A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Anticorpos Monoclonais Actualmente a produção de anticorpos monoclonais faz-se a partir de hibridomas e de um processo que exige cinco etapas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Anticorpos Monoclonais Actualmente a produção de anticorpos monoclonais faz-se a partir de hibridomas e de um processo que exige cinco etapas."— Transcrição da apresentação:

1

2 Anticorpos Monoclonais

3 Actualmente a produção de anticorpos monoclonais faz-se a partir de hibridomas e de um processo que exige cinco etapas.

4 Anticorpos Monoclonais Após este processo, os anticorpos monoclonais poderão ser aplicados em diversas áreas da biomédica: São utilizados para detectar a presença de uma determinada molécula que exista numa mistura em reduzidas quantidades. São usados em diversos testes diagnósticos. São utilizados ainda no tratamento de alguns cancros.

5 Anticorpos Monoclonais Recentemente, e devido ao avanço das investigações e da tecnologia, estes anticorpos podem ser utilizados numa grande proporção: Na imunização passiva contra agentes infecciosos e toxinas. Nos transplantes de tecidos ou órgãos. Na estimulação da reprovação e destruição de tumores. Na manipulação da resposta imunitária. Na elaboração de testes diagnósticos mais sensíveis e específico.

6 Anticorpos Policlonais

7 Apresentam especificidade para cada um dos diferentes antigénios. A contaminação do organismo por um agente patogénico conduz, naturalmente, à produção de anticorpos policlonais. Começaram a ser utilizados no início do século XX, em processos de imunização.

8 Anticorpos Policlonais São produzidos como resultado de estimulação de vários clones de linfócitos B, em resposta a um determinado antigénio. São extraídos do soro de animais inoculados com antigénios. Este processo envolve riscos de rejeição e ataque imunitário por parte do receptor.

9 Hibridoma

10 Formação do Hibridoma Para produzir anticorpos monoclonais, linfócitos B são removidos do baço de algum animal no qual o antígeno do anticorpo desejado tenha sido previamente inoculado. Esses linfócitos são então "fundidos" com células de mieloma (tumores de linfócitos B), que têm a capacidade de se reproduzir, em cultura, indefinidamente. As células resultantes dessa fusão são denominadas de hibridomas. Estas reproduzem-se indefinidamente, produzindo grandes quantidades do anticorpo desejado.

11 Utilização dos Hibridomas Prevenção de doenças. Diagnóstico de doenças. Tratamento de doenças.


Carregar ppt "Anticorpos Monoclonais Actualmente a produção de anticorpos monoclonais faz-se a partir de hibridomas e de um processo que exige cinco etapas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google