A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EL PROYECTO MATRIZ #146 Música: B.S.O. Waterworld (1995) Autor: James Newton Howard.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EL PROYECTO MATRIZ #146 Música: B.S.O. Waterworld (1995) Autor: James Newton Howard."— Transcrição da apresentação:

1

2 EL PROYECTO MATRIZ #146

3 Música: B.S.O. Waterworld (1995) Autor: James Newton Howard

4

5 * Artigo elaborado por PEDRO POZAS TERRADOS Naturalista. Primatologista Director Ejecutivo y Coordinador del Proyecto Gran Simio Voluntario activo de Greenpeace Director de Proyecto Fotográfico Libertad Director y guionista del Programa Voces del Planeta

6 AGUA DO MAR: PLASMA MARINHO AO ALCANCE DE TODOS

7 a enfermidade que levo comigo é o amor aos seres humanos RENÉ QUINTON ( )

8 O mar, berço de todos os seres vivos, fonte de vida, abre seu segredo ao mundo e nos entrega seu tesouro mais valioso: a SAÚDE.

9 René Quinton, um cientista que só se preocupava com a saúde das pessoas, descobriu as grandes propriedades curativas do mar.

10 Realizou vários experimentos que o levaram à fama, momento em que começou na França o nascimento dos dispensários marinhos criados por ele. Nos quais atendiam crianças desnutridas, salvando suas vidas injetando nelas água do mar.

11 Também tratou de pessoas adultas de inumeráveis enfermidades que curava com o mesmo método. Sua fama e seu remédio se estenderam pelo mundo e os dispensários marinhos começaram a surgir em diversos países.

12 As teorias de Quinton, com suas Leis da Constancia, nos deram uma visão da origem humana e da saúde baseada na Vida e no equilíbrio holístico (tratar a pessoa como um todo, como uma entidade e não por partes separadas).

13 Em troca, a teoria da evolução atribuída a Darwin (copiada de Lamarck) e a Teoría dos Gérmens de Pasteur (que naqueles anos competiam intelectualmente em igualdade com as ideias de Quinton) se centravam na competitividade, na luta. O desequilíbrio e a morte. - Darwin, Pasteur, Lamarck y Quinton -

14 Enquanto o plasma de Quintón fortalecia o organismo em seu conjunto, o sôro de Pasteur, a vacina, tentava aniquilar um tipo de microorganismo concreto declarado enimigo, o qual era específico, portanto não servia para destruir outro micróbio diferente.

15 Quinton, desenvolvendo suas Leis da Constancia e fortalecendo o terreno onde a célula vivia, demonstrava que nenhum germe patógeno podería viver nele mesmo, porque atuava diretamente fortalecendo e defendendo a todo o corpo ante qualquer substância invasora.

16 O plasma de Quinton curou grande número de enfermidades que se imaginavam incuráveis e que a medicina de seu tempo e as técnicas de Pasteur simplesmente nem podiam tratar. René foi considerado em todo o mundo como um grande benfeitor da Humanidade, homenageado por grande número de chefes de Estado, militares médicos, intelectuais… até o começo da Primeira Guerra Mundial.

17 Durante a guerra e diante de milhares de soldados feridos, por não existir plasma suficiente, se empregou o plasma do mar com resultados maravilhosos.

18 Porém, a guerra fez com que esquecessem as grandes conquistas de Quinton e os dispensários foram fechados um a um em pouco tempo. O interesse econômico das vacinas e dos laboratórios que começavam a invadir o mercado, prevaleceu sobre a saúde.

19

20 O capital vai aonde espera encontrar rendimento, não o bem comum. Os poderes tinham, como hoje em dia, grande interesse em manter a população débil, enferma e sob controle.

21

22 Por sua parte, o poder econômico não iria financiar curas 100% eficazes e gratuitas, como a que nos garante a água do mar, tendo às mãos Darwin e Pasteur como base teórica para justificar e produzir toda uma indústria de artifícios específicos vendíveis (antibióticos, vacinas, etc.). Quinton foi esquecido de forma incrível e premeditada, esquecido históricamente.

23 No entanto, o objetivo deste artigo é dar a conhecer amplamente à humanidade as propriedades gratuitas do mar e que existem pessoas que têm seguido o trabalho de Quinton, que trabalham para implantá-lo de novo, criando dispensários e oásis marinhos como legado permanente para a humanidade. - Laureano Domínguez -

24

25 No primeiro encontro internacional realizado em Tenerife em 2003, a Doutora Maria Jesús Clavera Ortíz expôs uma matéria com o título: O uso da água do Mar em Pediatria concluindo que o plasma marinho está especialmente indicado para toda patologia aguda ou crônica que envolva o sistema digestivo, mucosas, pele, assim como o sistema imunológico (infecções ou alergias) e termina dizendo que nos países com escasez de recursos, a água do mar tem um grande valor como nutriente em si mesma, como rehidratante e como um importante agente antiinfeccioso natural.

