A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 APARELHO URINÁRIO (III) (Reabsorção e secreção tubulares) Mário Gomes Marques Instituto de Fisiologia da FML (Director: Prof. Luis Silva-Carvalho)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 APARELHO URINÁRIO (III) (Reabsorção e secreção tubulares) Mário Gomes Marques Instituto de Fisiologia da FML (Director: Prof. Luis Silva-Carvalho)"— Transcrição da apresentação:

1 1 APARELHO URINÁRIO (III) (Reabsorção e secreção tubulares) Mário Gomes Marques Instituto de Fisiologia da FML (Director: Prof. Luis Silva-Carvalho)

2 2 RIM (reabsorção e secreção tubulares) Qualquer substância que passe para o filtrado glomerular e entre no sistema de túbulos renais, antes de ser eliminada como urina, passa através de: - Túbulo proximal - Ansa de Henle - Túbulo distal - Túbulo colector - Ducto colector

3 3 TODAS AS SUBSTÂNCIAS QUE CONSTITUEM A URINA SÃO A SOMA DE: Excreção Urinária = Filtração Glomerular – Reabsorção Tubular + Secreção tubular

4 4 Filtração, reabsorção e secreção pelos rins Quantidade Filtrada Quantidade Reabsorvida Quantidade Excretada % de Filtrado Reabsorvido Glucose (mg/dia) ,00 Bicarbonato (mEq/dia) > 99.9 Sódio (mEq/dia) Cloro (mEq/dia) Ureia (mg/dia) ,00 Creatinina (mg/dia)1.80 0,00

5 5 DO QUADRO ANTERIOR CONCLUI-SE QUE: A Filtração Glomerular e a Reabsorção Tubular são quantitativamente muito maiores que a excreção A reabsorção tubular, ao contrário da FG é muito selectiva

6 6 CONCEITO DE TRANSPORTE MÁXIMO A maioria das substâncias que são activamente reabsorvidas ou secretadas têm um limite de transporte – Transporte Máximo Saturação das proteínas e sistemas enzimáticos envolvidos no transporte

7 7 TRANSPORTE DA GLUCOSE

8 8 TÚBULO PROXIMAL - reabsorção - 65% do Na + e H 2 O e uma % um pouco menor de Cl - são reabsorvidos - Cotransporte de Na + preferencialmente com glucose, bicarbonato e iões orgânicos - Concentrações de glucose, bicarbonato e iões orgânicos diminuiem ao longo do túbulo - Concentrações de creatinina e ureia aumentam ligeiramente ao longo do túbulo - Osmolaridade e concentrações de Na + e Cl - praticamente constantes

9 9 TÚBULO PROXIMAL - secreção - Secreção importante de ácidos e bases orgânicas tais como: - Sais biliares - Oxalatos - Uratos - Catecolaminas - Rápida remoção destes produtos finais do metabolismo - Alguns fármacos e toxinas - PAH

10 10 ANSA DE HENLE - Ramo descendente fino: - Muito permeável à água (20% reabsorvida a este nível) - Pouco permeável a iões e ureia - Ramo ascendente (porção fina e porção grossa) impermeável à água e ureia - Porção grossa do ramo ascendente: - Reabsorção de sódio, cloro e potássio (25% reabsorvidos a este nível) - Reabsorção de cálcio, bicarbonato e magnésio - No seu final, fluido tubular muito diluído

11 11 TÚBULO DISTAL - 1ª Porção (início do TCD) - Semelhante à porção grossa da ansa de Henle - 2ª Porção (fim do TCD e porção cortical dos túbulos colectores) - Reabsorção de Na + e excreção de K + (células principais) – papel da aldosterona - Secreção de H + (células intercaladas) - Impermeável à ureia - Permeabilidade à água controlada pelos níveis de vasopressina (ADH)

12 12 DUCTO COLECTOR MEDULAR - Reabsorção de Na + e água (cerca de 10% do total) – determinante da quantidade da urina - Permeabilidade à água controlada pelos níveis de vasopressina (ADH) - Permeável à ureia - Secreção de H +

13 13 HORMONAS REGULADORAS HORMONALOCAL DE ACÇÃOEFEITOS AldosteronaT. Distal / D. Colector reabs. NaCl e água / secr. K+ Angiotensina IIT. Proximal reabs. NaCl e água / secr. H+ HADT. Distal / D. Colector reabs. água PNAT. Distal / D. Colector reabs. NaCl H. ParatiroideiaT. Proximal / P.G.A.Henle / T. Distal reabs. Ca++ / Fosfato

14 14 ACTIVAÇÃO DO SNS - Diminui a excreção de Na + e água, reduzindo a TFG - Aumenta a reabsorção de Na + no T. Proximal e P.G. da Ansa de Henle - Estimula a libertação de renina e formação de angiotensina II

15 15 CONCEITO DE DEPURAÇÃO (CLEARANCE) A clearance renal de uma substância é o volume de plasma que é depurado dessa substância pelos rins por unidade de tempo

16 16 CLEARANCE DE UMA SUBSTÂNCIA S Cl s x [ ] P s = [ ] U s x V U Cl s = [ ] U s x V U ___________ [ ] P s

17 17 CLEARANCE DA INULINA - A inulina é filtrada livremente e não é reabsorvida nem excretada - Não é produzida pelo organismo - Cerca de 125 ml/min

18 18 CLEARANCE DA CREATININA - A creatinina é produzida no organismo, tendo uma [ ] mais ao menos constante em períodos de tempo curtos - Não é reabsorvida - Apenas uma pequena porção é secretada - Usada na prática clínica

19 19 CLEARANCE DO PAH - Usado para cálculo do débito pasmático renal, dado que só 20% do plasma é filtrado - Não é reabsorvido - É secretado activamente - Numa passagem cerca de 90% é eliminado - DPR = 650 ml/min

20 20 FRACÇÃO DE FILTRAÇÃO FF = TFG / DPR = 125 / 650 = 0.19


Carregar ppt "1 APARELHO URINÁRIO (III) (Reabsorção e secreção tubulares) Mário Gomes Marques Instituto de Fisiologia da FML (Director: Prof. Luis Silva-Carvalho)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google