A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Glicólise 1. Fases da glicose aeróbica 2 Transporte de glicose através de membranas 3 Difusão facilitada GLUT Especificidade tecidual GLUT-1 eritrócitos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Glicólise 1. Fases da glicose aeróbica 2 Transporte de glicose através de membranas 3 Difusão facilitada GLUT Especificidade tecidual GLUT-1 eritrócitos."— Transcrição da apresentação:

1 Glicólise 1

2 Fases da glicose aeróbica 2

3 Transporte de glicose através de membranas 3 Difusão facilitada GLUT Especificidade tecidual GLUT-1 eritrócitos e encéfalo GLUT-2: fígado, rins e células do pâncreas GLUT-3: neurônios GLUT-4: tecido adiposo e músculo esquelético GLUT-5: intestino delgado e testículo Funções especializadas: GLUT 1, 3 e 4: captação de glicose a partir do sangue GLUT-2: transporte nos 2 sentidos - Difusão facilitada

4 Transporte de glicose através de membranas 4 Co-transporte monossacarídeo-Na + o Processo mediado por carreador -Na + o Envolve gasto de energia o Células epiteliais do intestino,túbulos renais s e plexo coróide

5 5 Enzimas: 1- hexoquinase ou glicoquinase 2 - fosfoglicoisomerase 3- fosfofrutoquinase 4- aldolase 5- isomerase FASE PREPARATÓRIA DA GLICÓLISE

6 6 Enzimas: 6- gliceraldeído 3-P desidrogenase 7- fosfoglicerato quinase 8- fosfoglicerato mutase 9 – enolase 10- piruvatoquinase FASE DE PRODUÇÃO DE ENERGIA nimations/glycolysis.html

7 7 Regulação da glicólise por enzimas alostéricas

8 Enzimas reguladoras 8 Hexoquinase Expressa na maioria dos tecidos Inibida por glicose-6-P Elevada afinidade por glicose Glicoquinase Expressa no fígado e ilhotas pancreáticas Não é inibida por Glicose-6-P Menor afinidade por glicose Remove excesso de glicose do sangue após refeições Síntese induzida por insulina Atividade aumentada pela insulina.

9 Fosfofrutoquinase (PFK1) 9 Mais importante ponto de controle e passo limitante na velocidade de glicólise. Inibida por ATP e citrato Ativada por de AMP e frutose-2,6-difosfato

10 Ação da insulina e do glucagon na regulação da via glicolítica – a função da frutose-2-6-bifosfato no fígado. 10

11 Piruvato cinase 11 Ativada por frutose-1-6 difosfato (reação da PFK1) Inibida através de fosforilação Pela proteína quinase A Deficiência nas hcs Lise e morte prematura oAnemia hemolítica

12 Regulação hormonal da glicólise 12 o insulina = glicocinase, fosfofrutocinase e piruvato -cinase o Conversão de glicose em piruvato o glucagon= glicocinase, fosfotrucinase e piruvato -cinase Estado alimentado jejum

13 13 DESTINOS ALTERNATIVOS DO PIRUVATO

14 Referências Bibliográficas Champe, P.C.; Harvey, R.A; Ferrier, D.R. Bioquímica Ilustrada, traduzido por Carla Dalmaz. 3ª Ed., ARTMED, Campbell, M. K. Bioquímica; traduzido por Henrique B. Ferreira et al. 3ª ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997 Lehninger, A; Nelson, D.; Cox, M. Princípios de Bioquímica. Traduzido por Arnaldo A Simões, Wilson R. N. Lopes. 2ª ed., São Paulo: SARVIER, 2000 Devlin, T.M. Manual de Bioquímica Química Clínica com Correlações Clínicas; traduzido por Yara M. Michelacci et al. 4ª ed, São Paulo: Edgard Blücher Ltda, 1997.


Carregar ppt "Glicólise 1. Fases da glicose aeróbica 2 Transporte de glicose através de membranas 3 Difusão facilitada GLUT Especificidade tecidual GLUT-1 eritrócitos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google