manifestação). Perspectivas: marcadores genéticos (enzima Apo E epson 4 e a enzima conversora da ECA são mais frequentes nestes pacientes).

11 Co-Morbidades Doenças nas artérias decorrentes da contínua inflamação subclínica Infarto do Miocárdio Acidente Vascular Cerebral Síndrome Metabólica Hipertensão Arterial Aumento da circunferência abdominal

12 Tratamento Procedimentos cirúrgicos Técnicas pouco invasivas como os aparelhos intra-orais e CPAP (Contínuos Positive Airway Pressure) Mudanças comportamentais, conhecidas como Higiene do Sono Algumas opções medicamentosas Redução e controle do peso

13 HIGIENE DO SONO Um estilo de vida saudável pode resumir a higiene do sono, incluindo a abstinência ao fumo e ao álcool, uma dieta balanceada e pouco calórica associada a exercícios físicos orientados e rotineiros que estimulam a perda de peso e melhoram a qualidade de vida do paciente.

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24 Recomendações Nutricionais Índice de Massa Corporal (IMC) IMC= Peso(em quilos) Altura(em metros) Mulheres(kg/m 2 )Homens(kg/m 2 )Classificação 19 a 2320 a 25Peso saudável 23,1 a 3025,1 a 30Excesso de Peso >30 Obesidade

25 Tratamento Nutricional Envolvendo uma avaliação e intervenção multidisciplinar e personalizada. Planos de alimentação e atividade física individualizados são mais bem sucedidos na perda de peso em longo prazo.


Carregar ppt "A limentação e Distúrbio do Sono Apneia Obstrutiva do Sono A limentação e Distúrbio do Sono Apneia Obstrutiva do Sono Dra. Simone Luisa Berti."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google