A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O COMEÇO DE TUDO A Cris conta que seu grupo surgiu em função de uma inesperada abdução. Fato tão incomum entre nós, tem que ser descrito com detalhes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O COMEÇO DE TUDO A Cris conta que seu grupo surgiu em função de uma inesperada abdução. Fato tão incomum entre nós, tem que ser descrito com detalhes."— Transcrição da apresentação:

1

2 O COMEÇO DE TUDO A Cris conta que seu grupo surgiu em função de uma inesperada abdução. Fato tão incomum entre nós, tem que ser descrito com detalhes. Talvez alguns leitores não saibam o que é uma abdução. Trata-se de ocorrência em que humanos desaparecem de onde se encontram e são levados para outros locais, geralmente, uma nave. Normalmente, essas pessoas retornam com impressões fortes, muito estudadas por pessoas sérias que sabem da veracidade desses fatos. Com a palavra essa amiga, uma eleita: Apresentação: Falar da Cris é algo super prazeroso pois tenho a honra de ser sua amiga há muitos anos. Enfrentamos juntas vacas gordas e magras, e ela sempre foi a mesma pessoa notável. Uma líder nata por natureza. Em torno dela giram amigos que compartilham de suas idéias e pontos de vista. Sua maior característica: é gente. Como poucos. Um exemplar da raça humana, não por acaso, escolhida pelos Comunicantes, que a consideram e respeitam. No geral, seus contatos são com seres de outros Planos Dimensionais, e seu objetivo é esse mesmo. Estudiosa, conhece a fundo a Ufologia, mas discreta, mantêm- se à margem daqueles saberetas que tudo sabem, mas que nenhuma evidencia concreta de contatos tem com esses seres. Isso se deve porque são os Comunicantes quem escolhem os do nosso Lado, e não o contrário. Por isso tantos técnicos se surpreendem porque não obtém resultados, mas não é disso que os Emissores precisam de nós, tecnologia eles suprem - precisam de ética, decência, e nisso a Cris é exemplar. Sonia Rinaldi O GRUPO KROON Boletim n° 13

3 . UMA ABDUÇÃO: Nas palavras da Cris, o que ocorreu: Em março de 1988, voltava do trabalho por volta das hs. junto com um amigo. Olhamos para o céu e avistamos um objeto discoidal, e até comentamos que parecia um disco voador. Paramos em frente ao prédio que moro e aquilo voltava a intrigar. Nessa época o assunto era demais surrealista para mim, ora visto que sou formada em matemática. Subi. Já no quarto senti uma leve dor de cabeça e um zunido peculiar nos ouvidos e meus olhos estavam irritados. Fui até a cozinha e olhando o relógio, notei que marcava 01:30 hs. da manhã. Achei estranho pois no relógio do meu pulso eram hs e encontrava-se parado, fui até meu quarto e o relógio marcava 01:33 hs e sem uma explicação lógica pensei: acabou a luz no prédio, então de imediato desci até o segundo andar onde morava um amigo e questionei se havia acabado a luz no prédio. Não. Voltei ao meu apartamento. Fui dormir um tanto confusa e sem entender nada. Nessa noite tive uma sensação de estar fora do corpo, mas lúcida, como que acordada quando entrou um Ser, esguio de cabelos claros. Pegou-me pela mão, dentro do meu quarto, e de repente, vi-me dentro de uma nave sentada ao lado dele. Avisto um lago ou rio, não sei dizer ao certo, ele entra dentro d'água com a nave em que estávamos. Em pânico olho para ele e vejo-o como um ser anfíbio, olhos redondos, mãos com membranas, que me fita com profundidade. Dou um pulo e ele tenta me acalmar passando sua mão em meu rosto. Enfim acordo com o rosto arranhado, não sabendo até hoje se foi uma projeção consciente ou uma vivencia em corpo em tempo real. Logo depois começo a vê-los todas as noites seguintes acompanhados por seres de estatura baixa de mais ou menos 1.40 m., ouço vozes incisivas em meus ouvidos, zunidos peculiares, parece que tenho o universo dentro da minha cabeça, sinto-me ligada a tudo e a todos. Eles se intitulam Droppa e dizem ser de Sirius. Bem com tudo isso achando que eu estava estressada e sem compreender nada do assunto, fui buscar ajuda com psicólogo, neurologista, etc. O diagnostico: estresse. (Acabei entendendo que quando um médico não sabe o diagnóstico ele diz isso). Buscando resposta para o enigma acabei conhecendo Dra. Gilda Moura famosa psicóloga do meio ufológico, que recebeu-me em seu apartamento em Ipanema, no Rio e me ajudou muito. Busquei depois um hipnólogo do Instituto Ippa em São Paulo, que ao fazer minha regressão, me fez ver, de forma clara que eu fui abduzida por aqueles seres. Dois anos após o contato com seres de Sirius apareceu kroon como que em Holograma, num momento em que eu já estava compreendendo um pouco mais o processo que eles dizem que faço parte.

4 OS SERES A questão é por que eu....? Eles disseram que fazem parte da minha proéxis, ou seja, da minha programação existencial; que não existem escolhidos, mas trata-se de uma questão genética e vibracional... que todos são chamados, mas poucos se escolhem. Dizem também que a única diferença entre nós e eles é que nós temos mais perguntas a fazer e eles mais perguntas a responder; dizem ainda que não querem adoradores, nem seguidores, e querem uma relação linear com nossa humanidade. Bem com muita ajuda e pesquisa estou nessa história a quase vinte anos. Vivo continuamente, com meu grupo esses contatos por transcomunicação, com esses amigos siderais tanto por vozes como imagens. A TCI garante que não estamos sozinhos no universo e que a vida transcende a morte. A Transcomunicação começou em nosso grupo a pedido deles, os ETs. Só assim, pesquisando de forma séria e objetiva, teremos aliados extrafísicos sérios e objetivos...

