A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AUXÍLIO MULTICRITÉRIO À DECISÃO – AMD Dalessandro Soares Vianna

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AUXÍLIO MULTICRITÉRIO À DECISÃO – AMD Dalessandro Soares Vianna"— Transcrição da apresentação:

1 AUXÍLIO MULTICRITÉRIO À DECISÃO – AMD Dalessandro Soares Vianna

2 Objetivos Discutir a estruturação dos processos decisórios, com foco nas decisões discretas. Introduzir conceitos, princípios e técnicas do Auxílio Multicritério à Decisão. Ao final do curso, os alunos deverão estar aptos a estruturar problemas de decisão discretos utilizando diferentes abordagens multicritério.

3 Metodologia e técnicas de ensino Aulas expositivas Leitura de artigos; debates em grupos; trabalhos práticos e exercícios; apresentações individuais e/ou em grupos; pesquisas bibliográficas; discussão e resolução de casos.

4 Avaliação Apresentação de seminário em grupo Dentre os artigos disponibilizados, escolher um para apresentar para a turma. Destacar o problema, os objetivos, a metodologia utilizada e os resultados obtidos. Link disciplinas

5 Avaliação ArtigoTemaAutores 1Avaliações ambientais estratégicas de rodoviasM.V. Lisboa 2Tomada de decisão – Banco do BrasilM. I. R. Almeida 3Controle da qualidade da águaL. M. Abreu et al.. 4Decisões gerenciais – Prefeitura de Quissamã/RJ C. S. Marins; D. O. Souza; M, S. Barros 5Análise de estratégias de marketing de serviçosE. P. Machado; L. F. A. M. Gomes; M. A. Chauvel 6Seleção de linguagens de programaçãoB. M. Xavier; A. D. Silva; W. B. Coelho 7Escolha de um curso de engenhariaA. M. Besteiro et al. 8Seleção de um ERPJ. S. Azeredo et al. 9Acessibilidade em Prédios PúblicosL. F. S. Barbosa; H. G. Costa 10Revisão bibliográfica: AMD no BrasilD. S. S. Rodriguez; H. G. Costa; L. F. R. R. S. Carmo

6 Referências bibliográficas GOMES, Luiz F. A. M.. Tomada de Decisão Gerencial: Enfoque Multicritério. São Paulo: Atlas, COSTA, Helder G.. Introdução ao Método de Análise Hierárquica (Análise Multicritério no Auxílio À Decisão), Saaty, T.L. (2002) "Decision Making for Leaders" USA: RWS Publications. Material fornecido em sala de aula.

7 Ementa Introdução Conceitos sobre AMD Métodos básicos BORDA WSM WPM Método AHP – escola americana Métodos da família ELECTRE – escola francesa

8 Agradecimentos Aos Professores Edwin Benito Mitacc Meza (UFF/Rio das Ostras) e Helder Gomes Costa (UFF/Niterói) por fornecerem material, o qual serviu como base para preparação do curso.

9 Introdução Tomada de decisões contínuas melhores oportunidades para nós e para as organizações. Tomar decisões – tarefa difícil. Ambiente competitivos Diferentes alternativas Diferentes fluxos de ações A avaliação dessas alternativas e a escolha do melhor fluxo de ação representam a essência da análise de decisão.

10 Introdução Resoluções comuns: Abstrações Heurísticas Raciocínios dedutivos

11 Introdução Características comuns: Os critérios de resolução do problema são, no mínimo, dois que conflitam entre si. Tanto os critérios como as alternativas não estão claramente definidos. Os critérios e as alternativas podem estar interligados. A solução depende de um conjuntos de pessoas, cada um com seu próprio ponto de vista, muitas vezes conflitante com o das demais pessoas.

12 Introdução Características comuns: As restrições do problema não estão bem definidas, podendo existir dúvidas a respeito do que é critério e do que é restrição. Alguns critérios são quantificáveis, enquanto outros somente o são por meio de juízos de valor efetuados sobre uma escala. A escala para um determinado critério pode ser cardinal, verbal ou ordinal, dependendo dos dados disponíveis e da própria natureza dos critérios.

