A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e. McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved. 1-1 Finanças.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e. McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved. 1-1 Finanças."— Transcrição da apresentação:

1 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e

2 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved. 1-1 Finanças Corporativas Prof. Edson de Oliveira Pamplona Prof. Edson de Oliveira Pamplona

3 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved. 1-2 Finanças Corporativas Sumário 1.Conceitos e objetivos de Finanças Corporativas. Modalidades de organização. Sociedades por ações. Mercados Financeiros. Demonstrações Financeiras 2.Avaliação de Obrigações e ações. Teoria do Mercado de Capitais. Estatística de Retornos 3.Retorno e Risco: modelo de precificação de ativos. 4.Risco, Retorno e Orçamento de capital. Decisões de financiamento e mercado eficientes de capitais. 5.Administração de capital de giro e gestão de caixa 1.Conceitos e objetivos de Finanças Corporativas. Modalidades de organização. Sociedades por ações. Mercados Financeiros. Demonstrações Financeiras 2.Avaliação de Obrigações e ações. Teoria do Mercado de Capitais. Estatística de Retornos 3.Retorno e Risco: modelo de precificação de ativos. 4.Risco, Retorno e Orçamento de capital. Decisões de financiamento e mercado eficientes de capitais. 5.Administração de capital de giro e gestão de caixa

4 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved. 1-3 Finanças Corporativas Bibliografia: ROSS, WESTERFIELD e JAFFE. Administração Financeira - Corporate Finance. Atlas, 2002 (Livro texto) ASSAF NETO, Alexandre. Finanças Corporativas e Valor. Atlas, WESTON e BRIGHAM. Fundamentos da Administração Financeira. Makron Books Artigos da área. Bibliografia: ROSS, WESTERFIELD e JAFFE. Administração Financeira - Corporate Finance. Atlas, 2002 (Livro texto) ASSAF NETO, Alexandre. Finanças Corporativas e Valor. Atlas, WESTON e BRIGHAM. Fundamentos da Administração Financeira. Makron Books Artigos da área.

5 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved. 1-4 CAPÍTULO 1 Introdução às Finanças de Empresas

6 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved. 1-5 Sumário do Capítulo O que são finanças de empresas? 1.2 Sociedade por ações 1.4 Objetivos das sociedades por ações 1.5 Mercados Financeiros 1.6 Esboço do livro 1.1 O que são finanças de empresas? 1.2 Sociedade por ações 1.4 Objetivos das sociedades por ações 1.5 Mercados Financeiros 1.6 Esboço do livro

7 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved. 1-6 What is Corporate Finance? Preocupações fundamentais das finanças de empresas: 1. Qual deve ser a estratégia de investimento de longo prazo de uma empresa? 2. Como se devem levantar recursos para financiar os investimentos escolhidos? 3. Qual é o fluxo de caixa a curto prazo necessário para que a empresa pague as suas contas? Preocupações fundamentais das finanças de empresas: 1. Qual deve ser a estratégia de investimento de longo prazo de uma empresa? 2. Como se devem levantar recursos para financiar os investimentos escolhidos? 3. Qual é o fluxo de caixa a curto prazo necessário para que a empresa pague as suas contas?

8 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved. 1-7 CORPORATE FINANCE The Goal of Corporate Finance: Maximize shareholder wealth The Goal of Corporate Finance: Maximize shareholder wealth Funções da Administração Financeira: 1. Avaliar os investimentos da empresa Making Capital Investment Decisions / Capital Budgeting 2. Avaliar e obter recursos para a empresa Raising Capital 3. Administrar recursos de curto prazo Working Capital Management Funções da Administração Financeira: 1. Avaliar os investimentos da empresa Making Capital Investment Decisions / Capital Budgeting 2. Avaliar e obter recursos para a empresa Raising Capital 3. Administrar recursos de curto prazo Working Capital Management

9 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved. 1-8 Funções do Administrador Financeiro ATIVO Circulante Disponível, Estoques, Contas a receber PermanenteInvestimentosImobilizado Terrenos, Edificações, Máq. e Equipamentos, Veículos, Móveis e utensílios -(Depreciação acumulada) Diferido Circulante Fornecedores, Contas a pagar Exigível a Longo Prazo Financiamentos, Contas a pagar a longo prazo Patrimônio Líquido Capital Social Lucros acumulados PASSIVO

