A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Fato Social Segundo Émile Durkheim. O que é um fato social? Fatos sociais: são modos de agir, pensar e de sentir que apresentam a propriedade de existir.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Fato Social Segundo Émile Durkheim. O que é um fato social? Fatos sociais: são modos de agir, pensar e de sentir que apresentam a propriedade de existir."— Transcrição da apresentação:

1 Fato Social Segundo Émile Durkheim

2 O que é um fato social? Fatos sociais: são modos de agir, pensar e de sentir que apresentam a propriedade de existir fora das consciências individuais. Estes modos são dotados de um poder imperativo e coercivo em virtude do qual se lhe impõem. Citação página 390

3 Características dos fatos sociais 1) Exterioridade em relação às consciências individuais. 2) Ação coercitiva que exerce ou é capaz de exercer sobre as consciências individuais.

4 Os fatos sociais são o domínio próprio da sociologia. Só há fatos sociais onde há organização definida. Para demonstrar a existência dos fatos sociais e de suas propriedades Durkheim faz uma analogia com o ar: este não deixa de ter peso pelo fato de não o sentirmos (p. 391)

5 É assim que indivíduos, perfeitamente inofensivos na sua maioria, podem, reunidos em multidão, deixar-se conduzir a atos de atrocidade. Ora o que dizemos acerca destas explosões passageiras aplica-se também aos movimentos de opinião mais duradouros que se produzem incessantemente à nossa volta, mesmo em círculos mais restritos, sobre questões religiosas, políticas, literárias, artísticas, etc. (DURKHEIM, 1973, p.391)

6 Os fatos sociais podem ser percebidos se observarmos a educação das crianças. Estas são educadas para tornarem-se um ser social. Os fatos sociais estão além das consciências individuais. Ou seja, um sentimento coletivo não é a expressão da somatória dos sentimentos individuais e nem o que há de comum entre todos os sentimentos individuais.

7 Se todos os corações vibram em uníssono, não é no seguimento de uma concordância espontânea e preestabelecida; é que uma mesma força os move num mesmo sentido.(DURKHEIM, 1973, p. 393) O fato social existe independente das formas individuais que toma ao difundir-se. Por exemplo: o casamento, o suicídio devem ser considerados independente das causas particulares que podem aparentemente tê-los ocasionado.

8 A análise desses fatos sociais deve ocorrer independente de causas particulares e isto só pode ocorrer através do estudo estatístico. Uma maneira de se conduzir, como a produzida pelos fatos sociais, que é exterior as consciências individuais, só se generaliza se for imposta.

9 Como observar os fatos sociais Primeira regra: considerar os fatos sociais como coisas. A reflexão é anterior a ciência, esta só limita-se a servir-se dessa reflexão mais metodicamente. A ciência vai das ciências as coisas e a recíproca não é verdadeira.

10 Os objetos sociais são um produto da atividade humana. Durkheim afirma que no surgimento de qualquer conhecimento científico, inicialmente, parecemos com os médicos da Idade Média em relação às noções de quente e frio.

11 Durkheim critica a busca da idéia de algo, por exemplo como o direito, deve-se busca a sua natureza e não o que se pensa sobre aquilo. Ao estudo da Sociologia não cabe o caráter ideológico ou moral.

12 A Sociologia busca o conhecimento das leis naturais, as quais são toda maneira de ser da natureza indutivamente constatada. Tudo que se oferece ou se impõe a observação é objeto. Tratar os fenômenos como coisas é constituí-los o ponto de partida da ciência.

13 Características dos fenômenos sociais. 1. Devem estar desligados das consciências individuais. 2. É preciso estudá-los fora, como coisas exteriores.

14 Os fatos sociais são como moldes nos quais temos a necessidade de vazar nossas ações. Ao irmos contra um fato social encontramos uma oposição que nos faz perceber que estamos indo contra algo que não depende de nós.

15 É necessário que a Sociologia passe do estado subjetivo à fase objetiva. Este é um processo percorrido por todas as ciências. O que fará a Sociologia progredir será o uso do método científico.

16 Como apreender os fatos sociais como coisas Para que isso ocorra é necessário uma disciplina rigorosa, a qual se baseia em algumas regras: 1. É necessário afastar-se sistematicamente todas as noções prévias. Esta regra é a base de todo método científico. 2. Como apoderar-se dos fatos para proceder ao estudo objetivo. 3. Os fatos sociais para serem representados objetivamente devem estar livres dos fatos individuais que os representam.

17 A fim de seguir as regras é necessário: Não empregar conceitos fora da ciência. O que dificulta o primeiro passo para a sociologia é quando o sentimentalismo entra em jogo. As coisas sociais formaram-se historicamente. O sentimento é objeto da ciência e não critério da verdade científica.

18 Conhecer os fatos a que se reporta. Exprimir os fenômenos a partir de sua natureza concreta.(Ver citação p. 106) Necessidade de se definir conceitualmente as palavras a fim de garantir o rigor científico e impedir confusões advindas de noções vulgares.

19 A ciência deve criar conceitos novos, para isso, deve afastar as noções comuns e as palavras que as exprimem. É da sensação que saem as idéias gerais, verdadeiras ou falsas, científicas ou não. O ponto de partida da ciência ou do conhecimento especulativo (comum) é o mesmo, no entanto, eles divergem totalmente em relação a sua elaboração.

20 A condição de toda a objetividade é a existência de um ponto de referência, constante, idêntico, com o qual a representação pode ser relacionada e que permite eliminar tudo o que ela tiver de variável. (DURKHEIM, 1973, p. 410) Citação p. 411

21

22


Carregar ppt "Fato Social Segundo Émile Durkheim. O que é um fato social? Fatos sociais: são modos de agir, pensar e de sentir que apresentam a propriedade de existir."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google