A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O que é necessário ao desenvolvimento na orla costeira, para que seja equilibrado, sustentado e sustentável? Funchal, 19 de Setembro de 2003 Pedro Bicudo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O que é necessário ao desenvolvimento na orla costeira, para que seja equilibrado, sustentado e sustentável? Funchal, 19 de Setembro de 2003 Pedro Bicudo."— Transcrição da apresentação:

1 O que é necessário ao desenvolvimento na orla costeira, para que seja equilibrado, sustentado e sustentável? Funchal, 19 de Setembro de 2003 Pedro Bicudo Dep Física IST

2 Pedro Bicudodesenvolvimento da orla costeira2 Sumário: 1. Aplicando o modelo Town and Country 1.1 Funchal, uma cidade moderna e turística 1.2 A orla costeira madeirense 1.3 Turistas urbanos atraidos pela natureza e pelos desportos radicais 2. Como desenvolver a costa? 2.1 Partindo de praias de calhau e falesias rochosas 2.2 A tecnologia tudo permite 2.3 Aproveitar os recursos naturais 2.4 O bónus das novas industrias 3. Conclusão 3.1 Erros a corrigir 3.2 O futuro pertence aos governantes e às populações.

3 Pedro Bicudodesenvolvimento da orla costeira3 Uma perspectiva de desenvolvimento é aqui apresentada, que assenta no aproveitamento sustentado dos recursos naturais da costa madeirense. Propomos que seja seguido o modelo havaiano do town and country, pois - o Hawaii é uma arquipelago onde emigrantes madeirenses se integraram perfeitamente no fim do Século. XIX, - está no TOP dos rankings atribuidos pela população americana, para o turismo e a qualidade de vida, - acolhe cerca de turistas todos os dias na ilha, - a ilha de Oahu dispoe de uma grande cidade Honolulu, estando o resto do arquipelago em sintonia com a natureza, que inclui ondas gigantes para o surf, mares tropicais para o mergulho, e altas montanhas vulcânicas. Foto que abre a campanha da agência de viagens expedia.com para o Hawaii 1. O modelo havaiano do Town and Country

4 Pedro Bicudodesenvolvimento da orla costeira4 1.1 Funchal, uma cidade moderna e turística O Funchal ínclui todas as comodidades de uma moderna cidade. Ocupa harmoniosamente um amplo anfiteatro natural virado para o mar e para o sol. O Funchal acolhe a grande maioria dos cerca de turistas que pernoitam na Madeira. Os seus vários hoteis concentram-se no extremo Oeste da cidade. No entanto os turistas chegam à Madeira atraídos por algo mais que a tradição turística do Funchal. Mesmo quando passam a maior parte do tempo no Funchal sentem a mística da Madeira, onde sabem que há montanhas vertiginosas e ondas poderosas.

5 Pedro Bicudodesenvolvimento da orla costeira5 1.2 A orla costeira madeirense O turista que demanda a Madeira é geralmente de origem urbana. Para ele as costas Oeste, Norte e Leste da Madeira mantêm intacta a pureza original. Muitos turistas procuram as altas escarpas, as fajãs e as praias de calhau rolado, para simplesmente admirar a paisagem, ou para actividades como o surf, a caminhada, o mergulho... Mas o desenvolvimento já pressiona a orla costeira. Está prevista a construção de marinas, hotéis, paredões, e estradas sobre o mar.

6 Pedro Bicudodesenvolvimento da orla costeira6 Citando o site oficial do turismo da Madeira: 1.3 Turistas urbanos atraidos pela natureza e pelos desportos radicais Se é de adrenalina que está à procura, então as águas madeirenses prestam-se para o efeito. As costas do Jardim do Mar, Paúl do Mar e de S. Vicente fornecem condições excelentes para a prática do surf, com ondas capazes de dar aos mais experientes todas as emoções deste desporto. Por exemplo o surf, está francamente na moda, e goza de uma fortíssima imagem de marca. Por isso é usado sistematicamente para vender o produto turístico Madeira