10 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved. 1-9 The Balance-Sheet Model of the Firm Current Assets Fixed Assets 1 Tangible 2 Intangible Total Value of Assets: Shareholders Equity Current Liabilities Long-Term Debt Total Firm Value to Investors:

11 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved The Balance-Sheet Model of the Firm Current Assets Fixed Assets 1 Tangible 2 Intangible Shareholders Equity Current Liabilities Long-Term Debt What long- term investments should the firm engage in? The Capital Budgeting Decision

12 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved The Balance-Sheet Model of the Firm How can the firm raise the money for the required investments? The Capital Structure Decision Current Assets Fixed Assets 1 Tangible 2 Intangible Shareholders Equity Current Liabilities Long-Term Debt

13 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved The Balance-Sheet Model of the Firm How much short- term cash flow does a company need to pay its bills? The Net Working Capital Investment Decision Net Working Capital Shareholders Equity Current Liabilities Current Assets Fixed Assets 1 Tangible 2 Intangible Long-Term Debt

14 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved Estrutura de Capital Empresa emite Títulos (Securities) Obrigações (Bonds or Bills) – Títulos de dívida ou Capital de terceiros (Debt) Ações ou quotas (Stocks or Shares) – Títulos de propriedade ou Capital próprio (Equity) Ações ordinárias (common stocks) Ações preferenciais (preferred stocks)

15 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved Estrutura de Capital Quem compra Obrigações: são os obrigacionistas ou credores (Debtholders) Ações: são os acionistas (Stockholders ou, para todas as sociedades, Shareholders)

16 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved Estrutura de capital O valor da empresa pode ser imaginado como uma pizza. O objetivo do administrador é aumentar o tamanho da pizza A decisão de estrutura de capital pode vista como melhor cortar a pizza Se como cortar a pizza afeta o tamanho dela, então a decisão de estrutura de capital é relevante. 50% Debt 50% Equity 25% Debt 75% Equity 70% Debt 30% Equity

17 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved Estrutura Organizacional hipotética Presidente do Conselho e da Diretoria Executiva (CEO) Conselho de administração Diretor de Operações (COO)Vice Presidente e Diretor financeiro (CFO) TesoureiroControllerGerente de caixa Gastos de capital Gerente de créditoPlanejamento financeiro Planej. fiscal Contabilidade Contab. CustoProces. Dados Vice Presidente e Diretor Marketing Vice Presidente e Diretor Produção

18 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved Hypothetical Organization Chart Chairman of the Board and Chief Executive Officer (CEO) Board of Directors President and Chief Operating Officer (COO) Vice President and Chief Financial Officer (CFO) TreasurerControllerCash Manager Capital Expenditures Credit ManagerFinancial PlanningTax Manager Financial Accounting Cost AccountingData Processing

19 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved O Administrador Financeiro Para criar valor, o administrador financeiro deveria: 1. Tentar realizar decisões de investimentos inteligentes, ou seja, adquirir ativos que produzam rentabilidade maior do que custam. 2. Tentar realizar decisões de financiamentos inteligentes, ou seja, vender obrigações e ações que proporcionem mais rentabilidade do que custam. Para criar valor, o administrador financeiro deveria: 1. Tentar realizar decisões de investimentos inteligentes, ou seja, adquirir ativos que produzam rentabilidade maior do que custam. 2. Tentar realizar decisões de financiamentos inteligentes, ou seja, vender obrigações e ações que proporcionem mais rentabilidade do que custam.

20 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved Fluxo de caixa empresa (C) A empresa e os mercados financeiros Imposto(D) Empresa Governo Empresa emite Títulos (A) Fluxos de caixa retidos (F) Investe em ativos (B) Dividendos e pagtos dívidas (E) Ativos circulantes Ativos permanentes Mercados Financeiros Dívidas a curto prazo Dívidas a longo prazo Ações ou Quotas A empresa deve ser uma atividade geradora de caixa. O fluxo de caixa da empresa dever exceder o fluxo de caixa do mercado financeiro.

