A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

As mulheres ontem e hoje Por Marina Mesquita Camisasca Revisão: Elaine Campos e Castro.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "As mulheres ontem e hoje Por Marina Mesquita Camisasca Revisão: Elaine Campos e Castro."— Transcrição da apresentação:

1 As mulheres ontem e hoje Por Marina Mesquita Camisasca Revisão: Elaine Campos e Castro

2 Leia os textos seguintes sobre o período colonial Texto 1 A mulher deve estar sujeita a seu marido, deve reverenciar- lhe, querer-lhe e obsequiar-lhe,... não deve fazer coisa alguma sem seu conselho. Seu principal cuidado deve ser instruir e educar a seus filhos cristãmente, cuidar com diligência das coisas de casa, não sair dela sem necessidade e sem permissão de seu marido, cujo amor deve ser superior a todos, depois de Deus.reverenciar-obsequiar- diligência D urante o período colonial, você acha que todas as mulheres seguiam essas determinações? Arceniaga, Manuel de. Método práctico de hacer fructuosamente confesíon general. Apud: Priore, Mary del. Ao sul do corpo

3 A mulher do Texto 2 segue as determinações dos padrões femininos sugeridos no Texto 1? P odemos dizer que o comportamento das mulheres era único, padronizado? Texto 2 Era uma daquelas mulheres estóicas e práticas... que tem um filho de cada homem que passa por suas vidas e que além disso recolhe em seu lar as crianças que outras abandonam, os parentes mais pobres e qualquer pessoa que necessite de uma mãe, de uma irmã, uma tia, mulheres que são o pilar central de muitas vidas alheias, que criam seus filhos para os verem ir embora depois e que vêem também seus homens partirem sem um queixume porque têm urgências maiores com que se ocupar.estóicas Allende, Isabel. As casas dos espíritos.Apud: Priore, Mary del. Ao sul do corpo

4 A seguir você encontrará duas músicas e um texto que se referem ao comportamento das mulheres de hoje. Escute-as e leia as letras com atenção.

5 Texto 3 - Baixada News Samuel Rosa-Chico Amaral Zilda é uma mulher Que mora na Baixada Fluminense Mãe de cinco filhos Cinco bocas pra comer Seu ex-marido trabalhava Como trocador de ônibus Trocou Zilda por uma dama Que passou pela roleta A vida já não era fácil Com a ajuda dele lá Agora Zilda tá sozinha Com os filhos pra criar Às cinco horas ela acorda E prepara o café Depois com outros pescadores vai pro mangue de Magé Aos 28 anos, Zilda diz Que é dona de si mesma Não pensa muita coisa Não espera nada de ninguém Catando a vida pelas patas Dando tapas no destino Arregaçar as mangas no mangue Paciência em cada gota de sangue A vida já não era fácil Com a ajuda do marido Mas ela sabe não pensar No que podia ter sido Às cinco horas ela acorda E prepara o café Depois com outros pescadores Vai pro mangue de Magé Baia de Guanabara A pesca do caranguejo Baia de Guanabara Impossível, mas eu vejo

6 Texto 4 – Emília Wilson Batista e Haroldo Lobo Quero uma mulher que saiba lavar e cozinhar Que de manhã cedo me acorde na hora de trabalhar Só existe uma E sem ela eu não vivo em paz Emília, Emília, Emília, Eu não posso mais Q uais as diferenças entre as personagens Zilda (da música anterior) e Emília? Ninguém sabe igual a ela preparar o meu café Não desfazendo das outras Emília é a mulher Papai do céu é quem sabe a falta que ela faz Emília, Emília, Emília, Eu não posso mais

7 Texto 5- As mulheres vêm modificando sua participação na sociedade brasileira ao longo das últimas décadas. Dois aspectos atestam estas mudanças: o número crescente de mulheres chefes de família e sua participação consistente no mercado de trabalho. É difícil atribuir uma causalidade direta entre a entrada da mulher no mercado de trabalho e o aumento da chefia feminina de domicílios. Os dois movimentos decorrem de razões que se ligam entre si: emancipação feminina, maior urbanização, aumento de importância do setor de serviços, importância da renda feminina para complementação da renda familiar, maior desagregação familiar e, até mesmo, opção pessoal, entre outros motivos. Mas, é verdade que, em muitos casos, o acréscimo de responsabilidade das mulheres na gestão do lar só pode ser viabilizado pelo seu ingresso na força de trabalho. C aracterize o comportamento das mulheres atuais?

8 Atividade Ao comparar os textos 1 e 2 (referentes ao período colonial) e os textos 3, 4 e 5 (referentes à época atual), você pode perceber semelhanças e diferenças entre a vida das mulheres coloniais e a vida das mulheres de hoje. Aponte-as

9 Vocabulário Reverenciar: obedecer, acatar, respeitar. Obsequiar: tratar com agrados, prestar serviços, favorecer.Obsequiar: tratar com agrados, prestar serviços, favorecer. Diligência: zelo, rapidez, presteza. Estóicas: impassível em face da dor ou do infortúnio. Clique na palavra para retornar ao texto.


Carregar ppt "As mulheres ontem e hoje Por Marina Mesquita Camisasca Revisão: Elaine Campos e Castro."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google