A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SEMINÁRIO FRANCO-BRASILEIRO SOBRE NOVAS TECNOLOGIAS EM FRUTAS E LEGUMES 5 E 6 DE JUNHO DE 2003 CURITIBA/PARANÁ.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SEMINÁRIO FRANCO-BRASILEIRO SOBRE NOVAS TECNOLOGIAS EM FRUTAS E LEGUMES 5 E 6 DE JUNHO DE 2003 CURITIBA/PARANÁ."— Transcrição da apresentação:

1 SEMINÁRIO FRANCO-BRASILEIRO SOBRE NOVAS TECNOLOGIAS EM FRUTAS E LEGUMES 5 E 6 DE JUNHO DE 2003 CURITIBA/PARANÁ

2 FRUTICULTURA NO PARANÁ PAULO ANDRADE ENGENHEIRO AGRÔNOMO SEAB tel:

3 SEAB E VINCULADAS IAPAR – Instituto Agronômico do Paraná. IAPAR – Instituto Agronômico do Paraná. EMATER – Empresa Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural. EMATER – Empresa Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural. CLASPAR – Empresa Paranaense de Classificação de Produtos. CLASPAR – Empresa Paranaense de Classificação de Produtos. CODAPAR – Companhia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná. CODAPAR – Companhia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná. CEASA – Centrais de Abastecimento do Paraná S.A. CEASA – Centrais de Abastecimento do Paraná S.A.

4 SEAB DEFIS – Departamento de Fiscalização e Defesa Agropecuária. DEFIS – Departamento de Fiscalização e Defesa Agropecuária. DERAL – Departamento de Economia Rural. DERAL – Departamento de Economia Rural. DEAGRO – Departamento de Desenvolvimento Agropecuário. DEAGRO – Departamento de Desenvolvimento Agropecuário. UGP – Unidade de Gerenciamento de Projeto (Projeto Paraná12Meses). UGP – Unidade de Gerenciamento de Projeto (Projeto Paraná12Meses).

5

6 PROPRIEDADES RURAIS Ocupam 6 milhões de ha 80% do território paranaense Fonte: IBGE, 1996

7 PROPRIEDADES RURAIS TAMANHO até 10 ha: % de 10 a 50 ha: % de 50 a 100 ha: % mais de 100 ha: %

8 POPULAÇÃO E PESSOAL OCUPADO POPULAÇÃO RURAL: ( 22% ); POPULAÇÃO RURAL: ( 22% ); pessoal ocupado: de pessoas. pessoal ocupado: de pessoas. 81% dos estabelecimentos é administração familiar. 81% dos estabelecimentos é administração familiar. 19% contratam mão-de-obra. 19% contratam mão-de-obra.

9 SEAB PROGRAMAS PRIORITÁRIOS POLÍTICAS AGRÍCOLAS ESPECIAIS DEPARTAMENTO DE ECONOMIA RURAL - DERAL DESENVOLVIMENTO DA AGRICULTURA FAMILIAR DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO - DEAGRO DEFESA AGROPECUÁRIA DEPARTAMENTO DE FISCALIZAÇÃO E DEFESA AGROPECUÁRIA - DEFIS

10 FONTE: IBRAF MITOS MERCADO DE MILHÕES DE TONELADAS MERCADO DE MILHÕES DE QUILOS MERCADO DE MILHÕES DE GRAMAS

11 CONSUMO PER CAPITA DE FRUTAS Fonte: Tetra Compass

12 Os Campeões Mundiais Consumo Per Capita de sucos e néctares (em litros/ano) Chipre81,26 Alemanha44,48 Estados Unidos 41,81 Áustria36,83 Suíça27,58 Canadá24,39 Brasil8,03 Fonte: Tetra Compass

13 RANKING DE PRODUÇÃO MUNDIAL China China toneladas (melancia, maçã, melão e pêra); Índia Índia de toneladas (banana, manga e coco); Brasil Brasil toneladas (laranja, banana, coco e mamão); FONTE: IBRAF

14

15 Exportações 2001 Exportações ton; ton; US$ ; US$ ; Crescimento de 35% no volume. Crescimento de 35% no volume. Projeções 2006 – US$ 500 milhões; 2010 – US$ 1 Bilhão.

