A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 como se faz UMA TESE em ciências humanas Umberto Eco Magda Viçoso 19 de Novembro de 2009 Metodologia da Investigação Jurídica.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 como se faz UMA TESE em ciências humanas Umberto Eco Magda Viçoso 19 de Novembro de 2009 Metodologia da Investigação Jurídica."— Transcrição da apresentação:

1 1 como se faz UMA TESE em ciências humanas Umberto Eco Magda Viçoso 19 de Novembro de 2009 Metodologia da Investigação Jurídica

2 2 1.Notas Introdutórias: - Objectivos - Estrutura 2.A proposta de Umberto Eco: - Escolha do tema - Organização da investigação - Redacção da tese 3. Notas finais: - As metáforas apresentadas por Umberto Eco - Alguns aspectos práticos Índice

3 3 1. Notas Introdutórias 1.1. Objectivos: Tese de investigação versus tese de compilação Tese teórica versus tese histórica Temas antigos versus temas contemporâneos Tese científica versus tese política Três anos versus seis meses

4 4 1. Notas Introdutórias 1.2. Estrutura: Introdução I.O que é uma tese e para que serve II.A escolha do tema III.A procura do material IV.O plano de trabalho e a elaboração de fichas V.A redacção VI.A redacção definitiva VII.Conclusões ECO, UMBERTO, como se faz UMA TESE EM CIÊNCIAS HUMANAS, original editado por Casa Editrice Valentino Bompiani & Co, Milão, 1977; tradução de BASTOS, ANA FALCÃO e LEITÃO, LUÍS, 6.ª Edição, Editorial Presença, 1995

5 5 2. A proposta de Umberto Eco 3.ª Fase 2.ª Fase 1.ª Fase Escolher um tema preciso Recolher documentos sobre o tema e pôr em ordem os documentos Reexaminar o tema à luz da recolha Dar uma forma orgânica a todas as reflexões Proceder de um modo que quem lê perceba o que se quer dizer e fique em condições, se necessário, de voltar aos documentos para retomar o tema

6 6 2. A proposta de Umberto Eco Um trabalho que outros estudiosos do ramo não deveriam ignorar, porque diz algo de novo Factor distintivo entre uma tese de investigação e uma tese de compilação Originalidade 2.1. A escolha do tema: as três principais regras a considerar

7 7 2. A proposta de Umberto Eco Quanto mais se restringe o campo melhor se trabalha e com mais segurança Discussão passo a passo com o relator na medida do possível Delimitação 2.1. A escolha do tema: as três principais regras a considerar Exercício de comunicação que pressupõe a existência de um público

8 8 2. A proposta de Umberto Eco Interesses do candidato Fontes acessíveis (alcance material) Acessibilidade 2.1. A escolha do tema: as três principais regras a considerar Fontes manuseáveis (alcance cultural, incluindo línguas estrangeiras) Quadro metodológico (alcance e experiência do candidato)

9 9 2. A proposta de Umberto Eco Pesquisa nova ou sob uma nova perspectiva Utilidade para terceiros de uma nova descoberta Premissas 2.2. Organização da investigação Provas para a confirmação ou rejeição de hipóteses (ex. inquéritos)

10 10 2. A proposta de Umberto Eco Análise directa de fontes originais Literaturacrítica e interpretações Fontes 2.2. Organização da investigação Não citar uma fonte de 2.ª mão como se fosse o original Importância de ficheiros bibliográficos Regras de citação (vide pp. 100 e ss.)

11 11 2. A proposta de Umberto Eco 2.2. Organização da investigação Elementos provisórios Introdução Índice Final Título Plano de Trabalho

12 12 2. A proposta de Umberto Eco 2.2. Organização da investigação 1. Título (pergunta) 2. Índice (etapas) 3. Introdução (centro / periferia) Reescritos continuamente à medida que o trabalho avança

13 13 2. A proposta de Umberto Eco 2.2. Organização da investigação Fichas de leitura Fichas temáticas Fichas de autor Fichas de citações Fichas de trabalho Sublinhados Cores Siglas em função da importância Pontos a voltar Anotações Opções

14 14 2. A proposta de Umberto Eco 2.2. Organização da investigação Indicações bibliográficas precisas Informações sobre o autor Breve / longo resumo Citações Ligação / referência ao plano de trabalho Exemplo: ficha de leitura

15 15 2. A proposta de Umberto Eco Clareza do discurso em função dos destinatários Definições e aproximação / familiaridade com o objecto central Premissas 2.3. Redacção da tese Correcção da escrita e elegância do estilo

16 16 2. A proposta de Umberto Eco Algumas preocupações metodológicas Citações Notas de rodapé Advertências 2.3. Redacção da tese

17 17 2. A proposta de Umberto Eco 2.3. Redacção da tese Citações Utilidade de resumo (vs preguiça) > extensão quando objecto de análise Críticas favoráveis Partilha de ideias Edição mais reputada Em regra, língua original Referência clara Destacar citações extensas Fidelidade Exactidão e precisão

18 18 2. A proposta de Umberto Eco 2.3. Redacção da tese Notas de rodapé Indicações bibiliográficas Referências externas ou internas Reforço s/ perturbar a leitura Ampliação / correcção das afirmações Tradução de citação

19 19 2. A proposta de Umberto Eco 2.3. Redacção da tese Advertências Não indicar referências para noções de conhecimento geral Não atribuir a um autor uma ideia de outrem Evitar citações em 2.ª mão Atenção à citação de autores antigos Cuidado com as adjectivações / exclamações

20 20 2. A proposta de Umberto Eco 2.3. Redacção da tese Trabalho sério Orgulho cientifico Humildade Cientifica

21 21 3. Conclusões A tese é como o porco A tese como um desafio A tese como uma partida a dois A tese como um puzzle 3.1. As metáforas apresentadas por Umberto Eco

22 22 3. Conclusões A tese é como o porco A tese como um desafio A tese como uma partida a dois A tese como um puzzle 3.1. As metáforas apresentadas por Umberto Eco

23 23 3. Conclusões Fase 1 - Escolha do tema e do orientador: investigação inicial, delimitação, originalidade e capacidades Fase 2 - Desenvolvimento do tema e elaboração de projecto de tese: investigação complementar e apresentação de esquema inicial Fase 3 - Preparação da tese: recolha sistemática de fontes, aperfeiçoamento do esquema inicial e reflexão sobre o tema Fase 4 - Redacção da tese: Amadurecimento da reflexão sobre o tema, precisão e clareza na redacção e revisão 3.2. Alguns aspectos práticos (em particular, para o Curso de Doutoramento 2008/2009)


Carregar ppt "1 como se faz UMA TESE em ciências humanas Umberto Eco Magda Viçoso 19 de Novembro de 2009 Metodologia da Investigação Jurídica."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google