7 Pedro Bicudodesenvolvimento da orla costeira7 Citando o site sobre o Jardim do Mar In the origin of its name is the transition between steep slopes without vegetation and a wonderful green seaside resort, that was once covered with a mantle of wild flowers. Surrounded by the sea and cloaked by the mountains, this parish preserves the tranquility of ancient days, still seen today on its narrow typical streets and low level houses with different shapes of chimneys. Jardim do Mar has become the meeting point of the international surfing community. Due to its location, the Madeira archipelago is a privileged spot to receive swells of the North Atlantic and has all sorts of waves, from point breaks to reef breaks. Possivelmente a forte imagem do surf advém de ser o primeiro desporto náutico radical. Tal como um topo de gama, o surf tem um enorme valor promocional.

8 Pedro Bicudodesenvolvimento da orla costeira8 Pretende-se desenvolver a orla costeira, sem comprometer o charme, a natureza forte e exuberante, que são parte integrante da imagem turística da Madeira. Este cenário é também ideal para desenvolver os desportos radicais. 2. Como desenvolver a costa?

9 Pedro Bicudodesenvolvimento da orla costeira9 2.1 Partindo de praias de calhau e falésias rochosas

10 Pedro Bicudodesenvolvimento da orla costeira A tecnologia tudo permite fazer (tanto o bem como o mal) Vemos aqui exemplos regionais de construções costeiras. Mas o exemplo mais grandioso de desenvolvimento costeiro é o da Holanda onde centenas de quilómetros de diques conquistaram ao mar do Norte uma área maior do que a da ilha da Madeira. Para preencher os polders, a areia é aspirada do fundo do mar a QUILÓMETROS da costa e conduzida por pipelines até ao interior da Holanda.

11 Pedro Bicudodesenvolvimento da orla costeira11 É possível por exemplo transformar qualquer praia de calhau numa praia de areia. Veja-se as famosas praias de Copacabana no Brasil, ou de Oeiras em Lisboa que foram criadas com tecnologia portuguesa. As praias de areia costumam ter um fundo composto primeiro por rocha, em seguida por calhau rolado e finalmente por areia. É normal, em dadas épocas do ano em que a ondulação é mais forte ou em que o vento sopra do mar, parte da areia migrar para águas mais fundas. Então o calhau fica a descoberto. Usando a areia de águas profundas pode-se melhorar por exemplo a Praia de Porto Santo, e até mesmo transformar uma praia de calhau como a da Madalena do Mar num areal ABERTO.

12 Pedro Bicudodesenvolvimento da orla costeira12 Presentemente, as novas TECNOLOGIAS oceanográficas estão a caminhar no sentido de construir recifes artificiais, com rochas, calhau ou sacos de areia submersos, para - criar ondas boas para o surf - proteger a costa da erosão, e os banhista das ondas - servir de habitat e de santuário para peixes recife artificial submerso praia abrigada

13 Pedro Bicudodesenvolvimento da orla costeira Aproveitar os recursos naturais É crucial usar os valiosos recursos naturais que já existem, como base para o desenvolvimento. Assim se a Madeira tem uma dezena de ondas de classe mundial, é um enorme desperdício estragá-las. Nota-se que este tipo de ondas é muito raro no mundo. Possivelmente a costa continental europeia possui menos ondas de point-break de grande qualidade do que a Madeira. Este tipo de onda inicia-se rebentando sobre as grande rochas submersas em frente a uma ponta. A onda continuam ao longo da costa cujo fundo tem a inclinação IDEAL para criar tubos.