5 . BATENDO UM PAPO: Aqui, uma conversa informal com a Cris para que nosso leitor conheça um pouco dessa turma, que tem a simplicidade e autenticidade da dirigente. Ela, desde logo, passa a todos a sua visão ampla do Cosmos, da Vida e do Relacionamento com o Outro Lado, sobretudo com os Extraterrestres. Muitos não percebem que esse é o segredo do sucesso na Transcomunicação, ou seja, se firmar com modéstia, com a humildade de perceber que as rédeas desse trabalho está nas mãos sábias daqueles que nos dão a honra de auxiliá-los. Descoberto esse segredo e posto em prática com a alma, o sucesso é garantido. Com a palavra, a Cris: 1- Como se formou o grupo? 0 grupo formou-se há dezoito anos atrás por conseqüência de minha abdução 2- Quem fundou? A Ângela Cristina De Paschoal. 3- Quando? No ano de na época com o nome de Alfa Centurion devido ao contato com os seres Zetas. 4- Atualmente quantas pessoas fazem parte? Transcomunicação - 20 pessoas / Palestras - 40 pessoas. 5- Qual a filosofia do grupo? Esclarecimento e desmistificação da ufologia e autoconhecimento. 6- Qual o objetivo do grupo? Trazer auto-conhecimento, esclarecer, desmistificar, quebrar paradigmas e acessar a multidimensionalidade. 7- Como conheceram a TCI? Em 1994 um ser da raça Zeta pediu para que fizéssemos o experimento. Tentamos mas não tínhamos o conhecimento suficiente para alcançar resultados. No início de 1996 os seres reafirmaram o pedido. A partir daí, por meio de Geraldo dos Santos e Flavio Pereira indicaram leituras de Sonia Rinaldi. Iniciamos de forma rudimentar por meio de gravadores e uma TV preto e branco com câmera de segurança cedida por Geraldo dos Santos. Logo no início do experimento captamos vozes incisivas no gravador e várias imagens na TV que muito nos surpreendeu.

6 . 8- Qual o objetivo das gravações? Interação com a multidimensionalidade. No nosso caso principalmente, com seres extraterrestres; comprovar a existência e possibilitar a troca de cultura e conhecimento. 9- No geral, o que elas indicam? Estão ligadas aos assuntos que o grupo estuda e questiona. 10-Qual conteúdo dessas mensagens? Metafísico, arqueologia, consciência. 10-Como e quando vocês gravam? Toda quinta às 19h30 no espaço metafísico Kroon, utilizando um computador Pentium IV, software Cool Edit Pro, bolhas fornecidas pela ANT, microfone e caixas de som para análise. A análise é feita logo em seguida à gravação com a participação de todo o grupo presente. Não temos nenhum ritual, não permitimos nenhum tipo de discussão religiosa. 11-Fazem uma reunião para tal? Sim no horário marcado acima. 12-Usam algum equipamento específico? O que usam para gravar? já respondido acima (10). 13-Que evidencias os levaram a acreditar que a TCI é real? a)falam fatos antes de ocorrerem; b) falam de coisas pessoais, nomes, locais, eventos; c) assuntos que estamos estudando ou que viríamos a estudar; d) coerência nas respostas. 14-Qual benefício ela está trazendo a vocês? A comprovação da multidimensão, e a certeza de que a vida continua e que há muitas moradas neste Universo. 15-É produzido algum material para divulgar o conteúdo dessas gravações? Sim. Todo ano fazemos um CD com as melhores captações e divulgamos em todo meio espiritualista, científico, psicanalítico. 16-Quem são os comunicantes do outro lado? Nos conectamos com estações extraterrestres - Marduk, Fobus, Nibiru, mas percebemos que entram transcomunicações também de intraterrenos, intraoceanicos e seres espirituais.

7 ALGUMAS IMAGENS CAPTADAS PELO GRUPO ALGUMAS IMAGENS CAPTADAS PELO GRUPO Nave plasmada Mão de um Et em sinal de cumprimento Um dos seres que fazem contato com o grupo

8 1. Voz: - conhecer uma nova raça! 2. Voz: - esta com xeque mate agora! 3. Voz: - Marte vê evolução nos filhos! 4. Voz: - orgulho quem faz apresentação rezai-te! 5. Voz: - ser uma aliança! 6. Voz:- tem um encanto no bem! 7.Voz: - tudo de marte é bom! 8.Voz - uniforme vermelho e todo branco! 9. Voz - assinalou um avistamento de casa! 10.Voz: - Daqui é a escalação do grupo! 11.Voz: - de onde sai tanto interesse assim! 12.Voz: - De Santo André irão embora! 13.Voz: - Deus em nome do Pai! 14.Voz: - É amigo dos bom, ele não rouba! 15. Voz: - é dos ra´s sequestradores! 16. Voz:: - ele tem controle embaixo! 17.Voz: - em cada espaço sou de outro agora! 18. Voz: - em luz pede pra gente ir, conversa Cris ela é que é! 19.Voz: - kroon tá bacana! 20.Voz: - morte porque o ser é gameta! 21. Voz: - nave de encontro vem vindo! 22. Voz: - Tur engana Kroon e muito mais! 23. Voz: - Um sonho ser esperança! 24. Voz: - Vá dedicando fazendo tudo para acertar! 25.Voz: - vai ver tipo ufo levar, levar Cris! 26. Voz: - venceu menina! AUDIOS DO KROON:


Carregar ppt "O COMEÇO DE TUDO A Cris conta que seu grupo surgiu em função de uma inesperada abdução. Fato tão incomum entre nós, tem que ser descrito com detalhes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google