A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AMOSTRAGEM E PREPARAÇÃO DOS SOLOS NBR 9604 (ABNT, 1986) NBR 6457 (ABNT, 1986) Laboratório de solos Prof.: João Guilherme Rassi Almeida Disciplina: Laboratório.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AMOSTRAGEM E PREPARAÇÃO DOS SOLOS NBR 9604 (ABNT, 1986) NBR 6457 (ABNT, 1986) Laboratório de solos Prof.: João Guilherme Rassi Almeida Disciplina: Laboratório."— Transcrição da apresentação:

1 AMOSTRAGEM E PREPARAÇÃO DOS SOLOS NBR 9604 (ABNT, 1986) NBR 6457 (ABNT, 1986) Laboratório de solos Prof.: João Guilherme Rassi Almeida Disciplina: Laboratório de Solos Pontifícia Universidade Católica de Goiás

2 INTRODUÇÃO 2 Laboratório de Solos COMO OBTER AMOSTRAS REPRESENTATIVAS PARA EXECUÇÃO DE ENSAIOS?

3 AMOSTRAGEM NBR 9604 – Abertura de poço e trincheira de inspeção em solo, com retirada de amostra deformadas e indeformadas. DEFINIÇÕES: Poço, Trincheira, Amostra deformada e Indeformada. 3 Laboratório de Solos Angelim (2009)

4 AMOSTRAGEM NBR 9604 – Retirada de amostras (1) Limpeza do terreno e Segurança do Trabalho (2) Abertura de sulco para drenagem; (3) Utilizar sarilho a partir de 2m de profundidade (poço); (4) Escoramento caso seja observada instabilidade; (5) Depositar solo retirado ao redor do poço, de forma sequencial; (6) Determinar profundidade das amostras; 4 Laboratório de Solos

5 AMOSTRAGEM 5 Laboratório de Solos NBR 9604 – Retirada de amostras (7) Não pisotear quando faltar 10cm para retirar amostra indeformada; (8) Nível dágua: interromper, anotar a profundidade e observar o nível por 30 min; (9) Caso seja necessário avançar além do lençol, utilizar bombas dágua, encamisamento de poço ou poços auxiliares de rebaixamento; (10) Quando interromper escavação? a) Quando atingir profundidade planejada; b) Insegurança; c) Infiltração acentuada; d) Material não escavável. (11) Tampar com lona poço/trincheira durante interrupções; (12) Preencher ao fim dos trabalhos.

6 AMOSTRAGEM NBR Retirada de amostras deformadas (1) Retirar amostra a cada metro de profundidade ou quantas vezes forem necessárias. Variações nas camadas podem exigir retiradas adicionais; (2) Quantidade de amostra retirada em função da quantidade necessária em laboratório; (3) Colocar etiqueta de identificação dentro e fora do saco plástico (a) Obra, Responsável; (b) Data, Local; (c) Número do poço/trincheira; (d) Profundidade (4) Utilizar recipientes hermeticamente fechados para amostras que devem ser mantidas com a umidade de campo (5) Manter amostra à sombra e em local ventilado 6 Laboratório de Solos Angelim (2009)

7 AMOSTRAGEM NBR Retirada de blocos indeformados (1) Amostra deve ter formato cúbico, com aresta de 0,15 a 0,40 m; (2) Escavar com cuidado, moldando o bloco; (3) Colocar camadas de tela e parafina nas laterais e topo do cubo; (4) Colocar caixa por cima; (5) Seccionar a base do cubo, tombar cuidadosamente, regularizar a base e aplicar parafina e tela; 7 Laboratório de Solos Angelim (2009)

8 AMOSTRAGEM NBR Retirada de blocos indeformados (6) Preencher vazios nas laterais com serragem (7) Colocar etiqueta e indicar topo do bloco (8) Transporta com cuidado ao laboratório (9) Fazer relatório de amostragem e croqui do local 8 Laboratório de Solos Angelim (2009)

9 PREPARAÇÃO DE AMOSTRAS NBR Amostras de solos. Preparação para ensaios de compactação e ensaios de caracterização. Aparelhagem: - Almofariz, mão de gral, quateardor - Balanças: 1,5 kg (0,1 g); 10 kg (1g); 20 kg (5g) - Peneiras de várias aberturas: 76,2 –50,8 –19,1 –4,8 –2,0 –0,42 mm - Bandejas metálicas 9 Laboratório de Solos Gitirana Jr., (2007)

10 PREPARAÇÃO DE AMOSTRAS NBR Amostras para ensaios de caracterização Sem ou com secagem prévia ao ar 1)Secar (ou não), quartear, destorroar, homogeneizar; -GRANULOMETRIA : tomar a quantidade de amostra conforme (Tab. 3) 10 Laboratório de Solos 2012

11 PREPARAÇÃO DE AMOSTRAS NBR Amostras para ensaios de caracterização 2) Passar toda a amostra na # 10 (2mm); 3) O material retido será a amostra para o peneiramento grosso; 4) O material passante na #10 será as amostras para Limites, massa específica e granulometria por sedimentação; 5) Retirar a umidade higroscópica da amostra. - LIMITES DE ATTERBERG: Após passar as amostra na #10, tomar 200g de solo que passa na # 40 (0,42mm). - MASSA ESPECÍFICA DOS GRÃOS: tomar 500g de solo que passe na # 10 (2mm). 11 Laboratório de Solos

12 PREPARAÇÃO DE AMOSTRAS NBR Amostras para ensaios de caracterização -DETERMINAÇÃO DA UMIDADE HIGROSCÓPICA: -secar três amostras em estufa a °C -secar três amostras em estufa a °C (solos orgânicos) w = m w /m ss w = [(M1–M2)/(M2–M3)]* Laboratório de Solos M1: massa do solo úmido + tara M2: massa do solo seco + tara M3: tara m w : massa de água m ss : massa de solo seco w(%)

13 PREPARAÇÃO DE AMOSTRAS 13 Laboratório de Solos

14 PREPARAÇÃO DE AMOSTRAS 14 Laboratório de Solos


Carregar ppt "AMOSTRAGEM E PREPARAÇÃO DOS SOLOS NBR 9604 (ABNT, 1986) NBR 6457 (ABNT, 1986) Laboratório de solos Prof.: João Guilherme Rassi Almeida Disciplina: Laboratório."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google