A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Os seres multicelulares são formados por diferentes tipos de células, que estão organizadas em tecidos, os quais formam órgãos e sistemas de órgãos. Para.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Os seres multicelulares são formados por diferentes tipos de células, que estão organizadas em tecidos, os quais formam órgãos e sistemas de órgãos. Para."— Transcrição da apresentação:

1

2 Os seres multicelulares são formados por diferentes tipos de células, que estão organizadas em tecidos, os quais formam órgãos e sistemas de órgãos. Para que, a partir de uma célula inicial, se obtenha uma grande variedade de células, é necessário que ocorra um processo de diferenciação.

3 Uma célula totipotente possui todas as potencialidades para originar todas as outras células. O ovo é designado uma célula totipotente pois é capaz de originar células indiferenciadas, pois são muito semelhantes entre si e semelhantes à célula inicial. À medida que os ciclos celulares se repetem as células vão-se tornando células especializadas. Uma célula totipotente possui todas as potencialidades para originar todas as outras células. O ovo é designado uma célula totipotente pois é capaz de originar células indiferenciadas, pois são muito semelhantes entre si e semelhantes à célula inicial. À medida que os ciclos celulares se repetem as células vão-se tornando células especializadas.

4 As células estaminais são responsáveis pela construção do corpo das plantas e dos animais e têm as seguintes características: São células indiferenciadas ( não especializadas ); Têm a capacidade de expansão, isto é, são capazes de se dividirem e de se diferenciarem em diferentes tipos de células; Apresentam capacidade de autorrenovação, sendo a sua divisão assimétrica, isto é, originam duas células-filhas que têm destinos diferentes – uma células podem permanecer como células estaminal enquanto a outra pode diferenciar-se. As células estaminais são responsáveis pela construção do corpo das plantas e dos animais e têm as seguintes características: São células indiferenciadas ( não especializadas ); Têm a capacidade de expansão, isto é, são capazes de se dividirem e de se diferenciarem em diferentes tipos de células; Apresentam capacidade de autorrenovação, sendo a sua divisão assimétrica, isto é, originam duas células-filhas que têm destinos diferentes – uma células podem permanecer como células estaminal enquanto a outra pode diferenciar-se.

5 Existem diferentes tipos de células estaminais, que são classificadas de acordo com o seu potencial de diferenciação. Células Estaminais EmbrionáriasTotipotentesPluripotentesAdultasMultipotentes Nos tecidos adultos das plantas também existem células indiferenciadas, agrupadas em tecidos chamados meristemas, que são capazes de se dividirem, levando ao crescimento de órgãos ou á renovação de zonas lesadas.

6 A clonagem é a produção de um ou mais indivíduos geneticamente idênticos ao progenitor. Cada um dos indivíduos produzidos é designado clone. Os clones formam-se a partir de células especializadas que têm a capacidade de reverter a diferenciação e adquirir novamente a capacidade de divisão, originando indivíduos adultos geneticamente iguais à célula que lhes deu origem. A clonagem é a produção de um ou mais indivíduos geneticamente idênticos ao progenitor. Cada um dos indivíduos produzidos é designado clone. Os clones formam-se a partir de células especializadas que têm a capacidade de reverter a diferenciação e adquirir novamente a capacidade de divisão, originando indivíduos adultos geneticamente iguais à célula que lhes deu origem.

7 Durante os processos de divisão e diferenciação celulares, por vezes ocorrem erros que levam à produção de células cancerosas. Os factores externos responsáveis por estas alterações são as radiações, substâncias tóxicas e alguns vírus. A perda dos mecanismos de regulação celular pode ser uma das consequências da alteração do património genético das células. Estas células cancerosas dividem-se de forma descontrolada, produzindo tumores. Durante os processos de divisão e diferenciação celulares, por vezes ocorrem erros que levam à produção de células cancerosas. Os factores externos responsáveis por estas alterações são as radiações, substâncias tóxicas e alguns vírus. A perda dos mecanismos de regulação celular pode ser uma das consequências da alteração do património genético das células. Estas células cancerosas dividem-se de forma descontrolada, produzindo tumores.

8 Os tumores malignos podem espalhar-se pelo organismo, invadindo outros tecidos e formando metástases. A metastização consiste na formação de tumores em novos locais e resulta da migração de células cancerosas a partir do foco inicial. Se os novos tumores se desenvolverem de forma descontrolada tornam-se invasivos, causando a morte do indivíduo.

9 Proliferação celular não controlada ( aumento da proliferação e/ou diminuição da apoptose) Perda de diferenciação ( displasia ) Cancro In Situ ( localizado, não invasivo) Cancro Invasivo Apoptose – morte celular programada

10 Biologia 10 Matias, Osório & Martins, Pedro Areal Editores


Carregar ppt "Os seres multicelulares são formados por diferentes tipos de células, que estão organizadas em tecidos, os quais formam órgãos e sistemas de órgãos. Para."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google