A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

BIOMATERIAIS E BIOMECÂNICA TQ-064 Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Depto de Engenharia Química Prof. Dr. Mário José Dallavalli.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "BIOMATERIAIS E BIOMECÂNICA TQ-064 Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Depto de Engenharia Química Prof. Dr. Mário José Dallavalli."— Transcrição da apresentação:

1 BIOMATERIAIS E BIOMECÂNICA TQ-064 Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Depto de Engenharia Química Prof. Dr. Mário José Dallavalli

2 METAIS E SUAS LIGAS Propriedades básicas Propriedades básicas –Fortes e podem ser moldados –Dúcteis (deformam antes de quebrar) –Superfície metálica –Bons condutores de corrente elétrica

3 Ligas Metálicas Alta Resistência, Baixa liga Tratável termicamente Baixo carbono Médio carbono Alto carbono Alta Liga Baixa Liga Ferros Fundidos Aços Ferro Cinzento Ferro Dúctil Ferro Branco Ferro Maleável Carbono Ferramenta Inox FerrosasNão Ferrosas

4 Aços Aços são ligas Fe-C que podem conter outros elementos. Aços são ligas Fe-C que podem conter outros elementos. –Propriedades mecânicas dependem da %C. –%C baixo carbono –0.25% médio carbono –0.60% alto carbono Aços carbono Aços carbono –Baixíssima concentração de outros elementos. Aços liga Aços liga –Outros elementos em concentração apreciável.

5 Aços Baixo Carbono Aços Carbono Aços Carbono –Microestrutura de ferrita e perlita –Macios e pouco resistentes, muito dúcteis e tenazes –Insensíveis a tratamentos térmicos –Custo mais baixo de produção –Usos em painéis de carros, tubos, pregos, arame... Alta resistência, baixa liga (HSLA) Alta resistência, baixa liga (HSLA) –Contém outros elementos tais como Cu, Va, Ni e Mo –Mais resistentes e mais resistentes à corrosão –Aceitam tratamentos térmicos –Usos em estruturas para baixas temperaturas, chassis de caminhões, vagões...

6 Aços Médio Carbono Aços Carbono Aços Carbono –Utilizados na forma de martensita (fase extremamente dura mas frágil) temperada (tratamento térmico para aumentar tenacidade da martensita). –Usos em facas, martelos, talhadeiras, serras de metal... Tratáveis termicamente Tratáveis termicamente –A presença de impurezas aumenta a resposta a tratamentos térmicos. –Se tornam mais resistentes mas menos dúcteis e tenazes. –Usos em molas, pistões, engrenagens...

7 Aços Alto Carbono Aços Carbono e Ferramenta Aços Carbono e Ferramenta –Extremamente duros e fortes, pouco dúcteis. –Resistentes ao desgaste e mantém o fio. –Se combinam com Cr, V e W para formar carbetos (Cr23C6,V4C3 e WC) que são extremamente duros e resistentes. –Usos em moldes, facas, lâminas de barbear, molas...

8 Aços Inox Estrutura e Propriedades Estrutura e Propriedades –Impureza predominante - Cr > 11wt% –Pode incluir Ni e Mo –Tres classes em função da microestrutura martensítico => tratável termicamente, magnético martensítico => tratável termicamente, magnético ferrítico => não tratável termicamente, magnético ferrítico => não tratável termicamente, magnético austenítico => mais resistente à corrosão, não magnético austenítico => mais resistente à corrosão, não magnético –Resistentes a corrosão a temperaturas de até 1000ºC.

9 Comparação de Propriedades LigaTipo Lim.Resist. Ductilidade (#AISI) (MPa) (%EL) 1010Baixo C, plano A656HSLA Médio C, plano Trat. Term Inox Inox Inox mart AInox mart

10 Ligas não-ferrosas Porque ? Porque ? –Apesar da diversidade de propriedades das ligas ferrosas, facilidade de produção e baixo custo, elas ainda apresentam limitações: Alta densidade, baixa condutividade elétrica, corrosão. Alta densidade, baixa condutividade elétrica, corrosão. Diversidade Diversidade –Existem ligas de uma enorme variedade de metais. –Nós vamos descrever algumas apenas Cobre, Alumínio, Magnésio, Titânio, refratários, super-ligas, metais preciosos. Cobre, Alumínio, Magnésio, Titânio, refratários, super-ligas, metais preciosos.

11 Ligas não-ferrosas Ligas de cobre Ligas de cobre –Cobre puro é extremamente macio, dúctil e deformável a frio. Resistente à corrosão. –Ligas não são tratáveis termicamente. A melhora das propriedades mecânicas deve ser obtida por trabalho a frio ou solução sólida. –As ligas mais comuns são os latões, com Zn, com propriedades que dependem da concentração de Zn, em função das fases formadas e suas estruturas cristalinas (vide Callister sec.12.7) –Os bronzes incluem Sn, Al, Si e Ni. Mas fortes do que os latões. –Novas ligas com Be possuem um conjunto de propriedades excepcionais (vide Callister sec.12.7).

12 Ligas não-ferrosas Ligas de Alumínio Ligas de Alumínio –Alumínio é pouco denso (2.7g/cm 3, 1/3 da densidade de aço), ótimo condutor de temperatura e eletricidade, resistente à corrosão. Possue alta ductilidade em função de sua estrutura cfc. A maior limitação é a baixa temperatura de fusão (660°C). –A resistência mecânica pode ser aumentada através de ligas com Cu, Mg, Si, Mn e Zn. –Novas ligas com Mg e Ti tem aplicação na indústria automobilística, reduzindo o consumo a partir de redução do peso. De 1976 a 1986 o peso médio dos automóveis caiu cerca de 16% devido à redução de 29% do uso de aços, ao aumento de 63% no uso de ligas de Al e de 33% no uso de polímeros e compósitos. De 1976 a 1986 o peso médio dos automóveis caiu cerca de 16% devido à redução de 29% do uso de aços, ao aumento de 63% no uso de ligas de Al e de 33% no uso de polímeros e compósitos.

13 Ligas não-ferrosas Ligas de magnésio Ligas de magnésio –O Mg é o menos denso de todos os metais estruturais (1.7 g/cm 3 ). –Muito utilizado em aviação. –Estrutura hc, com baixo módulo de Young (45 x 10 3 MPa), baixo ponto de fusão (651°C). Ligas de titânio Ligas de titânio –O Ti é pouco denso (4.5 g/cm 3 ), tem alto módulo de Young (107 x 10 3 MPa) e alto ponto de fusão (1668°C). –Ligas de titânio são muito resistentes com limites de resistência de até 1400 MPa. –Muito reativo, dificultando e encarecendo a produção.

14 Ligas não-ferrosas Metais refratários Metais refratários –Nb, Mo, W, Ta. –Altíssimo ponto de fusão (de 2468°C a 3410°C). –Ligações atômicas extremamente fortes, alto módulo de Young, resistência e dureza. –Usados em filamentos de lâmpadas, cadinhos, eletrodos de soldagem, etc... Super-ligas Super-ligas –Ligas de Co, Ni ou Fe com Nb, Mo, W, Ta, Cr e Ti. –Usados em turbinas de avião. Resistem a atmosferas oxidantes a altas temperaturas.

15 Fim Ate a próxima aula


Carregar ppt "BIOMATERIAIS E BIOMECÂNICA TQ-064 Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Depto de Engenharia Química Prof. Dr. Mário José Dallavalli."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google