A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Disc.: Processos de Fabricação II Prof. Jorge Marques Aulas 8 Processos de Conformação Mecânica LAMINAÇÃO – parte 1 Referências:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Disc.: Processos de Fabricação II Prof. Jorge Marques Aulas 8 Processos de Conformação Mecânica LAMINAÇÃO – parte 1 Referências:"— Transcrição da apresentação:

1 ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Disc.: Processos de Fabricação II Prof. Jorge Marques Aulas 8 Processos de Conformação Mecânica LAMINAÇÃO – parte 1 Referências: CHIAVERINI, V. Tecnologia Mecânica. Vol. II Telecurso Processos de Fabricação. BRESCIANI, E. F. et. al. ; Conformação plástica dos metais.

2 CONCEITOS Laminação é um processo de conformação que consiste na passagem de um corpo sólido entre dois cilíndricos que giram à mesma velocidade periférica, mas em sentido contrário, forçando-o a reduzir espessura. Para se obter uma determinada dimensão do corpo, deve-se submeter a peça a sucessivos passes através dos cilindros, com distâncias entre si decrescentes.

3 ILUSTRAÇÃO

4 FORÇAS E RELAÇÕES Na laminação a passagem da peça pelos cilíndricos ocorre através da ação da força de atrito que atua na superfície de contato entre peças e os cilíndricos. Essa força é proporcional ao ângulo de contato. O volume do material se mantem praticamente constante; pois, a variação de volume por eliminação de microbolhas é desprezível; Volume Entrada = Volume de Saída

5 FORÇAS E RELAÇÕES

6 O arraste ocorre por atrito. Então, caso o ângulo de ataque (α) seja demasiadamente grande, o cilindro desliza sobre a peça e não haverá laminação. É preciso que: tgα < µ α < arctgµ µ = coeficiente de atrito entre o material a ser laminado e o cilindro de laminação

7 RELAÇÕES E FORÇAS Volume de entrada = Volume de Saída h e b e l e = h s b s l s h, b e l são, respectivamente a altura (espessura), a largura e o comprimento. Os índices e e s referem-se a posição (entrada e saída, respectivamente) de um determinado volume do material em laminação. Sendo comprimento pelo tempo igual a velocidade (v) e desprezando-se a variação da largura, tem-se: h e v e = h s v s Nota: a largura é geralmente controlada e mantida constante.

8 RELAÇÕES E FORÇAS

9 FORÇAS E RELAÇÕES

10 Desenho Esquemático do sistema de acionamento de um laminador Fonte:

11 Força de Laminação

12 Exercícios 1) Num passe de laminação, deseja-se reduzir de 50 mm para 30 mm a espessura de uma placa, cujo comprimento inicial é 1200 mm. Sendo µ = 0,18 o coeficiente de atrito entre o cilindro e o metal a ser laminado e v e = 5 m/s a velocidade de entrada nos laminadores. Pede-se para determinar: a)O máximo ângulo de ataque possível. b)O diâmetro mínimo dos cilindros de laminação. c)A velocidade de saída. d)O comprimento final do produto laminado.

13 Exercícios


Carregar ppt "ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Disc.: Processos de Fabricação II Prof. Jorge Marques Aulas 8 Processos de Conformação Mecânica LAMINAÇÃO – parte 1 Referências:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google