A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CONTOLE DE QUALIDADE PARA AS BACILOSCOPIAS DE TUBERCULOSE LACEN-PR Hotel Caravelle, 24 de abril de 2012.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CONTOLE DE QUALIDADE PARA AS BACILOSCOPIAS DE TUBERCULOSE LACEN-PR Hotel Caravelle, 24 de abril de 2012."— Transcrição da apresentação:

1 CONTOLE DE QUALIDADE PARA AS BACILOSCOPIAS DE TUBERCULOSE LACEN-PR Hotel Caravelle, 24 de abril de 2012.

2 Condensado das Baciloscopias 2011

3 Condensado 2011 por Regional de Saúde

4 Laboratórios Participantes do CQTB AnoN° LabsPrivadoPúblico

5 Análise das Discordâncias Ano(+)FP%(-)FN% , , , ,03 VR: FP até 1% e FN até 0,5% (MS, 2004)

6 Capacitações 2012 MunicípioLaboratórioData ColomboClinilab26/04 PinhaisPranálise03/05 PinhaisVicenlab10/05 C. LargoBiolag17/05 Rio NegroLab. Mun.24/05 P. BrancoBiocenter31/05 PalmasLab. Mun.14/06 Foz do IguaçuLab. Mun.21/06 MarialvaLab. Stª. Paula28/06

7 Coleta e Conservação do Escarro PARA O LABORATÓRIO DAR UM RESULTADO CONFIÁVEL PRECISA RECEBER UMA AMOSTRA ADEQUADA: que provém do local da lesão; obtida em quantidade suficiente; em recipiente adequado; bem identificada; conservada e transportada corretamente.

8 Uma boa amostra de escarro é a que provém da árvore brônquica, obtida após esforço de tosse (expectoração espontânea) e não a que se obtém da faringe ou por aspiração de secreções nasais e nem tampouco a que contém somente saliva; Volume ideal: 5 a 10 ml; As recomendações para a coleta devem ser feitas pelo pessoal da Unidade de Saúde Pode ser conservado em refrigeração (2 a 8°C), por 5 a 7 dias.

9 Características do pote de coleta e do escarro

10 Número de Amostras

11 Conservação e Transporte das Amostras Em temperatura ambiente no máximo 24 h; Após 24h manter sob refrigeração; Proteger da luz solar; Acondicionar de forma adequada para que não haja derramamento; Requisições na parte externa; Transportar em caixa térmica com quantidade de gelo sendo no mínimo 1/3 do volume da caixa.

12 Pacientes em Controle de Tratamento No caso de pacientes que estejam sob tratamento e que não tenham escarro purulento, mas com aspecto e consistência de saliva, deve-se processar a baciloscopia, assim mesmo, para que estes recebam alta por cura. O Ministério da Saúde disponibiliza a nova edição do Manual da Tuberculose no site: boratorio_tb.pdf

13 Utilização da Saliva Total de Amostras: 374 Saliva/muco: 83 amostras Amostras positivas de 7 pacientes, (5 deles tinham material salivar e escarro) Baciloscopia: 3(3,6%) no material concentrado e 1(1,2%) in natura Cultura: 5(6%) pelo LJ e 7(8,4%) pelo automatizado Todas as amostras foram positivas pelo método automatizado, mesmo aquelas com baciloscopia negativa. Comparou-se a eficácia da baciloscopia in natura e pós concentração (Coloração Ziehl Neelsen) e cultura tradicional e automatizada (MA) de amostras de escarro ou saliva/muco para a detecção do Complexo M. tuberculosis (MTB). Tese de doutorado Spada, Delurce Tadeu de Araújo (Catálogo USP) – 2009

14 Limitações encontradas Lâminas enviadas ao CQ fora de padrão: excesso de óleo de imersão, número de ordem não correspondendo ao paciente, fora da caixa porta-lâminas; Preenchimento do livro branco; Uso de outro livro de registro: SR e registro de pacientes (antigo livro preto); Falta orientação na coleta; Material salivar: acima de 15% da quantidade total de escarro; (fonte CGLAB/MS) Terceirização dos exames: comunicar ao CQ quando ocorrer e para onde estão enviando.

15 Condutas Adotadas para 2012 Devolução das caixas com as lâminas fora de padrão para os laboratórios e cópia do documento para a RS; Relatório de revisão das lâminas dos laboratórios com cópia para a RS quando houver discordância e para Coordenação Estadual de todos os laboratórios.

16 Envio de Lâminas para CQTB MesesRSMesesRS Jan/Fev/Mar 1ª, 2ª, 3ª e 4ª Fev/Mar/Abr 5ª, 6ª, 11ª e 13ª Mar/Abr/Mai 10ª, 12ª,15ª e 18ª Abr/Mai/Jun 7ª, 8ª, 9ª, 16ª e 22ª Mai/Jun/Jul 14ª, 17ª, 19ª, 20ª e 21ª Jun/Jul/Ago L. M. Ctba Jul/Ago/Set 1ª, 2ª, 3ª e 4ª Ago/Set/Out 5ª, 6ª, 11ª e 13ª Set/Out/Nov 10ª, 12ª,15ª e 18ª Out/Nov/Dez 7ª, 8ª, 9ª, 16ª e 22ª Nov/Dez/Jan (ano seguinte) 14ª, 17ª, 19ª, 20ª e 21ª


Carregar ppt "CONTOLE DE QUALIDADE PARA AS BACILOSCOPIAS DE TUBERCULOSE LACEN-PR Hotel Caravelle, 24 de abril de 2012."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google