13 Introdução Inicialmente, métodos matemáticos: Solução ótima Otimizar uma função de avaliação (função objetivo) Restrições (não violadas) Mundo real: Diferentes atributos para diferentes alternativas Alguns desses atributos difíceis de medir. Ex.: Impacto ambiental, imagem de um produto, impacto social, etc.

14 Introdução Auxílio Multicritério à Decisão Início na década de 70. Estes métodos têm caráter cientifico e, ao mesmo tempo, subjetivo. Agregam todas as características consideradas importantes, inclusive as não quantitativas. Finalidade de possibilitar a transparência e a sistematização do processo referente aos problemas de tomada de decisões.

15 Introdução Características metodológicas: A análise do processo de decisão tem sempre o objetivo de identificar informações/regiões críticas. A existência de uma melhor compreensão acerca das dimensões do problema. A possibilidade de haver diferentes formulações válidas para o problema.

16 Introdução Características metodológicas: A aceitação de que, em problemas complexos, as situações nem sempre se ajustam a um perfeito formalismo. O uso de representações explícitas de uma estrutura de preferências, em vez de representações numéricas definidas artificialmente.

17 Introdução Uma metodologia de Apoio Multicritério à Decisão (AMD) procura fazer com que o processo seja o mais neutro, objetivo, válido e transparente possível, sem pretender indicar ao decisor uma solução única e verdadeira.

18 Introdução Vantagens da AMD: A constituição de uma base para o diálogo entre os interventores, utilizando diversos pontos de vista; Maior facilidade para incorporar incertezas aos dados segundo cada ponto de vista; Enfrentar cada solução como um compromisso entre objetivos em conflito.

19 Introdução A metodologia multicritério possui dois ramos: 1. O ramo contínuo da decisão multicritério, conhecido como programação Multiobjetivo, que se ocupa com problemas com objetivos múltiplos, nos quais as alternativas podem adquirir um número infinito de valores. 2. O ramo discreto ou Decisão Multicritério Discreta, que analisa problemas nos quais o conjunto de alternativas é formado por um número finito e geralmente pequeno de valores.

20 Introdução Etapas: Nível I – Objeto da Decisão e Espírito da Recomendação: Consiste em reconhecer as necessidades, isto é, detectar o problema a ser resolvido.

21 Introdução Nível II – Análise das Consequenciais e Elaboração dos critérios: Formula-se e define-se o problema, mediante a identificação dos eventuais grupos de interesse, bem como dos objetivos e atributos utilizados no processo de decisão.

22 Introdução Nível III – Modelagem das Preferenciais Globais e Abordagem Operacional: Elabora-se um modelo analítico do problema, cuja finalidade é construir uma representação, quase sempre matemática, a ser utilizada ao longo da análise do processo, estimando a influência de cada um dos parâmetros no problema estudado.

23 Introdução Nível IV – Análise dos Resultados: Analisam-se as alternativas em relação aos critérios, de acordo com o ambiente ou estado da natureza presente no processo. Em função da solução obtida, pode ser necessária a reavaliação de tal processo, devendo-se retornar aos níveis precedentes. Feito isso, inicia-se a implementação da solução mais adequada.

24 Introdução Para realizar uma classificação dos métodos de AMD, são vários os pontos de vista considerados: O tipo de problema que deve ser resolvido; A dimensão da matriz de decisão; A maneira ordinal ou cardinal de medir as avaliações e os pesos; O caráter compensatório ou não dos métodos de normalização utilizados;

25 Introdução Para realizar uma classificação dos métodos de DMD, são vários os pontos de vista considerados: A escola teórica em que tais métodos se inserem; Os procedimentos de trabalho que essa escola propõe ao decisor (como estimativa de dados, comparação entre alternativas e interatividade), etc.


Carregar ppt "AUXÍLIO MULTICRITÉRIO À DECISÃO – AMD Dalessandro Soares Vianna"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google