A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Objeto de estudo: comportamento de lembrar e as variáveis das quais o comportamento é função, o que é lembrado. Variáveis: lembrar de alguém por ter visto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Objeto de estudo: comportamento de lembrar e as variáveis das quais o comportamento é função, o que é lembrado. Variáveis: lembrar de alguém por ter visto."— Transcrição da apresentação:

1

2 Objeto de estudo: comportamento de lembrar e as variáveis das quais o comportamento é função, o que é lembrado. Variáveis: lembrar de alguém por ter visto algo que ela gosta é diferente de lembrar dela sem ter visto.

3 Um evento é o que é lembrado outro é quando ele será lembrado. Os estímulos podem continuar fazendo efeito mesmo na sua ausência. É limitada a quantia do que lembrar: por volta de sete itens.

4 A memória ecóica (efeitos persistentes de estímulos auditivos) é diferente de comportamento verbal ecóico. Ex: pra doar 7 reais pra doar 15 reais pra doar quarenta reais. Alimente a esperança de quem faz.

5 Natureza dos itens. Quantidade de estímulos. Tempo de apresentação. Atenção.

6

7 Retém de 5 a 9 itens. Quanto mais estímulos, menor a capacidade de lembrar. Lembrar depende da nossa relação cm eventos anteriores.

8 É comum ver recordação perfeita ou nenhuma recordação. Atrasar o relato dos estímulos interfere menos nos resultados do que a quantidade de itens. Quanto mais tento lembrar, mais provável conseguir.

9 A repetição influencia no lembrar.

10 Maior quantidade de conteúdo a ser lembrada. Reminiscência: capacidade de recordar após um dado tempo de contato com o estímulo.

11 Não há nada que prove que é mais fácil esquecer ou lembrar.... É uma questão de manipulação de contingências. em dadas circunstâncias pode ser que seja mais provável que eu me lembre ou esqueça.

12 Procedimento. Como as coisas são feitas. Habilidades contínuas não são esquecidas: andar de bicicleta, nadar Semântica: significado, relacionado a linguagem.

13

14 Em vez de memória deveríamos dizer lembrar, em vez de pensamento, deveríamos dizer pensar, em vez de sensação deveríamos dizer sentir, ouvir. (Woodworth, 1921).

15 Aprender: armazenar. Passagem do tempo em reter o aprendido: retenção. Recuperação: recordar.

16 Estruturas do passado podem controlar comportamentos presentes e até futuros. Me lembro por estimulação. Exemplo: como foi o seu último aniversário.

17 Não lembramos dos estímulos e sim do nosso comportamento em relação aos estímulos. O que é reproduzido em todas as ocasiões depois da primeira vez não é o original, mas nossa própria reprodução do mesmo.

18 O acesso à nossa memória é através do que lembramos. Fisiologia.

19 Técnicas que auxiliam o lembrar. Mais eficaz que repetir é associar os estímulos a outros estímulos (Conversão) Ex: Minha Vó Tem Muitas Jóias Só Usa No Pescoço.

20 Combinação espacial. Tendemos a lembrar melhor se os estímulos estiverem em pares. Rimas. Independente da posição espacial. Estímulos concretos tem mais facilidade de serem lembrados.

21 Mais importante que lembrar do estímulo é a minha resposta ao estímulo. Para serem aprendidos, considera-se a codificação, onde eu posso, por exemplo, codificar grupos com números. A aprendizagem semântica é um procedimento mais profundo (significado) do que a estrutural.

22 Um item pode ser armazenado! Onde? Onde estava o grito antes de eu gritar? Ex: acidente de carros. Bater e arrebentar.

23 Como pode, então alguém lembrar-se PERFEITAMENTE de algo que ocorreu há 20 anos? É comum algumas pessoas lembrarem- se de palavras em uma lista que nunca foram ditas. Controle social.

24 não há qualquer probabilidade de lembrar um item ou evento na ausência de estímulos discriminativos correlacionados com alguma propriedades do item ou evento a ser lembrado.

25 Se eu me lembro de um item digo que ele me está acessível, caso contrário inacessível. Tudo o que já vivi, todas as minhas experiências ficam disponíveis em meu repertório. Acessibilidade depende de pistas (estímulos). Ex: repetir o alfabeto para lembrar o nome de uma pessoa.

26 Através das pistas eu me lembro pelo fato de haver uma reprodução do ambiente do evento. As pistas colocam o disponível, antes inacessível, agora acessível.

27 Lembrar pode ser aprendido baseado nas consequências passadas. Logo, trata-se de um comportamento operante. Posso me treinar para lembrar de alguns eventos, criar condições para a emissão de uma dada resposta.

28 não há qualquer probabilidade de lembrar um item ou evento na ausência de estímulos discriminativos correlacionados com alguma propriedades do item ou evento a ser lembrado.


Carregar ppt "Objeto de estudo: comportamento de lembrar e as variáveis das quais o comportamento é função, o que é lembrado. Variáveis: lembrar de alguém por ter visto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google