21 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved A Sociedade por ações (The Corporate Firm) A organização da empresa sob forma de Sociedade por Ações é a forma convencional de solução do problema de captação de volumes elevados de dinheiro. Entretanto, as empresas podem assumir outras formas. A organização da empresa sob forma de Sociedade por Ações é a forma convencional de solução do problema de captação de volumes elevados de dinheiro. Entretanto, as empresas podem assumir outras formas.

22 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved Formas de Organização de Negócios A Firma individual (The Sole Proprietorship) A Sociedade por quotas (The Partnership) Sociedade Geral (General Partnership) (todos sócios são gerais) Sociedade Limitada (Limited Partnership) (pelo menos um sócio é geral e, os outros, com responsabilidade limitada) A Sociedade por Ações (The Corporation) A Firma individual (The Sole Proprietorship) A Sociedade por quotas (The Partnership) Sociedade Geral (General Partnership) (todos sócios são gerais) Sociedade Limitada (Limited Partnership) (pelo menos um sócio é geral e, os outros, com responsabilidade limitada) A Sociedade por Ações (The Corporation)

23 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved Modalidades de Organização no Brasil (novo código) Empresário individual (Firma individual) Sociedade Empresária (Sociedade por quotas) Em nome coletivo (e cia) (todos sócios com responsabilidade ilimitada) Limitada (Ltda) (todos sócios com responsabilidade limitada) Em comandita (e cia) (sócios comanditados: responsabilidade ilimitada / sócios comanditários: responsabilidade limitada) Sociedade Anônima (S.A.) (Sociedade por ações) Aberta – ações negociadas no mercado (supervisão da CVM) Fechada – ações não negociadas no mercado Empresário individual (Firma individual) Sociedade Empresária (Sociedade por quotas) Em nome coletivo (e cia) (todos sócios com responsabilidade ilimitada) Limitada (Ltda) (todos sócios com responsabilidade limitada) Em comandita (e cia) (sócios comanditados: responsabilidade ilimitada / sócios comanditários: responsabilidade limitada) Sociedade Anônima (S.A.) (Sociedade por ações) Aberta – ações negociadas no mercado (supervisão da CVM) Fechada – ações não negociadas no mercado

24 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved Comparação entre Sociedade por Ações e Sociedade por quotas (nos EUA) S. A. (Corporation)Sociedade por quotas Liquidez e negociabilidade Ações podem ser negociadas facilmente. Em bolsa de valores, inclusive. Geralmente não há mercado organizado para negociar quotas Direitos de voto Geralmente, cada ação ordinária dá direito a um voto. Conselho de admin. escolhe Executivos Sócio geral exerce gestão e os limitados tem alguns direitos de votos TributaçãoDupla: lucro e dividendosSócios pagam impostos sobre result. distribuídos. Reinvestmento e pgto de dividendos Ampla liberdade no pgto de dividendos Todo o fluxo líq de caixa é distribuído aos sócios. ResponsabilidadeLimitadaSócios gerais tem responsabilidade ilimitada e os outros não. ContinuidadeDuração perpétuaDuração determinada

25 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved Objetivos da Sociedade por ações Objetivo principal do administrador financeiro: maximizar o valor do proprietário acionista ou quotista-parte ( maximize shareholder wealth) Objetivo principal do administrador financeiro: maximizar o valor do proprietário acionista ou quotista-parte ( maximize shareholder wealth)

26 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved A perspectiva de conjunto de contratos A empresa pode ser vista com um conjunto de contratos. Um destes contratos é realizado entre proprietários e administradores. Os administradores irão usualmente agir no interesse dos administradores. Os proprietários (acionistas ou quotistas podem fazer contratos que alinham incentivos dos administradores com os objetivos dos proprietários). Os proprietários podem monitorar o comportamento dos administradores. Estes contratos e monitoração custam caro (Agency Costs). A empresa pode ser vista com um conjunto de contratos. Um destes contratos é realizado entre proprietários e administradores. Os administradores irão usualmente agir no interesse dos administradores. Os proprietários (acionistas ou quotistas podem fazer contratos que alinham incentivos dos administradores com os objetivos dos proprietários). Os proprietários podem monitorar o comportamento dos administradores. Estes contratos e monitoração custam caro (Agency Costs).