14 Pedro Bicudodesenvolvimento da orla costeira14 Em segundo lugar é importante NÃO usar as praias de calhau para construir paredões, marinas, hotéis ou piscinas. Para esses fins é preferível usar a costa rochosa. O calhau pode ser usado directamente pelos banhistas, tal como já acontece em Machico, nos Reis Magos, na Praia Formosa, na Ribeira Brava, no Lugar de Baixo e na Ponta do Sol. As praias de calhau podem ainda ser melhoradas com rampas, calhau miúdo ou areia para aumentar o conforto dos banhistas. Recomenda-se ainda ajeitar o calhau, criando pequenas pontas submersas com o fim de serem usadas pelas escolas de surf. praia hotel piscina marina hotel surf school estrada

15 Pedro Bicudodesenvolvimento da orla costeira O bónus das novas industrias O desenvolvimento sustentado irá gerar nova indústrias. Vejamos por exemplo o caso do surf. É sabido que o surf move bilhões de Euros, seja pelo turismo e pelas escolas de surf, seja pela indústria de pranchas, fatos e outros acessórios. As costas Oeste e Norte da Madeira ganhariam em apoiar o seu desenvolvimento nas suas condições excelentes para o surf. Curiosamente as industrias ligadas ao Surf acabam por se fixar nas localidades onde existem as melhores ondas do mundo. Os melhores exemplos de indústria do surf são os da costa Norte de Oahu no Hawaii, ou a região de Surfers Paradise, na Costa Leste australiana. Em portugal a industria do surf fixou-se na região Oeste, perto das ondas dos Coxos e de Supertubos. Mas neste momento a costa vicentina também já está a beneficiar do surf.

16 Pedro Bicudodesenvolvimento da orla costeira16 Pessoalmente começo a me envolver na construção de máquinas robotizadas e com controle numérico por computador, dedicadas ao fabrico de pranchas de surf. Também me interesso em projectar recifes artificiais para melhorar o surf. Estas NOVAS indústrias atraem mão de obra qualificada, por isso são relevantes para as regiões periféricas.

17 Pedro Bicudodesenvolvimento da orla costeira17 2. Conclusão 3.1 Erros a emendar Para prosseguir com a actual estratégia turística da Madeira, deve-se alterar os quebra-mares (ou reconstruir o fundo) do Jardim do Mar e do Lugar de Baixo, que estragam duas das melhores ondas do mundo. A onda do Jardim estava classificada como a maior onda de point break do mundo. Estes paredões não só ocupam o local onde se surfava nos dias de ondas pequenas, como provocam o back-wash ( reflexão ) nos dias de ondas grandes. Acresce que impedem qualquer surfista em apuros de regressar a terra, pondo a sua segurança em perigo.

18 Pedro Bicudodesenvolvimento da orla costeira18 2. Conclusão 3.1 Erros a emendar Para prosseguir com a actual estratégia turística da Madeira, deve-se alterar os quebra-mares (ou reconstruir o fundo) do Jardim do Mar e do Lugar de Baixo, que estragam duas das melhores ondas do mundo. A onda do Jardim estava classificada como a maior onda de point break do mundo. Estes paredões não só ocupam o local onde se surfava nos dias de ondas pequenas, como provocam o back-wash ( reflexão ) nos dias de ondas grandes. Acresce que impedem qualquer surfista em apuros de regressar a terra, pondo a sua segurança em perigo.

19 Pedro Bicudodesenvolvimento da orla costeira19 O futuro pertence às populações e aos governantes. Os técnicos, jornalistas e activistas podem tentar alertar e informar para os problemas e soluções. Os empresários podem tentar realizar empreendimentos na costa. Mas em última análise são as populações e os governantes os responsáveis pela orla costeira. Esta verdade é bem concreta em Portugal, onde a orla costeira não pode ser privatizada. Desde sempre o povo teve o direito a aceder à costa, e nos tempos de crise foram as lapas e os polvos que salvaram as populações costeiras de passar fome. Esta é uma das pedras de toque da identidade portuguesa. Como a população da Madeira é acolhedora, os turistas estão em segurança no meio da população. Assim os turistas podem beneficiar da natureza madeirense, em conjunto com o povo. Esta é uma mais valia para o turismo. 3.2 O futuro pertence às populações e aos governantes.


Carregar ppt "O que é necessário ao desenvolvimento na orla costeira, para que seja equilibrado, sustentado e sustentável? Funchal, 19 de Setembro de 2003 Pedro Bicudo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google