26 E dezembro de 2004, coincidindo com o 2º Congreso Internacional da Água do Mar, no qual participaram 22 universidades, se celebrou uma experiência única. O Primeiro Naufrágio Voluntário, quando 7 náufragos voluntários, uns durante quatro días e outros sete, sobreviveram sem água doce nem alimento, consumindo exclusivamente água do mar, demonstrando-se assim, ante a Comunidade Científica Internacional, o poder nutricional celular da água do mar, suficiente para que um náufrago sobreviva em alto mar com água hipertônica (consumo direto), sem necessidade de beber água doce. - Doutor Ángel Gracia, náufrago voluntário de 79 anos -

27 Acabou desmentida a crença popular de que quem sofra um naufrágio, e beba água do mar, morrerá ou ficará louco. O náufrago não só se hidrata como se nutre celularmente. Se acabou tambémn o mito do qual se sustentam as estatísticas que assinalan que 90% dos náufragos morrem no terceiro dia. Além de hidratar o organismo matando sua sede, a água do mar inibe a sensação de fome.

28 Beber três copos de água do mar isotónica (2/3 de água do mar 1/3 de água mineral), é ideal para nosso organismo e nos protegerá de numerosas enfermidades. Este plasma marinho á gratuito e fonte de vida. Os dispensários que novamente se estão abrindo, ainda que muito lentamente, deverão ser as clínicas futuras, o bem estar do ser humano que tem ao seu alcance elementos gratuitos e em abundância, para reforçar sua saúde.

29 Nosso corpo tem 70% de água do mar isotônica. Nossas lágrimas, o suor, o sangue… tudo é salgado. A água do mar banha todos os nossos órgãos internos. Por isso, tomar água do mar, é renovar nossos líquidos internos e proteger o meio interno para que nenhum germe possa alterar nossa estrutura.

30 A água do mar apresenta muitos benefícios para nossa saúde: · Devido à sua densidade, nos facilita o relaxamento muscular. · Melhora a capacidade respiratória. · Ajuda na eliminação de toxinas. · Melhora a circulação sanguínea devido à pressão. · Por seu alto teor de sódio, a água do mar é de grande ajuda na recuperação muscular.

31 Laureano Alberto Domínguez, grande investigador colombiano, tem ressucitado os Dispensarios de Quinton, emprendendo conversações e alianças em distintas partes do mundo com o fim de estender este tipo de centros indispensáveis para a saúde das pessoas. - Laureano Domínguez -

32 Estes Dispensários servem para a distribuição da água do mar de forma gratuita para diversos usos, realizando um acompanhamento clínico das pessoas que utilizam a terapia e onde se efetuam diversas atividades educativas, (em conferências e centros educativos) promovendo o conhecimento sobre o potencial imenso da água do mar como nutriente excelente.

33

34 Laureano comenta que devemos establecer brigadas de apoio para recolher a água e trazê-la aos lugares onde se necesite. Para isso se necesita que alguém dedique seu tempo, que ponha o combustível, o veículo e seu empenho. Algo tão simples e barato que os próprios governos deveriam providenciar estes serviços totalmente grátis e estar nos objetivos e programas de sanidade e saúde.

35

36 Devemos estender estes conhecimentos a todo aquele que queira escutá- lo. Devemos ceder estes descobrimentos de Quinton aos países que se encontram em situações extremas de pobreza e fome. Milhões de crianças e adultos podem se beneficiar dos Oásis Marinhos, os Dispensários, e da ingestão de água do mar. Um recurso que temos de forma ilimitada, uma matéria prima gratuita, um plasma marinho que nos dá vida e que tanto você como uma aldeia da Etiópia ou eu, podemos obter com muita facilidade.

37 O objetivo principal deste trabalho é que se difunda o legado de René por todas as redes sociais possíveis e, através de médicos e instituições. consigamos que Quinton seja relembrado e trazido à luz, contra os que tentaram enterrá-lo sem êxito, e que seus ensinamentos sejam patrimônio de todos, pondo-se em prática naqueles lugares onde a pobreza e a fome são o horror e a praga e que entrem na consciências dos países que só buscam benefcios econômicos, sem buscar uma solução global.

38


Carregar ppt "EL PROYECTO MATRIZ #146 Música: B.S.O. Waterworld (1995) Autor: James Newton Howard."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google