A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MATERIAL DE ESTUDO 1. O A educação primitiva fundamentava-se nos rituais de iniciação. As cerimônias de iniciação possuíam especial valor educativo: moral,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MATERIAL DE ESTUDO 1. O A educação primitiva fundamentava-se nos rituais de iniciação. As cerimônias de iniciação possuíam especial valor educativo: moral,"— Transcrição da apresentação:

1 MATERIAL DE ESTUDO 1

2 O A educação primitiva fundamentava-se nos rituais de iniciação. As cerimônias de iniciação possuíam especial valor educativo: moral, social, político e religioso. Os povos primitivos possuíam visão animista, que acreditava que tudo na natureza possuía uma alma semelhante ao homem. Possuíam crença de que todas as formas de existência possuíam alma ou espírito. O aprendizado dos métodos para apaziguar o mundo dos espíritos constituía a parte mais importante da educação dos povos primitivos.

3 1a fase (primeiros anos de vida) - imitação inconsciente - através de brincadeiras; 2a fase (adolescência) - imitação consciente - através da participação em trabalhos, Primeiros professores - chefes de grupos familiares; Professores profissionais - sacerdotes.

4 Nos valores da tradição, da não violência e da meditação ligados à religião, foi onde se firmou a transmissão de conhecimento segundo o Oriente. A doutrina pedagógica mais antiga é o Taoísmo, uma espécie de panteísmo no qual os princípios recomendam uma vida pacata e tranquila. A educação é centralizada no domínio da linguagem e da literatura. A princípio o conhecimento da escrita é bastante restrito, devido ao seu caráter sagrado e esotérico. A grande massa é excluída da escola e restringida à educação familiar informal.

5 - material didático: nove livros sagrados (Os Quatro livros e os Cinco Clássicos) tratam das formas externas de conduta. São obras de Confúcio e de seus discípulos, que formam a base da principal religião dos chineses (confucionismo); - método: imitação. Os alunos decoram os textos sagrados e desenvolvem estilo literário semelhante. – Organização: Escolas elementares são mantidas pelas contribuições dos alunos e com auxílio voluntário de associações particulares. A escola não possui um prédio fixo, funciona em qualquer lugar. Os dias letivos são longos e se estendem durante o ano todo. Os exames constituíam o aspecto central do sistema educacional chinês.

6 - Em seus aspectos mais gerais não difere da chinesa. A diferença deve-se principalmente ao sistema de castas da sociedade hindu. As castas são quatro: - brâmanes ou sacerdotes (professores /controladores da legislação) - educação literária superior e conhecimento das escrituras sagradas; - xátrias (generais ou classe executiva militar) e vaicias (classe industrial) - educação em escolas mantidas pela classe superior; - sudras (classe servil) e párias (não eram considerados uma casta, estão fora da organização social) - não recebiam qualquer educação formal. Aqueles que eram excluídos da sociedade, bem como as mulheres, não tinham acesso a educação.

7 O povo que mais conservou informações sobre sua história, foram os hebreus, deixando como herança para o mundo um conjunto de doutrinas, tradições, cerimônias religiosas e preceitos que ainda hoje são seguidos. A diferença com os demais povos orientais foi quanto ao desenvolvimento da personalidade. Toda a instrução era ministrada pelos escribas e sacerdotes, centralizada na lei contida na Bíblia e no Talmude (código religioso e civil dos judeus).

8 Os egípcios foram os primeiros a tomar consciência da importância da arte de ensinar. Criaram casas de instrução onde ensinavam a leitura, a história dos cultos, a astronomia, a música e a medicina. Poucas informações deste período foram preservadas.

9 A Grécia é considerada o berço da civilização ocidental. Na educação grega deu-se mais oportunidade para o desenvolvimento individual. Em consequência dessa característica surgiu um novo conceito de educação, que ainda hoje é denominada liberal. É a educação digna do homem livre, que o habilita a tirar proveito de sua liberdade ou dela fazer uso. O surgimento de ideias e conceitos transformaram-se em ideais gregos. Dentre eles, ressaltam-se: - o conceito de liberdade política no estado; - a idéia de que a educação é a preparação para a cidadania; - a idéia do desenvolvimento intelectual da personalidade; - a idéia do amor ao saber pelo saber - a filosofia; - o conceito do homem como sendo primariamente um ser racional.

10 - educação eminentemente prática. Seus ideais aparecem nos poemas Ilíada e Odisséia (homem de ação e homem de sabedoria). Predomina uma concepção mítica do mundo. Isso significa que as ações humanas se acham explicadas pelo sobrenatural, pelo destino, pela interferência divina. Os mitos gregos são escolhidos pela tradição e são transmitidos oralmente pelo aedos e rapsodos, cantores ambulantes que dão forma poética a esses relatos e os recitam de cor em praça pública. Dentre estes, destacamos Homero, provável autor das epopéias Ilíadas, que trata da guerra de Tróia (Illion, em grego), e da Odisséia, que relata o retorno de Ulisses (odisseus, em grego) a Ítaca, após a guerra de Tróia.

11 - Grécia achava-se dividida em Cidades-Estado; São as antagônicas Esparta e Atenas. O legislador Licurgo organiza o Estado e a educação em Esparta. De início os costumes não são tão rudes, e a formação militar é entremeada com a esportiva e a musical. Com o tempo e, sobretudo quando Esparta derrota Atenas - o rigor da educação se assemelha à vida de caserna" (ARANHA. Maria Lúcia de Arruda. História da Educação. p. 38). O estado mantinha o controle sobre a educação. O objetivo da educação era dar a cada indivíduo um nível de perfeição física, coragem e hábito de obediência às leis que o tornassem um soldado ideal.

12 Atenas passou pelas mesmas fases de desenvolvimento de Esparta; mas enquanto Esparta se deteve na fase guerreira e autoritária, Atenas priorizava a formação intelectual sem deixar de lado a educação física que não se reduzia apenas a uma simples destreza corporal, mas que vinha acompanhada por uma preocupação moral e estética. A primeira parte de sua cultura aparecem formas simples de escolas e a educação deixa de ficar restrita à família e a partir dos 7 anos começava a educação propriamente dita, que compreendia a educação física, a música e a alfabetização.

13 O termo pedagogia é de origem grega e deriva da palavra paidagogos escravos que conduziam as crianças à escola. Somente com o tempo, esse termo passa a ser utilizado para designar as reflexões feitas em torno da educação. A Grécia clássica pode ser considerada o berço da pedagogia, até porque é justamente na Grécia que tem início as primeiras reflexões acerca da ação pedagógica, reflexões que vão influenciar por séculos a educação e a cultura ocidental.

14 Conjunto de oradores e pensadores gregos que percorriam as grandes cidades, ensinando ciências, artes, com finalidades práticas, principalmente a eloquência, em troca de elevada contribuição financeira. Exerciam o ensino de forma profissional e remunerada.

15 Sócrates – A primeira obrigação do homem é procurar conhecer-se a si mesmo - "conhece-te a ti mesmo. Platão - Concorda com as ideias de Sócrates sobre a necessidade de se procurar uma nova base moral para a vida, a qual deveria se encontrar em ideias e na verdade universal. Aristóteles - Contrário a Sócrates e Platão que consideravam que a virtude consistia no simples conhecimento do bem. Afirma que a virtude está na conquista da felicidade e do bem.


Carregar ppt "MATERIAL DE ESTUDO 1. O A educação primitiva fundamentava-se nos rituais de iniciação. As cerimônias de iniciação possuíam especial valor educativo: moral,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google