A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

GILLES DELEUZE: LÓGICA DO SENTIDO IGOR LÚCIO DANTAS CALDAS LUCAS BARBOSA MOLLICONE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "GILLES DELEUZE: LÓGICA DO SENTIDO IGOR LÚCIO DANTAS CALDAS LUCAS BARBOSA MOLLICONE."— Transcrição da apresentação:

1 GILLES DELEUZE: LÓGICA DO SENTIDO IGOR LÚCIO DANTAS CALDAS LUCAS BARBOSA MOLLICONE

2 NOTAS BIOGRÁFICAS GILLES DELEUZE ( Paris, 18 de janeiro de Paris, 04 de novembro de 1995); Cursou Filosofia na Universidade de Paris (Sorbonne), entre 1944 e 1948; Entre 1957 e 1960 foi professor de História da Filosofia em Sorbonne; Ensinou até 1987 na Universidade de Vincennes; Em suas publicações Deleuze intrepretava seguintes filósofos: Spinoza, Leibniz, Hume, Kant, Nietzsche, Bergson e Foucault.

3 LÓGICA DO SENTIDO LÓGICA DO SENTIDO Filosofia dos Conceitos / Estruturalismo / Filosofia da Imanência; Filosofia dos Conceitos / Estruturalismo / Filosofia da Imanência; Estóicos – defendiam a existência de dois planos do ser : de um lado o ser profundo e real, e de outro lado, o plano dos fatos; Estóicos – defendiam a existência de dois planos do ser : de um lado o ser profundo e real, e de outro lado, o plano dos fatos; O Devir – construção estrutural a partir da linguagem; O Devir – construção estrutural a partir da linguagem;

4 LÓGICA DO SENTIDO LÓGICA DO SENTIDO Proposição: seria a construção verbal dos dos acontecimentos; Designação, Manifestação e Significação o sentido pode ser localizado em uma destas três dimensões; o sentido é o exprimível ou o expresso da proposição;

5 LÓGICA DO SENTIDO Paradoxo: possibilidade de aproximação (construção) de conceitos; não seria uma contradição, mas acontecimentos que são a genes do sentido no real; Doxa: Bom senso (direção) do mais diferenciado (passado) para o devir (prever); Senso comum (função) função de reconhecer, identificar, não menos o que o bom senso de prever. Paradoxo opera no desequilíbrio através da diferenciação ocorrente nos acontecimentos.

6 LÓGICA DO SENTIDO Não senso: subversão da doxa e das leis normais da linguagem; não é problema da verdade, mas sim, de relação, de estrutura de linguagem; A palavra-valise (esotérica) formalização alternativa, construções de possibilidades, infância/indígenas, função particular que pretende designar.

7 LÓGICA DO SENTIDO Dualidade: a designação e a expressão, a designação de coisas e a expressão de sentido; A linguagem não tem mais relação com designação, mas apenas com o expresso, isto é, com seu sentido.

8 LÓGICA DO SENTIDO Dupla causalidade: o acontecimento é submetido a uma dupla causalidade, remetendo de um lado às misturas de corpos que são a causa, de outro lado, a outros acontecimentos que são a sua quase-causa; Singularidade: 1º - acontecimentos produzidos pelo mundo; 2º - auto-unificação móvel; 3º - na superfície; 4º - lugar do sentido; 5º - mundo dos sentidos.

9 LÓGICA DO SENTIDO Do Sentido (série de paradoxos interiores): 1º- Paradoxo da regressão ou da proliferação indefinida; 2º- Paradoxo do desdobramento estéril ou da reiteração seca; 3º- Paradoxo da neutralidade ou do terceiro-estado da essência; 4º - Paradoxo do absurdo ou dos objetos impossíveis.

10 NOTAS CONCLUSIVAS Para o autor a filosofia seria a criação e invenção de conceitos (o conceito remete ao acontecimento); A sua filosofia é considerada como a filosofia do desejo;


Carregar ppt "GILLES DELEUZE: LÓGICA DO SENTIDO IGOR LÚCIO DANTAS CALDAS LUCAS BARBOSA MOLLICONE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google