27 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved Objetivos dos administradores Os objetivos dos administradores podem ser diferentes dos objetivos dos acionistas Preferência por despesas – mordomias como carros, localização e decoração de escritórios, verbas de representação…. Sobrevivência Independência Crescimento e tamanho maior da empresa não significam necessariamente o mesmo que aumento da riqueza do acionista. Os objetivos dos administradores podem ser diferentes dos objetivos dos acionistas Preferência por despesas – mordomias como carros, localização e decoração de escritórios, verbas de representação…. Sobrevivência Independência Crescimento e tamanho maior da empresa não significam necessariamente o mesmo que aumento da riqueza do acionista.

28 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved Os proprietários controlam o comportamento dos administradores? Acionistas (ordinários) votam para o conselho de administração, que por sua vez selecionam os executivos. Contratos podem ser cuidadosamente construidos (opções de compra ações, participação no lucro, EVA) para serem incentive compatible. Há um mercado de trabalho de executivos. Eles podem ser trocados ou valorizados se agirem contra ou pró acionista. Takeover: empresa comprada por outra em decorrência de má administração. Acionistas (ordinários) votam para o conselho de administração, que por sua vez selecionam os executivos. Contratos podem ser cuidadosamente construidos (opções de compra ações, participação no lucro, EVA) para serem incentive compatible. Há um mercado de trabalho de executivos. Eles podem ser trocados ou valorizados se agirem contra ou pró acionista. Takeover: empresa comprada por outra em decorrência de má administração.

29 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved Separação entre propriedade e controle Conselho de Admin Administração Ativos Dívidas Ações Proprietárioss Credores

30 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved Mercados financeiros Mercado primário (novas emissões) Quando a S.A. emite títulos (ações ou obrigações). Dinheiro novo para a empresa. Usualmente uma intermediação é envolvida (bancos de invest) Mercado secundário Envolve a venda de títulos usados de um investidor para outro. Títulos podem ser negociados em mercado de pregão (NYSE ou Bovespa) e de balcão. Mercado primário (novas emissões) Quando a S.A. emite títulos (ações ou obrigações). Dinheiro novo para a empresa. Usualmente uma intermediação é envolvida (bancos de invest) Mercado secundário Envolve a venda de títulos usados de um investidor para outro. Títulos podem ser negociados em mercado de pregão (NYSE ou Bovespa) e de balcão.

31 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved Mercado Primário versus Mercado Secundário Mercado Primário (Lançamento inicial de títulos para levantar recursos) Ofertas públicas Colocação privada Mercados Secundários (Onde os títulos são renegociados) Mercados de pregão - Bolsas Organizadas (NYSE, BOVESPA) Mercados de Balcão - Distribuidoras de valores (NASDAQ: sistema automatizado de cotações) Mercado Primário (Lançamento inicial de títulos para levantar recursos) Ofertas públicas Colocação privada Mercados Secundários (Onde os títulos são renegociados) Mercados de pregão - Bolsas Organizadas (NYSE, BOVESPA) Mercados de Balcão - Distribuidoras de valores (NASDAQ: sistema automatizado de cotações)

32 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved Negociação de ações registradas em bolsa Mercados de pregão diferem dos mercados de balcão de duas maneiras: A negociação ocorre em apenas um local. Preços de transação são comunicados quase que imediatamente ao público. Mercados de pregão diferem dos mercados de balcão de duas maneiras: A negociação ocorre em apenas um local. Preços de transação são comunicados quase que imediatamente ao público.

33 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved Financial Markets Empresas Investidores Mercado Secundário Dinheiro Títulos SueBob Ações e obrigações Dinheiro Mercado primário Oferta pública ou privada

34 McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved Outline of the Text I. Overview II. Value and Capital Budgeting III. Risk IV. Capital Structure and Dividend Policy V. Long-Term Financing VI. Options, Futures and Corporate Finance VII. Financial Planning and Short-Term Finance VIII. Special Topics I. Overview II. Value and Capital Budgeting III. Risk IV. Capital Structure and Dividend Policy V. Long-Term Financing VI. Options, Futures and Corporate Finance VII. Financial Planning and Short-Term Finance VIII. Special Topics


Carregar ppt "McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e. McGraw-Hill/Irwin Corporate Finance, 7/e © 2005 The McGraw-Hill Companies, Inc. All Rights Reserved. 1-1 Finanças."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google