16

17 Importações/ ton; ton; US$ ; US$ ; Aumento de 18% no volume Aumento de 18% no volume

18 Industrialização de Frutas 1 o São Paulo: 1 o São Paulo: 80% dos pomares laranja 90% das Industrias 90% das Industrias 70% da laranja produzida é industrializada Brasil Produz: Brasil Produz: 50% do suco consumido no mundo 80% do comércio internacional Numero de Empresas: 40 Numero de Empresas: 40 4 o item da exportação 4 o item da exportação Uva – Rio Grande do Sul: 95% da uva industrial–vinho/suco Uva – Rio Grande do Sul: 95% da uva industrial–vinho/suco Vale do São Francisco Vale do São Francisco 95% da uva para exportação 95% da uva para exportação

19 A Fruta Brasileira de olho no mercado mundial Ampliar Exportação; Ampliar Exportação; Estimula à pesquisa; Estimula à pesquisa; Geração de Emprego; Geração de Emprego; Agregação de Renda; Agregação de Renda; Criação de pólos Fruticolas; Criação de pólos Fruticolas; Melhora a Balança Comercial; Melhora a Balança Comercial; Atualmente menos de 1% das frutas brasileiras são exportadas; Atualmente menos de 1% das frutas brasileiras são exportadas; Gera PIB US$ 1,5 Bilhões de dólares; Gera PIB US$ 1,5 Bilhões de dólares; Mercado mundial de 17 bilhões de dólares/ano. Mercado mundial de 17 bilhões de dólares/ano.

20 O que Fazer ? Melhorar Produtividade e qualidade – Atender ao Cliente; Melhorar Produtividade e qualidade – Atender ao Cliente; Compatibilizar custo e mercado; Compatibilizar custo e mercado; Acoplar os sistemas de produção, comercialização e industrial; Acoplar os sistemas de produção, comercialização e industrial; Agregar valor aos produtos primários regionalmente; Agregar valor aos produtos primários regionalmente; Produzir atendendo aos padrões de qualidade do mercado externo. Produzir atendendo aos padrões de qualidade do mercado externo.

21 DESTINO DAS EXPORTAÇÕES DE FRUTAS FRESCAS NA DÉCADA DE 90

22

23 FRUTICULTURA PARANAENSE A inserção do Paraná na Fruticultura brasileira ainda é modesta, ocupando a décima posição em volume produzido; A inserção do Paraná na Fruticultura brasileira ainda é modesta, ocupando a décima posição em volume produzido; A diversidade de solo e clima permite uma ampla gama de cultivo de espécies frutícolas; A diversidade de solo e clima permite uma ampla gama de cultivo de espécies frutícolas; A proximidade com o Paraguai e a Argentina abre possibilidade de exportação dentro do espírito de unidade regional traçada pelos acordos do MERCOSUL (cerca de 90 milhões de pessoas ao entorno); A proximidade com o Paraguai e a Argentina abre possibilidade de exportação dentro do espírito de unidade regional traçada pelos acordos do MERCOSUL (cerca de 90 milhões de pessoas ao entorno); A qualidade da mão-de-obra é essencial na condução da atividade ao nível das propriedades rurais, e este é hoje um fator limitante da sua expansão no Estado. A qualidade da mão-de-obra é essencial na condução da atividade ao nível das propriedades rurais, e este é hoje um fator limitante da sua expansão no Estado.

