A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROJETO DE FORMAÇÃO PARA O NOVO PROGRAMA DE PORTUGUÊS DO ENSINO BÁSICO - I Paulo Almeida.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROJETO DE FORMAÇÃO PARA O NOVO PROGRAMA DE PORTUGUÊS DO ENSINO BÁSICO - I Paulo Almeida."— Transcrição da apresentação:

1 PROJETO DE FORMAÇÃO PARA O NOVO PROGRAMA DE PORTUGUÊS DO ENSINO BÁSICO - I Paulo Almeida

2 INTRODUÇÃO Paulo Almeida

3 O novo Programa de Português do Ensino Básico (PPEB) entrou em vigor no ano letivo de 2011/2012, para os 1.º, 2.º, 5.º e 7.º anos de escolaridade, de acordo com o disposto na Portaria n.º 266/2011, de 14 de Setembro. Em 2012/13 será a vez do 3.º, 6.º e 8.º. Por fim, em 2013/14, entrará em vigor para o 4.º e 9.º anos de escolaridade. Os novos programas apresentam alterações ao nível dos conteúdos, da tipologia de atividades e exercícios e da terminologia gramatical – Dicionário Terminológico (que substitui a gramática tradicional). Destacam-se no novo programa as competências específicas da compreensão e expressão do oral, da leitura, da expressão escrita e do conhecimento explícito da língua (CEL). As alterações mais significativas que o Programa de Português do Ensino Básico apresenta são a valorização de uma articulação dos conteúdos em torno de uma perspetiva de ciclo e de progressão entre ciclos, ou seja, os conteúdos programáticos são retomados em níveis crescentes de dificuldades ao longo dos ciclos.

4 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA O Novo Programa de Português do Ensino Básico O Dicionário Terminológico (DT) Dicionário Terminológico Estes são os documentos de referência, com caráter normativo, que vão, a partir de agora, orientar o ensino da disciplina de Língua Portuguesa em todos os ciclos do Ensino Básico. Paulo Almeida

5 Dicionário Terminológico (DT) O O DT define como objetivo: - fornecer a professores e a alunos os termos e definições que explicitam a conceptualização e a descrição da estrutura e do uso da língua, constituindo, assim, um instrumento de regulação e uma ferramenta de apoio ao ensino da gramática e ao estudo dos textos. Paulo Almeida

6 Dicionário Terminológico (DT) O Para tal, o DT integra os termos e conceitos prescritos nos programas a lecionar, mas vai mais além: -inclui a explicitação dos diferentes planos estruturais que integram as disciplinas da gramática; - assegura a coerência interna e o seu rigor descritivo. O Tem em vista, assim, a melhor informação e orientação dos professores. Paulo Almeida

7

8

9 CONCLUSÃO: O É, pois, este nexo indissolúvel de articulação entre o DT e o NPPEB que estabelece o fio condutor para o trabalho em contexto de ensino. O Com efeito, embora mantendo os (quatro) domínios que organizam os anteriores programas, o NPPEB designa o domínio (competência específica) CONHECIMENTO EXPLÍCITO DA LÍNGUA como eixo transversal e estruturante dos restantes domínios: COMPREENSÃO DO ORAL, EXPRESSÃO DO ORAL, LEITURA, ESCRITA, remetendo estes, sistematicamente, para as disciplinas da gramática que organizam o DT e para os correspondentes termos e conceitos nele definidos. Paulo Almeida

10 PRÁTICA: Na sessão: -Explorar na internet: - página do formador - o DT (http://dt.dgidc.min-edu.pt/ )http://dt.dgidc.min-edu.pt/ - página da DGIDC sobre os novos programas (http://www.dgidc.min- edu.pt/outrosprojetos/index.php?s=directorio &pid=11&ppid=2)http://www.dgidc.min- edu.pt/outrosprojetos/index.php?s=directorio &pid=11&ppid=2 Em trabalho autónomo: -Ler o NPPEB


Carregar ppt "PROJETO DE FORMAÇÃO PARA O NOVO PROGRAMA DE PORTUGUÊS DO ENSINO BÁSICO - I Paulo Almeida."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google