24 FRUTICULTURA PARANAENSE Cerca de 30 mil produtores de frutas, que exploram uma área de 58,842 mil hectares, destes, em torno de 14% são de pomares em formação. A área média cultivada com frutas, por produtor, é de 1,6 hectares; Cerca de 30 mil produtores de frutas, que exploram uma área de 58,842 mil hectares, destes, em torno de 14% são de pomares em formação. A área média cultivada com frutas, por produtor, é de 1,6 hectares; As frutas representam 2,9% e perfazem um total de ,04 do Valor Bruto da produção - VBP. Cada hectare cultivado com frutas teve, em 2002, renda bruta média de R$6.537,00, distribuídos numa área de 58,8 mil ha, conseguindo uma renda média oito vezes superior à obtida com grãos; As frutas representam 2,9% e perfazem um total de ,04 do Valor Bruto da produção - VBP. Cada hectare cultivado com frutas teve, em 2002, renda bruta média de R$6.537,00, distribuídos numa área de 58,8 mil ha, conseguindo uma renda média oito vezes superior à obtida com grãos; Entre trabalhos permanentes e temporários nos pomares, a cada R$ envolvidos na fruticultura geram cerca de 3 empregos diretos e 2 indiretos segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil - CNA; Entre trabalhos permanentes e temporários nos pomares, a cada R$ envolvidos na fruticultura geram cerca de 3 empregos diretos e 2 indiretos segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil - CNA; No ano de 2002 somente vinte por cento das frutas comercializadas na CEASA-PR foram originárias do Paraná. No ano de 2002 somente vinte por cento das frutas comercializadas na CEASA-PR foram originárias do Paraná.

25 CARACTERÍSTICAS DA CADEIA Brasil/Paraná perde entre 30 a 60% da produção até o consumo; Brasil/Paraná perde entre 30 a 60% da produção até o consumo; Plantio; Plantio; Tratos culturais e fitossanitário; Tratos culturais e fitossanitário; Colheita; Colheita; Pós colheita; Pós colheita; Embalagem; Embalagem; Transporte; Transporte; Armazenamento ( Frio e Atm. Modificada); Armazenamento ( Frio e Atm. Modificada); Exposição no ponto de venda; Exposição no ponto de venda; Industrialização. Industrialização.

26 Características Regionais do Paraná –Solos – propícios para fruticultura; –Clima – transição; –Necessita de infra-estrutura para fruticultura; Adequação de rodovias; Adequação de rodovias; Adequação de aeroportos; Adequação de aeroportos; Adequação de portos. Adequação de portos.

27 FINANCIAMENTO PRO FRUTA O Programa é alavancado com recursos da ordem de R$ 100 milhões (cem milhões de reais) a serem aplicados no ano–agrícola 2002/2003 (julho/junho); Os Beneficiários são os do crédito rural, quais sejam, produtores rurais, pessoas físicas ou jurídicas, diretamente ou por intermédio de operações de repasse de suas cooperativas; R$ ,00 (cento e vinte milhões de reais), sendo R$ ,00 para a fruticultura em geral e R$ ,00 para a Vitivinicultura.;

28 * O limite de crédito é de R$ 100 mil (cem mil reais) por produtor, independentemente de outros empréstimos ao amparo de recursos controlados do crédito rural. Para a Vitivinicultura o limite de crédito também é de R$ 100 mil (cem mil reais) por produtor; * Os juros aplicados são numa taxa efetiva de 8,75% (oito vírgula setenta e cinco por cento) ao ano; * Os prazos vão de até 8 (oito) anos, incluídos até 3 (três) anos de carência, dependendo da espécie objeto de financiamento. »PARANÁ 12 MESES » Demanda específica

29 CICLOS ECONÔMICOS DO PARANÁ è CICLO DO OURO - SÉC. XVI E XVII è CICLO DO TROPEIRISMO - SÉC. XVII E SÉC. XIX è CICLO DA ERVA-MATE À 1930 è CICLO DA MADEIRA À 1945 è CICLO DO CAFÉ À 1975 è CICLO DOS GRÃOS EM DIANTE è HORTICULTURA

30 Estratégia de Desenvolvimento Sustentável Paraná Emprego, Cidadania e Solidariedade Educação, Cultura Inovação Infra-estrutura Competitividade Sistêmica Expansão Produtiva Inclusão Social

31 SECRETARIA DE ESTADO DA AGRICULTURA E DO ABASTECIMENTO DO PARANÁ


Carregar ppt "SEMINÁRIO FRANCO-BRASILEIRO SOBRE NOVAS TECNOLOGIAS EM FRUTAS E LEGUMES 5 E 6 DE JUNHO DE 2003 CURITIBA/PARANÁ."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google